Mercado Municipal de Curitiba completa 63 anos e vai ganhar um boulevard

Nesta segunda-feira (2), é dia de comemorar os 63 anos do Mercado Municipal de Curitiba. Como presente, o município prepara uma grande revitalização da região, com direito a um boulevard com paisagismo, passeio e mesas externas e outras intervenções urbanas que fazem parte do projeto Caminhar Melhor.

Programa obrigatório para curitibanos e para quem visita a capital, o Mercado Municipal recebe, anualmente, 3,3 milhões de pessoas em busca de hortifrutigranjeiros, cereais, carnes, peixes, especiarias e pratos de todas as partes do mundo. O espaço, vinculado à Secretaria Municipal de Segurança Alimentar e Nutricional (SMSAN), ocupa uma área de 16,8 mil metros quadrados e reúne 362 unidades comerciais, entre boxes e bancas, comandados por 196 comerciantes, que vendem mais de 72 mil itens.

Mercado Municipal terá o espaço público renovado, com a melhoria da paisagem urbana, da segurança nos deslocamentos e com a criação de novas conexões cicloviárias e de favorecimento à caminhabilidade. Ilustração: IPPUC

Considerado serviço essencial, o Mercado Municipal funcionou mesmo durante os momentos mais críticos da pandemia para garantir alimentação à população da capital. O local adotou medidas para reduzir a chance de contágio da covid-19, como oferta de álcool em gel, uso obrigatório de máscara e reforço de informações sobre prevenções e cuidados.

De pai para filho

Frenquentador há vários anos do Mercado Municipal, o casal Marly Dea e Gilberto de Jesus Dea sempre sai do local com algum produto diferente para o almoço ou jantar da família. “A gente encontra variedade, qualidade e um atendimento que só os comerciantes daqui conseguem nos dar”, afirma Gilberto, que já está ensinando o filho, também Gilberto, a ser um cliente habitual. “Já é uma tradição de família todos virmos”, completa o pai. 

Frenquentador há vários anos do Mercado Municipal, o casal Marly Dea e Gilberto de Jesus Dea sempre sai do local com algum produto diferente para o almoço ou jantar da família. Curitiba, 29/07/2021. Foto: Luiz costa/SMCS

Para a catarinense Patrícia Rocha, 54 anos, o Mercado Municipal é uma visita obrigatória para todo turista que vista Curitiba. “É sensacional. Aqui a gente encontra vários produtos diferentes e com ótima qualidade. O mais legal daqui para mim é essa variedade que representa uma diversidade cultural de Curitiba e de todo o Sul do país”, afirma a moradora de Blumenau (SC). 

Para a catarinense Patrícia Rocha, 54 anos, o Mercado Municipal é uma visita obrigatória para todo turista que vista Curitiba. Curitiba, 29/07/2021. Foto: Luiz costa/SMCS

Pioneirismo

“São décadas de história e de vidas que se entrelaçam no Mercado Municipal, ligando frequentadores, comerciantes e trabalhadores”, destaca o secretário municipal de segurança alimentar e nutricional, Luiz Gusi. Ele lembra que, em 63 anos de existência, o espaço passou por reformas e ampliações. Ganhou o primeiro setor de orgânicos do país, referência nacional, a nova entrada da Avenida Sete de Setembro, a ampliação da praça de alimentação, as primeiras salas de manipulação de alimentos do mundo em um mercado e, já na gestão do prefeito Rafael Greca, a revitalização da fachada da rua General Carneiro.

Cleverson Schilipacke, presidente Associação dos Comerciantes Estabelecidos no Mercado Municipal de Curitiba (Ascesme), reforça que o espaço é um ponto de encontro dos curitibanos e programa obrigatório de quem vem a Curitiba. “O Mercado Municipal é um local onde reúne pessoas de várias regiões do país, não só aqui da nossa cidade, então traz muito valor para o município. “Com uma variedade muito grande de produtos, o curitibano faz questão de trazer um amigo, um parente de fora para conhecer. São vários gostos, sabores, aromas reunidos em um só local”, acrescenta ele. 

Cleverson Schilipacke, presidente Associação dos Comerciantes Estabelecidos no Mercado Municipal de Curitiba (Ascesme), reforça que o espaço é um ponto de encontro dos curitibanos e programa obrigatório de quem vem a Curitiba. Curitiba, 29/07/2021. Foto: Luiz costa/SMCS

Boulevard

O grande legado da gestão do prefeito Rafael Greca para o Mercado Municipal será a transformação dos passeios em entorno do local em um grande boulevard, dando prioridade aos pedestres e aos deslocamentos não motorizados. O projeto prevê a revitalização de uma área de dez quadras em torno do Mercado Municipal. 

A intenção é que as pessoas utilizem o espaço público não apenas como local de passagem, mas de encontro e permanência.
O projeto contemplará a valorização do espaço público, com a melhoria da paisagem urbana, da segurança nos deslocamentos e com a criação de novas conexões cicloviárias e de favorecimento à caminhabilidade.

