Madalosso oferece descontos aos clientes que comprovarem vacinação contra Covid-19

Imunizados com a primeira e/ou segunda dose da vacina ganham 10% e 20% de desconto no restaurante

O tradicional restaurante curitibano Família Madalosso promove descontos aos clientes que estão vacinados com a primeira e/ou segunda dose da vacina contra Covid-19. Com a campanha “Família Madalosso diz sim para a vacina”, a partir da próxima quarta-feira (30), os imunizados que apresentarem o comprovante de vacinação ganham 10% com a primeira dose, e 20% na segunda. O desconto se aplica ao valor do rodízio (R$69) e acontece somente nas quartas-feiras, com prazo indeterminado. A promoção é válida exclusivamente para o cliente vacinado. 

Reprodução

Segundo a Família Madalosso, a vacinação é essencial para proteger o organismo contra doenças que ameaçam a nossa saúde em todas as idades, e agora, neste momento, ela é indispensável. Com isso, o restaurante apoia a vacinação em toda a população, além de estimular que outros restaurantes também entrem na campanha — já que o setor da gastronomia foi um dos mais afetados na pandemia. Até agora, 38,69% dos paranaenses foram vacinados com a primeira dose e 12,64%, com a segunda, de acordo o Ranking da Vacinação Contra a Covid-19 no Paraná. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Caso de Covid mais longo do mundo: americana sobreviveu e ficou com a doença por 335 dias

Uma mulher americana, de 47 anos, imunossuprimida após tratar com sucesso um câncer, é o caso de Covid-19 mais longo do mundo. Ela ficou com o vírus no corpo por 335 dias e sobreviveu.

A informação veio de um estudo publicado na plataforma MedRxiv no começo de outubro. A paciente foi infectada pela primeira vez em 2020, e apresentou sintomas leves ou ficou sem sinal da doença por cerca de dez meses.

Ela fez uma série de testes de Covid que sempre voltavam positivos para a doença. Os médicos acreditavam na possibilidade de falsos positivos ou que haviam pedaços pequenos do vírus.

Para ler a matéria completa do Portal Metrópoles clique aqui

Curitiba ultrapassa 1,5 milhão de pessoas vacinadas com ao menos uma dose

Curitiba ultrapassou a marca de 1,5 milhão de pessoas vacinadas. Até esta quinta-feira (21/10), a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Curitiba imunizou um total de 1.502.454 curitibanos com a primeira dose ou a dose única (Janssen) da vacina anticovid.

Ao todo, Curitiba já aplicou 2.801.989 unidades do imunizante, sendo 1.464.245 primeiras doses e 1.232.938 segundas doses; 38.209 doses únicas e 66.597 doses de reforço.

Da população total de Curitiba (estimada em 1.948.626 pelo IBGE), 77,1% já receberam ao menos uma dose do imunizante e 65,2% estão totalmente imunizados contra a covid-19, com as duas doses ou a dose única.

Vacinados com 18 anos ou mais

Entre a população com 18 anos ou mais, 1.403.024 curitibanos receberam a primeira dose da vacina contra o novo coronavírus. Um total de 1.271.029 pessoas acima dos 18 anos já completou o esquema vacinal até esta quinta-feira (21/10). Destas, 1.232.820 pessoas receberam a segunda dose da vacina e outras 38.209 pessoas receberam a vacina em dose única.

Reforço

Curitiba também está aplicando as doses de reforço para quem já completou o ciclo de imunização, nos seguintes grupos: idosos de 70 anos, pessoas imunossuprimidas e profissionais de saúde. Até esta quinta-feira (21/10), 66.597 pessoas desses grupos receberam a dose de reforço.

Adolescentes de 12 a 17 anos

A SMS também vacinou 61.221 adolescentes entre 12 e 17 anos. Destes, 118 já receberam também a segunda dose, sendo do grupo de gestantes abaixo de 18 anos.

Doses recebidas

Até o momento, Curitiba recebeu do Ministério da Saúde, repassadas pelo Governo do Paraná, 3.041.813 doses de vacinas, sendo 1.551.232 para primeira dose, 1.381.340 para segunda dose, 38.975 doses de aplicação única e 70.266 doses de reforço. Nesse montante já estão contabilizados os 5% de reserva técnica.

A reserva técnica é uma medida de segurança, faz parte dos protocolos da logística e é necessária para evitar problemas no fluxo de imunização que possam ser causados por imprevistos eventuais, por exemplo, a quebra acidental de frascos.

O município tem capacidade para vacinar até 30 mil pessoas por dia e o avanço do cronograma de imunização ocorre à medida que as doses são enviadas pelo Ministério da Saúde ao governo estadual, responsável por distribuir os lotes do imunizante aos municípios.

Confira detalhes da vacinação contra a covid-19 no Painel Covid-19 Curitiba.