Minha visão da Manifestação de 17 de junho

Minha visão da Manifestação de 17 de junho

Hoje foi um dia histórico, acordei às 6 horas da manhã para ir à faculdade e pedi para sair antes do horário para trabalhar e poder sair mais cedo, sempre pensando que às 18 horas desse dia seria uma data marcante. Nos reunimos no trabalho e fomos até a Rui Barbosa, pois o grupo já havia se deslocado até lá, e então começamos a passeata. Percorremos muitos caminhos e o que me chamou atenção foi quando passamos em frente a  Santa Casa e todos calaram-se em respeito ao hospital, isso foi espetacular e aí pensei que estava no lugar certo e com pessoas certas. Contornamos o Terminal do Guadalupe em direção ao tubo da Rodoferroviária onde paramos ali e nos concentramos por alguns instantes, o povo estava extasiado, jovens com os rostos pintados, gritos que arrepiavam, bandeiras do Brasil por toda a parte e sentimento naquilo que defendíamos. Nesse meio tempo estava com meus amigos e conversávamos sobre o tamanho da manifestação em comparação a sexta-feira (14/06) que contou com 2 mil pessoas.

Manifestação Curitiba

Eu olhava para trás e via um mar de gente cantando e com um sorriso no rosto que transmitia um sentimento que “estou fazendo parte da história”, e não estavam errados. Nossa próxima parada foi a praça Santos Andrade, em que nos reunimos ali e pude ter a dimensão real daquilo tudo, era uma imensidão de pessoas, olhei para o lado e meu amigo Luis deu risada e me disse “Cara, eu nunca imaginei que eu iria passar por isso na minha vida!” e eu comecei a pensar que ali mesmo, que pela primeira vez na vida vi mudanças na cabeça das pessoas e tive muito orgulho do meu país.

Continuamos com a caminhada em direção ao Palácio Iguaçu e no caminho nos deparamos com alguns amigos que se juntaram a nós e seguiram até o nosso destino. Por todo lugar se ouvia “VEM PRA RUA!” e diversos outros cantos que motivavam a todos para que se unissem a manifestação. Por fim, chegamos ao Palácio e pensei “DEVER CUMPRIDO!”, e logo me retirei e a maioria também, eram 22:00. Fiquei sabendo que tentaram invadir o Palácio e peço que não façam isso mais e nem pichem as coisas, isso não vale a pena, galera! Peço que a imprensa tenha em mente que não foram TODOS e sim muito poucos inseridos em uma multidão que fizeram isso! Os organizadores clamavam pela não violência e pela não depredação! Enfim, a lição está aí!

Minha visão da Manifestação de 17 de junhoMinha visão da Manifestação de 17 de junho

Resumindo tudo, foi uma experiência ÚNICA e sensacional, pela primeira vez na vida senti que as pessoas estão cada vez mais politizadas, estão pesquisando sobre a política, indo atrás de informações! Está na hora de mudar a cultura do brasileiro de acomodar-se e ser passivo com qualquer imprudência política, qualquer ato que faça danos ao povo! Está na hora de reivindicar pelos seus direitos, foi o que eu vi nesta segunda-feira! Foi o que eu e todos os brasileiros queremos ver nas eleições!

LEMBRANDO QUE A CAMINHADA CONTINUA! ISSO SÓ É O COMEÇO!

Prostesto em Curitiba #17jCWB #VemPraRua

Fiquem ligados no nosso Facebook e compareçam nos próximos atos! Vamo que vamo, Curitiba! Vamo que vamo, Brasil!

0 Comments

    1. A Organização da passeata precisava estabelecer a melhor rota sem contar que não era todos que tinham forcas pra andar sem parar existiam pessoas de mais idade crianças e ate cadeirantes na passeata eu pelo menos vi tudo isso por isso foi preciso parar

  1. parabens a todos que participaram!! eu apoio e irei nas proximas .so me pergunto o que estamos cobrando , 0,20 , corrupcao, gastos das copas a pec ???porque ja estou vendo nas redes sociais que pedem impeachment da dilma , outras noticias dizem que o governo quer negociar o valor do tranporte, pq sinseramente fazer tda essa mobilizacao sem saber o que realmente queremos seria um desperdicio de oportunidade , pq um exemplo se hj rolasse de o povo tirar a dilma do poder . entraria outro e nao mudaria nada .so muadaria a peca do tabuleiro .pra mim ainda fika apergunta o que esta acontecendo????? gostaria que os noticiarios dissesem o brasil parou pq nao aguentamos mais esses governantes vagabundos, abracos a todos

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Limite de R$ 1.000 à noite em transferências no Pix passa a valer em 4 de outubro

O BC (Banco Central) divulgou nesta quinta-feira (23) que o limite de R$ 1.000 para operações em canais digitais com Pix e TED (Transferência Eletrônica Disponível) entre pessoas físicas à noite começa a valer em 4 de outubro.

