Monafria, por Leonardo da menos Vinci

Monafria, por Leonardo da menos Vinci

Um clássico da pintura de inverno! :~

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

34 cidades paranaenses registram temperaturas negativas e 26 batem recorde de frio do ano

A maior massa de ar frio que atingiu o Paraná em 2021 fez despencar as temperaturas em todas as regiões do Estado na madrugada desta quinta-feira (29). Das 63 estações meteorológicas analisadas pelo Sistema Meteorológico do Paraná (Simepar), 34 registraram temperaturas negativas. A mais baixa foi em Palmas, com -4,5°C.

O frio intenso já bateu recordes em todo o território paranaense. Ao todo, 26 localidades registraram as temperaturas mais baixas em todo o ano.

“Foi uma madrugada bem gelada em todo o Paraná, com temperaturas negativas principalmente na metade sul paranaense, com destaque para a região de Palmas e General Carneiro, com valores de -4°C nos termômetros já no meio da madrugada”, informou Lizandro Jacóbsen, meteorologista do Simepar. “As temperaturas negativas foram registradas no Oeste, Sudoeste, Centro-Sul, Campos Gerais, Região Metropolitana de Curitiba e em algumas cidades da faixa Norte”.

29/07/2021 – Imagens frio em Curitiba | Foto Gilson Abreu/AEN

Foram registradas temperaturas abaixo de zero em Apucarana (-0,2°C), Assis Chateaubriand (-2,4°C), Campo Mourão (-3,1°C), Capanema (-1,5°C), Cascavel (-4,1°C), Cerro Azul (-2,3°C), Clevelândia (-3,4°C), Colombo (-1,6°C), Curitiba (-0,8°C), Cândido de Abreu (-2,3°C), Foz do Iguaçu (-1,4°C), Francisco Beltrão (-0,9°C), General Carneiro (-2,2°C), Guarapuava (-4,2°C), Guaíra (-0,4°C), Inácio Martins (-4,0°C), Irati (-1,8°C), Jaguariaíva (-2,9°C), Lapa (-2,1°C), Laranjeiras do Sul (-1,5°C), Marechal Cândido Rondon (-0,7°C), Palmas (-4,5°C), Palmital (-0,8°C), Palotina (-3,4°C), Pato Branco (-2,0°C), Pinhais (-1,6°C), Pinhão (-3,5°C), Ponta Grossa (-4,3°C), Santa Helena (-0,4°C), São Miguel do Iguaçu (-1,2°C), Telêmaco Borba (-2,6°C), Toledo (-3,9°C), Ubiratã (-0,5°C) e União da Vitória (-0,3°C).

As sensações térmicas chegaram a -10ºC em Palmas, -5,5ºC em Guarapuava e -4,8ºC em Cascavel.

GEADA –O frio é resultado de uma massa de ar polar que avançou pelo Paraná entre segunda e terça-feira, e deve deixar as temperaturas baixas até o fim de semana. O meteorologista do Simepar informa que, além da temperatura baixa, o vento deixa a sensação de frio mais acentuada do que os valores de termômetro. Apesar de incômodo, o vento ajuda a conter a geada em diversos municípios nas primeiras horas da manhã. No entanto, a atenção ainda é necessária.

“Mesmo assim, as geadas aparecem sobre o Estado, porque os valores de temperatura estão baixos até mesmo no Norte e no Litoral”, explicou.

Para as próximas 24 horas, a previsão do Simepar é de formação de geadas em quase todos os municípios do Paraná, sendo mais fortes no Centro-Sul, Campos Gerais e Região Metropolitana de Curitiba.

Conforme se desloca para o Oceano Atlântico, a frente fria começa a perder intensidade no fim de semana, mas ainda mantendo temperaturas baixas e alerta de geada no Sudoeste, Sul, Região Central, Campos Gerais e RMC, além do sul do Norte e Norte Pioneiro. A expectativa é que, no domingo, áreas de instabilidade apareçam a partir do Paraguai, diminuindo a previsão de geadas.

MÁXIMAS – Para esta quinta-feira (29), a previsão é de tempo estável, sem ocorrência de chuva. Mesmo com sol, a temperatura não sobe muito, mesmo no período da tarde. Segundo Jacóbsen, a previsão é que as temperaturas sejam semelhantes às registradas na quarta-feira (28).

Na região Oeste, as máximas previstas são de 14°C para Foz do Iguaçu, 12°C em Cascavel e 13°C de Santa Helena a Guaíra. No Sudoeste, previsão de 10° entre Francisco Beltrão, Pato Branco e Laranjeiras do Sul.

No Centro-Sul, máxima de 9°C entre Guarapuava e União da Vitória. Nos Campos Gerais, a temperatura não deve passar dos 10°C entre Ponta Grossa e Tibagi, e de 11°C em Telêmaco Borba e Jaguariaíva.

