MARCO LUQUE VOLTA A CURITIBA

Depois do sucesso no ano passado, Marco Luque volta a Curitiba. Um dos integrantes da equipe do “Altas Horas”, na Globo, e da nova temporada do “Vai Que Cola”, do Multishow, o ator e humorista  traz para a capital paranaense seu mais recente espetáculo “1, 2, 3 Testando”, que mistura stand up com apresentações de personagens e improviso. Com realização da Prime, o espetáculo acontece no próximo dia 18 de novembro no palco do Teatro Positivo – Grande Auditório(R: Pedro Viriato Parigot de Souza, 5.300) às 21h15.

Reunindo toda a experiência como ator, humorista, dublador e apresentador, Luque mostrará ao público paranaense várias surpresas e improvisos no show que mistura stand up e personagens populares na tevê e no YouTube. Não ficarão de fora alguns de seus personagens mais carismáticos como Mustafary, um vegetariano preocupado com a sustentabilidade do planeta, que estourou nas redes sociais com seu vídeo sobre o “serumaninho”, um cachorro que o perseguiu em uma praia, o motoboy Jackson Five e seu preciso relato sobre a difícil convivência entre motos e carros nas Metrópoles e o taxista Silas Simplesmente, que incrementou seu táxi para agradar aos famosos.

O espetáculo ainda tem a participação especial do beatboxer Fernandinho Beat Box, talento que já trabalhou com importantes artistas nacionais, como Marcelo D2, Seu Jorge, Marisa Monte e Fernanda Abreu.

Além das presenças de alguns de seus personagens mais carismáticos, como Mustafary, Jackson Five, Silas Simplesmente, entre outros, o show conta com a participação de Fernandinho Beat Box, o beatboxer mais famoso do Brasil.
Os ingressos estão disponíveis e variam de R$40,00 (meia-entrada) a R$150,00 (inteira), de acordo com o setor. Plateia Vermelha – R$150,00 (inteira) e R$80,00 (meia-entrada) / Plateia Azul – R$140,00 (inteira) e R$75,00 (meia-entrada)/ Plateia Amarelo – R$130,00 (inteira) e R$70,00 (meia-entrada)/ Plateia Roxo – R$120,00 (inteira) e R$65,00 (meia-entrada)/ Plateia Laranja – R$110,00 (inteira) e R$60,00 (meia-entrada)/ Plateia Rosa – R$100,00 (inteira) e R$55,00 (meia-entrada)/ Plateia Verde – R$70,00 (inteira) e R$40,00 (meia-entrada). A meia-entrada é válida para estudantes, pessoas acima de 60 anos, professores, doadores de sangue e portadores de necessidades especiais (PNE) e de câncer.  Promoções não cumulativas com descontos previstos por Lei. ***Valores sujeitos a alteração sem aviso prévio. ****Já está incluso o valor de R$10,00 de acréscimo por bilhete referente à taxa de administração Disk Ingressos. É obrigatória a apresentação do documento previsto em lei que comprove a condição do beneficiário, na compra do ingresso e na entrada do teatro. Os ingressos podem ser adquiridos através do Disk Ingressos (Loja Palladium – de segunda a sexta, das 11h às 23h, aos sábados, das 10h às 22h, e aos domingos, das 14h às 20h, –  e quiosques instalados nos shoppings Mueller e Estação – de segunda a sábado, das 10h às 22h, e aos domingos, das 14h às 20h)Call-center Disk Ingressos (41) 33150808 (de segunda a sexta, das 9h às 22h, e aos domingos, das 9h às 18h), na bilheteria do teatro Positivo (de segunda a sexta, das 9h às 21h, e aos sábados, das 9hs às 18hs), na bilheteria do teatro Guaíra (de terça a sábado, das 12h às 21h)  e pelo portal www.diskingressos.com.br.

Mais sobre Marco Luque

Integrante da equipe do programa de entretenimento “Altas Horas”, da Rede Globo, o ator e humorista Marco Luque acaba de estrear na nova temporada do humorístico “Vai Que Cola”, do Multishow. O artista possui um canal no YouTube que possui mais de 850 mil inscrições, e é seguido por mais de 11 milhões de pessoas, estando entre os perfis mais influentes do Brasil e destacando-se pela interatividade sempre bem-humorada com o seu público.

