MON promove evento especial online na Semana da Mulher

O Museu Oscar Niemeyer (MON) promove na próxima quarta-feira (10) uma videoconferência online para comemorar o Dia da Mulher. Será um encontro virtual com Claudia Priori, autora da pesquisa “Mulheres e a Pintura Paranaense: Relação entre Arte e Gênero”. O evento será pelo Zoom.

Durante a semana, o MON também publicará nas redes sociais depoimentos das artistas Beatriz Milhazes, Maria Cheung, Ana Norogrando, Eliana Brasil e Leticia Marques sobre mulheres que inspiraram seus trabalhos na arte.

ENCONTRO VIRTUAL – Claudia Priori é doutora em História pela Universidade Federal do Paraná (UFPR) e professora na Universidade Estadual do Paraná (Unespar), tem ampla experiência em temas como história das mulheres, estudos de gênero, violência, instituições penais e policiais, artes e relações de gênero.

Sua pesquisa propõe uma discussão sobre a atuação das mulheres no campo da arte paranaense, analisando os espaços ocupados por elas no cenário artístico, suas trajetórias, expressões e, ainda, como eram vistas e representadas pela sociedade.

Para participar do encontro virtual não é necessário conhecimento em arte. Basta ter interesse pelo tema e fazer a inscrição prévia. O evento é gratuito, com vagas limitadas.

MON – O Museu Oscar Niemeyer abriga referenciais importantes da produção artística nacional e internacional nas áreas de artes visuais, arquitetura e design, além da mais significativa coleção asiática da América Latina.

O acervo conta com aproximadamente 7 mil peças, abrigadas em um espaço superior a 35 mil metros quadrados de área construída, sendo 17 mil de área para exposições, o que torna o MON o maior museu de arte da América Latina.

Os principais patrocinadores da instituição são: Copel, Sanepar, Grupo Volvo América Latina e Moinho Anaconda.

SERVIÇO

Videoconferência com Claudia Priori, autora da pesquisa “Mulheres e a Pintura Paranaense: Relação entre Arte e Gênero”

Quarta, dia 10/03, das 19h às 20h30

Evento gratuito, vagas limitadas

Informações: 3350-4468 ou educativo@mon.org.br

MON

http://www.museuoscarniemeyer.org.br

http://museuoscarniemeyer.org.br/mon/monemcasa/

Facebook e Instagram: @museuoscarniemeyer

YouTube: http://bit.ly/MONnoYoutube

Google Arts & Culture: http://bit.ly/MONGoogleArtsAndCulture

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Supercores estreia com Outros Outubros 

Lançada nas plataformas digitais na última sexta-feira (16), Outros Outubros é a canção de estreia do quarteto curitibano Supercores. Produzida pela banda de maneira independente, a canção vem embalar um momento histórico do país. 

Inspirada no clássico do cinema novo ˜Terra em Transe˜, do diretor Glauber Rocha, a canção se lambuza na poesia marginal para contextualizar e traçar um paralelo entre presente e passado.

A própria banda é quem assina a produção do trabalho, que foi registrado no mês de julho no estúdio Casa do Fundo, em Curitiba, com mixagem e masterização de Matheus Bittencourt.


Fundada em maio de 2022 por Eduardo Souza (bateria), Felix Dee (guitarra e voz), Gustavo X (guitarra) e Renato Rigon (baixo, teclas e voz) a Supercores traz em suas raízes a sede pela música brasileira produzida no fim dos anos 60 e toda a década de 70. Artistas como Os Mutantes, Milton Nascimento, Clube da Esquina e Arnaldo Baptista são a base para as composições do grupo que também mergulha de cabeça na influência dos clássicos do rock’n roll dos anos 60 e toda a onda psicodélica que eles geraram e reverberaram.

A banda planeja mais um lançamento para este ano: a música Verticalidade que, segundo o compositor Felix Dee, fala da vida nas grandes cidades verticalizadas pelos edifícios. A previsão de lançamento é o mês de novembro. Além disso, o grupo comenta que tem se dedicado a novas composições e tem se reunido para fazer a pré-produção de mais um trabalho a ser lançado no ano que vem. 

Para saber mais sobre a Supercores acesse: www.instagram.com/supercoresoficial

Ficha Técnica

Felix Dee: Voz, guitarra e composição.

Gustavo X : Guitarra.

Renato Rigon: Baixo, teclas e voz.

Eduardo Souza: Bateria.

Matheus Bittencourt: Gravação, mixagem e masterização.

Produzida por Supercores.

Aberta seleção de músicas para o 16º Fejacan

Estão abertas até o dia 12 de outubro as inscrições para a 16ª edição do Fejacan – Festival Jacarezinhense da Canção. O evento promovido pelo Sesc PR será realizado em Jacarezinho (PR), nos dias 24 e 25 de novembro, no Sesc Jacarezinho.

Cantores, intérpretes, instrumentistas e compositores de todo o Brasil, maiores de 18 anos, podem submeter para análise até três músicas, de caráter popular ou erudito, em língua portuguesa ou em idiomas indígenas, e que não tenham sido apresentadas no Fejacan em edições anteriores.

Os trabalhos inscritos serão avaliados em conceito, qualidade e execução das obras, formato, linguagem, relevância artística, singularidade e inovação por uma comissão que selecionará até 26 músicas inéditas para apresentação no palco do evento.

Os trabalhos selecionados receberão remuneração de acordo com o número de músicas que foram selecionadas e com a distância da cidade de residência do artista até Jacarezinho. Os valores das remunerações variam de R$ 2.400 a R$ 5.950.

De acordo com os organizadores do evento, o Fejacan é uma oportunidade de apresentação e divulgação de artistas, de intercâmbio entre artistas e produtores, de apreciação musical pelo público.

As inscrições deverão ser realizadas exclusivamente pelo site do Sesc PR, por meio de formulário on-line, até o dia 12 de outubro.

Clique aqui para acessar.  <https://www.sescpr.com.br/edital/edital-de-selecao-fejacan-2022/>