Na Capital, é esperada a máxima de 10°C. Já no Litoral, 14°C entre Paranaguá e Guaratuba. No Norte, também 14°C em Paranavaí e Londrina, e 13° em Maringá.

PROTEÇÃO – Para reduzir o impacto do frio nas populações vulneráveis, o Governo do Estado promove um plano de contingência criado por diferentes secretarias e coordenado pela Defesa Civil do Paraná. As ações atuam na prevenção de danos, com orientação, doação de roupas e construção de abrigos temporários.

“A organização do Estado é para dar apoio e amparo para proteger da melhor maneira possível a população do Paraná. Normalmente o inverno é rigoroso no Paraná, estamos acostumados. Esse será mais um, talvez pouco mais intenso”, afirmou o governador Carlos Massa Ratinho Junior, que reforçou o compromisso na proteção da população contra o frio.

Confira as cidades que bateram recorde de frio nesta quinta-feira (29):

Altônia: 1,2°C

Antonina: 3,9°C

Antonina: 4,6°C

Apucarana: -0,2°C

Baixo Iguaçu: -1,6°C

Campo Mourão: -3,1°C

Cândido de Abreu: -2,3°C

Cascavel: -4,1°C

Cerro Azul: -2,3°C

Cianorte (Cocamar): 0°C

Curitiba: -0,8°C

Foz do Iguaçu (Itaipu): -1,4°C

Guaíra: -0,4°C

Jaguariaíva: -2,9°C

Laranjeiras do Sul: -1,5°C

Loanda: 0,6°C

Londrina: 0,5°C

Palotina: -3,4°C

Paranaguá: 6,1°C

Paranavaí: 0°C

Pinhais: -1,6°C

Ponta Grossa: -4,3°C

Santo Antônio da Platina: 0,2°C

São Miguel do Iguaçu: -1,2°C

Toledo: -3,9°C

Ubiratã: -0,5°C

Curitiba teve sensação térmica de -3°C na madrugada; em RS e SC nevou

A madrugada foi de muito frio em Curitiba, com a sensação térmica chegando a -3°C. As temperaturas mínimas ainda ficaram bastante baixas ao amanhecer em todo o Paraná nesta quinta-feira (29), por conta da forte massa de ar frio. Não há previsão de chuva e o sol predomina em grande parte do dia, mas as temperaturas máximas não se elevam muito.

Os termômetros da capital paranaense registraram mínima de -1°C, e a máxima não passa de 10°C. Em Cascavel, a temperatura caiu a -4°C e pode fazer máxima de até 12°C. Em Foz do Iguaçu, os termômetros registraram -2°C (máxima 15°C), Ponta Grossa marcou 0°C (máxima 11°C) e Paranavaí registrou 2° (máxima de 17°C). As informações são do Somar Meteorologia.

Das estações do Simepar, 13 registraram temperatura negativa na quarta-feira (28). A sensação térmica foi ainda pior, por conta do vento e da umidade. Destaque para Palmas (-5°C), General Carneiro (-4,7°C), Clevelândia (-3°C), Guarapuava (-2,9°C) e Pinhão (-3°).

Chegou-se a falar na possibilidade de neve no Paraná nos últimos dias, mas ela está descartada porque não há umidade suficiente para ela se formar. Há apenas alerta de geada. Algumas cidades do Paraná tiveram chuva congelada, como Pitanga, Araruna e Telêmaco Borba.

Curitiba nos próximos 4 dias

Para sexta-feira (30), a previsão se mantém nas mesmas condições desta quinta-feira, com mínimas ainda muito baixas ao longo da manhã, ao menos até sábado (31). A previsão para os próximos dias em Curitiba é de 0°C a 12°C na sexta; 3°C a 13°C no sábado; 8°C a 13°C no domingo; e 9°C a 15°C na segunda. Para domingo e segunda, há previsão de chuva.

Pelo Brasil

O frio avança pelo Brasil nesta quinta-feira (29) e sexta-feira (30). Segundo o Climatempo, há chance de julho terminar com novos recordes entre as temperaturas mínimas no país.

Ainda existe possibilidade de neve nas serras de Santa Catarina e Rio Grande do Sul nos próximos dias. O centro da massa de ar polar chega aos dois estados e o frio deve aumentar ainda mais. Entre as capitais, há previsão de temperaturas abaixo de 5ºC em Porto Alegre, Florianópolis, Curitiba, São Paulo e Campo Grande.

Na quarta-feira, nevou em mais de dez cidades catarinenses, segundo reportagem do G1. Turistas e moradores foram para as ruas brincar com os flocos que caíram no fim da tarde e durante a noite. No Rio Grande do Sul, mais de 30 cidades registraram queda de neve. Algumas delas já amanheceram com temperatura abaixo de 0ºC nesta quinta.

Informações Banda B