Mercado Municipal terá o espaço público renovado, com a melhoria da paisagem urbana, da segurança nos deslocamentos e com a criação de novas conexões cicloviárias e de favorecimento à caminhabilidade. Ilustração: IPPUC

As intervenções fazem parte do projeto Caminhar Melhor, que conta com R$ 40 milhões para investimentos em novas calçadas e em estrutura cicloviária, com recursos do Finisa, o Programa de Financiamento para Infraestrutura e Saneamento da Caixa Econômica Federal.

O Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (Ippuc) já concluiu o anteprojeto para a área e os projetos executivos de paisagismo, iluminação, drenagem e de pavimentação estão sendo feitos. A previsão é que os projetos de engenharia sejam concluídos no segundo semestre de 2021 e as obras iniciadas em 2022.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

1º Festival de Jägermeister de Curitiba terá drinks exclusivos com preços a partir de R$ 15

O evento, promovido pelo restobar The Weknd em parceria com a marca alemã, será realizado entre os dias 21 de janeiro e 4 de fevereiro, com seis opções de coquetéis

O Jägermeister, um dos destilados mais famosos do planeta, ganhará um evento especial na capital paranaense. Entre os dias 21 de janeiro e 04 de fevereiro, o restobar The Weknd, em parceria com a marca alemã, vai promover o 1° Festival de Jägermeister de Curitiba, que contará com seis drinks exclusivos com preços a partir de R$ 15.

Elaborado com 56 ervas, raízes e temperos, o Jägermeister já é saboroso puro. Prova disso é o Shot Jäger, um grande sucesso mundial, que no festival custará R$ 15. Outra pedida no formato será o Shot Jäger Weknd, preparado com o destilado, xarope de maracujá e espuma de gengibre (R$ 15). Para quem gosta de coquetéis clássicos, uma ótima opção será a releitura do famoso Negroni, o Negroni Jäger, que combina gim e Ramazzoti com a bebida estrela do evento (R$ 25).

Divulgação

Para quem busca uma opção mais refrescante, com a cara do verão, o Jägersummer será uma ótima pedida: Jägermeister com limão tahiti e tônica (R$ 25). Outro coquetel interessante para os dias mais quente será o Jägermatte, preparado com o destilado combinado a suco de limão e chá mate (R$ 25). Para fechar o menu, o clássico Jägerbomb, que alia Jägermeister com energético Red Bull (R$ 25).

Rock e Gastronomia

Inaugurado no último mês de novembro, o The Weknd surgiu para aliar música ao vivo, drinks, cervejas especiais e churrasco completo em um só ambiente. Com capacidade para cerca de 200 pessoas, o espaço é dedicado ao rock, seja com bandas covers de clássicos, de rock independente e discotecagens que celebram o estilo.

O 1° Festival de Jägermeister de Curitiba será realizado entre os dias 21 de janeiro a 04 de fevereiro, no The Weknd (Av. Nossa Senhora da Penha, 148), no bairro Cristo Rei. O restobar funciona de terça-feira a domingo, das 18h às 01h. Mais informações no perfil oficial do bar no Instagram (@thewekndcwb).

Teatro da Vila terá oficina de teatro para crianças e adolescentes

Que tal aproveitar as férias para fazer uma oficina de teatro? O encontro para crianças e adolescentes de 10 a 18 anos, será feito no novo espaço cultural, o Teatro da Vila, na CIC, nas tardes dos dias 26 a 28 de janeiro. As inscrições são gratuitas e estão abertas no espaço, de terça a domingo das 9h às 18h.

A oficina Jogos Teatrais como estímulos na formação de leitores será conduzida pelo arte-educador Victor Carlim. Com alegria e diversão, serão ensinadas técnicas de cena que estimulam a integração com os outros, consigo mesmo e com o universo de histórias clássicas, repleto de reflexões sobre natureza, vida e paixões.

Jogos teatrais, trechos de textos literários e processos criativos de construção de história serão os principais conteúdos trabalhados. A intenção é proporcionar uma nova percepção do público sobre como as histórias criam o que vemos no mundo e abrir os olhares para diferentes culturas.

Facilitador

Mestrando em Artes, Victor Carlim é ator e professor de artes. Com ênfase em teatro, em exercício desde 2012, estuda as relações de teatro, improviso e comédia desde 2015. Possui sua pesquisa e experiência voltada para a comédia,inserções de outras linguagens no trabalho do ator e modalidades de mediação artística para o espectador contemporâneo. Em meio a isso, estuda e desenvolve projetos de arte-educação e roteiros cinematográficos de forma independente.

Serviço:

Oficina gratuita de teatro
Jogos teatrais como estímulos na formação de leitores
de 26 a 28 de janeiro, 14h às 17h

Inscrições:
É grátis!
Bilheteria do Teatro da Vila: de terça a domingo das 9h às 18h.
Local: R. Davi Xavier da Silva, 451 – Cidade Industrial de Curitiba