Monafria, por Leonardo da menos Vinci

Monafria, por Leonardo da menos Vinci

Um clássico da pintura de inverno! :~

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Shows completos de stand-up para você assistir na quarentena

Para aproveitar este isolamento que vivemos, nada melhor do que dar boas risadas, não é mesmo? Por isso separei 7 shows completos de stand up para você curtir nesta quarentena. Aproveite!

SHOW DE QUARENTENA – CURITIBA COMEDY CLUB

O Curitiba Comedy Club, 1º bar de comédia do Brasil, em seu aniversário de 10 anos, gravou um especial de comédia para a quarentena. São 10 comediantes aqui de Curitiba apresentando trechos de seus shows no palco do bar.

Parte 1

Parte 2

ALORINO

O comediante Alorino disponibilizou um show de 1 hora com as suas pobrices. Nascido em Tibagi, faz sucesso com seus personagens Carmo e Lurde, chegando até a final do programa “Quem Chega Lá” do Domingão do Faustão (Rede Globo). É um comediante nato e super talentoso, que nos últimos anos vem se destacando no cenário paranaense e nacional.

AFONSO PADILHA – ESPALHANDO A PALAVRA

Afonso Padilha é um dos maiores comediantes da atualidade, tendo inclusive participado aqui deste site que você está visitando, diga-se de passagem. Um gênio do humor, grande escritor e com uma versatilidade fora do comum. Afonso apresentou seu solo “Espalhando a Palavra” na Ópera de Arame, sendo um grande marco para a sua carreira. Confira:

Aproveitando, confere aí mais um show completo dele. Porque vale a pena! Se liga no “Não tá compensando ser adulto”.

FÁBIO RABIN – TÔ VIAJANDO

Fábio Rabin é aquele tipo de comediante que se reinventa a cada ano que passa. Tendo passado por diversas gerações do stand up, ele ainda está levando multidões ao teatro (fora de quarentena…rs). Assista ao show dele “Tô viajando”.

THIAGO VENTURA – ISSO É TUDO QUE EU TENHO

Thiago Ventura dispensa comentários quando se trata de carisma e genialidade para o humor. O comediante que se popularizou na internet contando histórias de quando era criança e também com a famosa “pose de quebrada”, vem ao longo dos anos se estabelecendo no topo dos grandes comediantes brasileiros. Assisti a um solo dele no Teatro Positivo no ano passado e é impressionante a humildade e carisma de Ventura, sendo, com certeza, um diferencial que o fez estar onde está. Confira o show dele “Isso é tudo que eu tenho”.

Espero que tenham gostado desta seleção. Caso queiram mais posts como este, até mesmo com a mesma temática, mandem uma mensagem no meu Instagram: @busaocuritiba

Frio e gelo pode atingir o Brasil já em abril

De acordo com o primeiro boletim de 2020 divulgado pelo Centro Americano de Meteorologia e Oceanografia (NOAA), está mantida a previsão de neutralidade climática, ou seja, sem a presença dos fenômenos El Niño e La Niña. Com isso, a expectativa é de que as primeiras ondas de frio já comecem na segunda quinzena de abril na região Sul.

Foto:Wagner Urbano/Portal NotiSerra

Segundo especialistas, a neutralidade é favorecida até o outono de 2020 no Hemisfério Sul, com aproximadamente 60% de chance. Essa condição pode se estender até o inverno. “Isso não quer dizer que a temperatura do Pacífico esteja dentro da média. Atualmente, observamos uma área mais aquecida no centro e leste do oceano, algo considerado pelo NOAA e que não está associada com o desenvolvimento de um novo El Niño”, afirma Patrícia Vieira, técnica em meteorologia da Somar.

Mês a mês

Depois da passagem de uma frente fria que neste momento provoca ventos de 70 km/h no Rio Grande do Sul e volumes de 40 milímetros, a tendência nos últimos dez dias de janeiro é de as chuvas ganharem força sobre o centro-norte do Brasil, segundo o NOAA. Com isso, a chuva vai diminuir de frequência e intensidade no Sul mais uma vez.

O Sudeste passará por dois extremos, de acordo com o centro de meteorologia. O centro-sul de São Paulo terá tempo mais firme, mais parecido com o Sul do Brasil. Já Espírito Santo, norte de São Paulo e Minas Gerais terão chuva generalizada e volumosa, a exemplo do Nordeste. Isso acontece porque, sem bloqueios atmosféricos no oceano Pacífico, as frentes frias consigam rumar naturalmente ao longo da costa da Bahia.

Em fevereiro, há indícios de um pulso de chuva mais generalizada desde o sul do Amazonas até o norte do Rio Grande do Sul. Na maior parte do Sudeste, esperam-se precipitações mais irregulares, com destaque para Minas Gerais e Espírito Santo. As temperaturas mínimas e máximas indicam valores acima do normal no Sul, São Paulo e Rio de Janeiro.

Em março, diz o NOAA, a distribuição de chuva migra para uma faixa que vai da Amazônia ao Sudeste, passando pelo Centro-Oeste e oeste do Nordeste. No Sul, as chuvas perdem força e ficam abaixo do normal. Essa distribuição de precipitação reflete a condição de temperatura: o Brasil central terá valores mais próximos do normal por causa do excesso de nuvens, mas o Sul e parte do estado de São Paulo seguem mais quentes do que o normal.

A gangorra na chuva volta a aparecer em abril, com a umidade da Amazônia canalizada para a área entre o Paraguai, norte da Argentina e região Sul do Brasil. Além disso, começam a ocorrer os primeiros episódios de chuva mais intensos na costa leste do Nordeste. Como é natural do mês, diminui a chuva no Sudeste e no Centro-Oeste. Há condição para ainda ondas de calor no Sudeste em abril, mas, com a neutralidade no Pacífico durante o outono, as primeiras ondas de frio podem atingir a região Sul na segunda quinzena do mês.

Do Canal Rural