 

Além dos trabalhos na TV e no teatro, Luque também atua em produções cinematográficas. Atualmente, está gravando o seu primeiro longa como protagonista: “O Homem Perfeito”, com direção de Marcus Baldini, contracenando ao lado de Luana Piovani, Juliana Paiva e Sergio Guizé. Ele também estará em “Talvez Uma História de Amor”, de Rodrigo Bernardo, fazendo o papel de melhor amigo do personagem de Mateus Solano. Luque também dublou dois longas animados: “Mortadelo & Salaminho – Em Missão Inacreditável” e “Cegonhas – A História Que Não Te Contaram”, ambos em exibição nos cinemas.

 

SERVIÇO:
MARCO LUQUE – “1,2,3 Testando”
Quando: 
18 de novembro de 2017 (Sábado)
Local: Teatro Positivo – Grande Auditório (R. Pedro Viriato Parigot de Souza, 5.300)
Horários: Abertura do teatro: 20h15 /Início do espetáculo: 21h15
Duração do show: 
cerca de 90min
Ingressos: variam de R$40,00 (meia-entrada) a R$150,00 (inteira), de acordo com o setor.
Plateia Vermelha – R$150,00 (inteira) e R$80,00 (meia-entrada);
Plateia Azul – R$140,00 (inteira) e R$75,00 (meia-entrada);
Plateia Amarelo – R$130,00 (inteira) e R$70,00 (meia-entrada);
Plateia Roxo – R$120,00 (inteira) e R$65,00 (meia-entrada);
Plateia Laranja – R$110,00 (inteira) e R$60,00 (meia-entrada);
Plateia Rosa – R$100,00 (inteira) e R$55,00 (meia-entrada);
Plateia Verde – R$70,00 (inteira) e R$40,00 (meia-entrada).
A meia-entrada é válida para estudantes, pessoas acima de 60 anos, professores, doadores de sangue e portadores de necessidades especiais (PNE) e de câncer. Promoções não cumulativas com descontos previstos por Lei.
***Valores sujeitos a alteração sem aviso prévio.
****Já está incluso o valor de R$10,00 de acréscimo por bilhete referente à taxa de administração Disk Ingressos.
 É obrigatória a apresentação do documento previsto em lei que comprove a condição do beneficiário, na compra do ingresso e na entrada do teatro.
Forma de Pagamento: Dinheiros e cartões de crédito/débito Visa e Mastercard.
Pontos de Venda: Disk Ingressos (Loja Palladium – de segunda a sexta, das 11h às 23h, aos sábados, das 10h às 22h, e aos domingos, das 14h às 20h, –  e quiosques instalados nos shoppings Mueller e Estação – de segunda a sábado, das 10h às 22h, e aos domingos, das 14h às 20h)Call-center Disk Ingressos (41) 33150808 (de segunda a sexta, das 9h às 22h, e aos domingos, das 9h às 18h), na bilheteria do teatro Positivo (de segunda a sexta, das 9h às 21h, e aos sábados, das 9h às 18h), na bilheteria do teatro Guaíra (de terça a sábado, das 12h às 21h)  e pelo portal www.diskingressos.com.br.
**Entrega em domicílio com taxa de entrega.
Classificação etária: Livre
Informações p/ o público: (41) 33150808 / 33173283 / www.maisumadaprime.com.br
Realização:  Prime

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Em Brasília, Ratinho Junior defende modelo de pedágio baseado na menor tarifa

[ad_1]

O governador Carlos Massa Ratinho Junior defendeu nesta semana, em reuniões com o presidente Jair Bolsonaro e com o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas, a necessidade da implementação de um modelo de pedágio que respeite o anseio da sociedade paranaense pela menor tarifa, sem outorga. 

O Ministério de Infraestrutura estudará as mudanças sugeridas pelo Paraná e apresentará um novo modelo. A ideia é que o novo projeto seja justo com o desejo dos paranaenses.

A intenção, ressaltou o governador, é nortear a concessão dos 3.327 quilômetros de rodovias que cortam o Paraná em torno de duas diretrizes: maior número de obras e menor valor de tarifa cobrada do usuário. Os atuais contratos de pedágio terminam em novembro deste ano.

“O governo federal deve fazer mudanças e apresentar uma nova proposta ao Paraná. Reforçamos o desejo de todos os paranaenses por uma tarifa mais baixa, com a execução de obras e que o leilão ocorra na Bola de Valores de São Paulo, com a maior transparência possível. Esse é o nosso compromisso com a infraestrutura do Paraná”, destacou Ratinho Junior.