O objetivo, segundo a autarquia, é aumentar a segurança e reduzir a vulnerabilidade dos sistemas às ações de criminosos. As medidas foram anunciadas no mês passado, mas ainda não tinham data de implementação.

A medida também valerá para cartão de débito quando utilizado para fazer transferência, com o WhatsApp Pay, por exemplo.

De acordo com o BC, esse limite poderá ser modificado pelo cliente, mas não por iniciativa do banco. Como padrão, todos que abrirem conta em uma instituição financeira terão este valor estabelecido para operações entre 20h e 6h inicialmente.

Em operações realizadas durante o dia, permanece a regra de que o limite oferecido para o Pix tem que ser o mesmo da TED.

Além disso, o BC estabeleceu o prazo mínimo de 24 horas para a efetivação de pedido do usuário, feito por canal digital, para aumento de limites de transações com Pix, TED, DOC (Documento de Ordem de Crédito), transferências intrabancárias, boleto e cartão de débito.

“Tal limite poderá ser alterado a pedido do cliente, formalizado nos canais de atendimento eletrônicos, porém a instituição deverá estabelecer prazo mínimo de 24 horas para a efetivação do aumento”, afirmou o BC em nota.

A autarquia afirmou que a medida visa impedir o aumento imediato em situação de risco.

A autoridade monetária também determinou que a partir de 16 de novembro as instituições façam registros diários das ocorrências de fraudes ou de suspeita em serviços de pagamento, descrevendo inclusive as medidas tomadas.

“Com base nesses registros, as instituições deverão elaborar relatório mensal consolidando as ocorrências e as medidas preventivas e corretivas adotadas. Esse relatório deve ser encaminhado, para ciência, se houver, aos comitês de auditoria e de risco, à auditoria interna, à Diretoria Executiva e ao Conselho de Administração, se houver”, disse o BC.

Na mesma data, entra em vigor uma norma que determina que as instituições façam avaliação do cliente antes de oferecer serviços de antecipação de recebíveis para recebimento no mesmo dia da operação.

Saiba qual cruzamento em que os motoristas mais avançam o sinal vermelho em Curitiba

Em menos de quatro meses, o cruzamento das ruas Antônio Gasparin e Pedro Gusso, no bairro Novo Mundo, foi o que mais registrou avanço do sinal vermelho (entre os cruzamentos com novo radar instalado), num total de 7.973 infrações.

Por mês, a média é de cerca de 2 mil infrações somente por avanço de sinal neste ponto bastante movimentado da cidade, que concentra grande fluxo de veículos, pedestres e ciclistas, e que ainda faz a intersecção com uma via local, a Rua Henrique Schuta.

“A Antônio Gasparin é uma via rápida de escoamento do tráfego para o bairro e importante via de ligação para a CIC. Neste cruzamento com geometria mais complexa e dificuldade de visibilidade, o respeito à abertura do semáforo é ainda mais necessário”, alerta a superintendente da Setran. 

A Rua Pedro Gusso conta com estrutura cicloviária e há grande fluxo de conversão para quem segue sentido CIC/Capão Raso. Além disso, ao lado do cruzamento está localizada a Igreja do Capão Raso, considerada um polo gerador de tráfego e, a poucos metros dali, há uma estação-tubo. Entre os anos de 2015 e 2019, o local registrou 44 acidentes de trânsito, de acordo com dados do Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran).

Multas e pontos acumulados na CNH

Confira as multas e pontos acumulados na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) para cada infração fiscalizada pelos radares, conforme previsão do Código de Trânsito Brasileiro (CTB):

Transitar em velocidade superior à máxima permitida em até 20% 
Infração média: 4 pontos e multa de R$ 130,16

Transitar em velocidade superior à máxima permitida em mais de 20% até 50%
Infração grave: 5 pontos e multa de R$ 195,23

Transitar em velocidade superior à máxima permitida em mais de 50%
Infração gravíssima (multiplicada por três): 7 pontos e R$ 880,41

Parar sobre faixa pedestres na mudança sinal
Infração média: 4 pontos e multa de R$ 130,16

Transitar em local/horário não permitido pela regulamentação – caminhão
Infração média: 4 pontos e multa de R$ 130,16

Executar operação de conversão em local proibido pela sinalização
Infração grave: 5 pontos e multa de R$ 195,23

Avançar sinal vermelho do semáforo
Infração gravíssima: 7 pontos e multa de R$ 293,47

Deixar de conservar o veículo na faixa a ele destinada pela sinalização 
Infração média: 4 pontos e multa de R$ 130,16