As propostas apresentadas pelo governador estão alinhadas ao modelo proposto pelo G7, grupo das principais entidades do setor produtivo paranaense, que entregou ao Ministério da Infraestrutura documento solicitando alterações no modelo de pedágio proposto para o Paraná.

Os empresários pedem que a licitação da concessão seja pela menor tarifa, sem limite de desconto; garantia de execução das obras por meio de depósito caução; adequação no degrau tarifário das pistas duplicadas; a desoneração do PIS/Cofins que incide sobre as tarifas de pedágio; e a transparência total no processo.

“Junto com o setor produtivo e lideranças locais, o Governo do Paraná defende um modelo que contemple o que a população nos exige: o menor valor na tarifa de pedágio”, afirmou o secretário de Estado da Infraestrutura e Logística, Sandro Alex.

Os novos traçados, segundo demanda do Governo do Estado, estão divididos em seis lotes, mas com desenhos diferentes do atual, já que incluem rodovias que não estavam contempladas até então, como a PR-323, no Noroeste, a PR-280, no Sudoeste, e a PR-092, no Norte Pioneiro. O conjunto de rodovias em projeto é formado por estaduais (35%) e federais (65%).

Sandro Alex reforçou o pedido para que as obras sejam executadas em sua grande maioria nos primeiros anos do contrato. O pacote atual, lembrou ele, prevê a duplicação de 1.783 quilômetros (90% até o sétimo ano do acordo), a construção de 10 contornos urbanos, 253 quilômetros de faixa adicional nas rodovias já duplicadas e de 104 quilômetros de terceira faixa para apoio ao trânsito.

A proposta contempla ainda sinal de wi-fi em todos os trechos de estradas, câmeras de monitoramento e iluminação em LED.

Pagamento do IPVA 2021 será retomando nesta quinta-feira

O pagamento do Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores (IPVA) 2021 será retomado nesta quinta-feira (22), com o início do vencimento da terceira parcela, seguindo a ordem do final das placas até o dia 28 de abril.

No mês passado os proprietários de veículos no Paraná ganharam uma folga no pagamento do imposto. Em razão do acirramento da pandemia da Covid-19, a Secretaria da Fazenda postergou em um mês o vencimento das parcelas.

Assim, as três parcelas restantes tiveram seus prazos adiados em um mês: a terceira, que deveria ser paga em março, teve seu prazo postergado para abril, e assim sucessivamente até a quinta e última parcela, em junho. Enquanto em muitos estados a cobrança já foi feira em sua integralidade, os contribuintes paranaenses ganharam mais três meses para a quitação.

O objetivo do adiamento foi de oportunizar ao contribuinte a manutenção de suas obrigações tributárias com o Estado, considerando a vigência do Decreto nº 4.319, de 23 de março de 2020, que declarou estado de calamidade pública, e as medidas restritivas visando o enfrentamento da emergência de saúde pública do Decreto nº 6.983, de 26 de fevereiro de 2021.

A proposta não acarreta renúncia de receita, mas apenas o deslocamento dos vencimentos parcelados do IPVA 2021. Os demais critérios previstos na legislação, como acréscimos financeiros e quantidade de parcelas permaneceram os mesmos.

COMO PAGAR 

Em dezembro do ano passado, a Secretaria da Fazenda autorizou o pagamento do IPVA 2021 em até cinco parcelas mensais – até então, o parcelamento máximo era de três meses. O aumento das parcelas foi implementado para facilitar a vida do contribuinte paranaense tendo em vista as dificuldades causadas pela continuidade da pandemia do coronavírus.

Importante lembrar que os contribuintes não receberão boleto para efetuar o pagamento, nem qualquer outro tipo de correspondência. Para emitir a guia, basta acessarhttp://www.fazenda.pr.gov.br/ipva. É preciso ter em mãos o número do Renavam, que consta no Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV)

Apenas com o número do Renavam também é possível pagar o imposto diretamente nos caixas ou canais de atendimento de sete bancos credenciados: Banco do Brasil, Itaú, Santander, Bradesco, Sicredi, Banco Rendimento e Bancoop.

A quitação do IPVA é requisito obrigatório para emissão certificado de licenciamento de veículo pelo Detran/PR.

Confira o calendário atual do IPVA 2021.