Guardas Municipais prestam primeiros socorros e salvam bebê de cinco meses

Um bebê de cinco meses, engasgado com leite, foi socorrido por guardas municipais do núcleo Cajuru, na noite desta segunda-feira (27/7). A equipe de guardas fazia patrulhamento preventivo nas proximidades da Unidade de Pronto Atendimento (UPA) Cajuru, por volta das 19h, quando ouviu uma mulher pedindo socorro. 

“A tia segurava a criança desmaiada e aparentando estar sem sinais de respiração. Iniciei o primeiro atendimento, utilizando a técnica de tapotagem e desobstrução das vias aéreas, enquanto nossa equipe acionava os servidores da saúde dentro da UPA”, relata o guarda municipal Ariclenes Jorge Gabriel da Silva, que possui treinamento em primeiros socorros.

Imediatamente, a criança foi encaminhada à emergência médica da unidade de atendimento, distante cerca de 80 metros do local em que foi atendida, na Rua Engenheiro Benedito Mário da Silva.

“Já nos meus braços o bebê voltou a respirar sem maiores complicações”, conta Ariclenes da Silv, que atendeu a ocorrência com os guardas Celso Nunes Dias e Ezequias Xavier Alencar.

A criança passou pelo atendimento médico e passa bem. Foi liberada e já está em casa, com a família.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Mutirão de castração no Cajuru tem distanciamento social e doação de árvores

O Parque dos Peladeiros, no Cajuru, transformou-se em um local de apoio ao meio ambiente. Ainda fechado para as atividades esportivas por causa da pandemia do novo coronavírus, o parque recebe a retomada dos mutirões de castrações de cães e gatos nas regionais, ofertados pela Prefeitura. 

Os mutirões, realizados por meio da Rede de Promoção Animal, foram suspensos em março e retomados com adaptações. A Regional Cajuru é a primeira a receber o novo formato e o Parque dos Peladeiros foi o local escolhido. A expectativa é preencher cerca de 12 mil vagas de cirurgias vaté o fim do ano em vários pontos da cidade.

Mutirões de castração parque dos peladeiros regional Cajuru. Curitiba, 05/08/2020. Foto: Levy Ferreira/SMCS

Novos cuidados

Entre os novos cuidados, o número de cirurgias de castração ofertadas nos agendamentos foi reduzido – no Parque dos Peladeiros, serão, em média, 45 atendimentos diários, de segunda a sexta-feira até o final do mês, para evitar concentração de pessoas no local.

“Buscamos locais que favoreçam o distanciamento social. Aproveitamos que os ginásios estão temporariamente fechados e demos esse novo uso”, destaca a chefe da Rede de Proteção Animal da Prefeitura de Curitiba, Sueli Sasaoka. 

Obedecendo ao pedido de usar máscara de tecido, a cozinheira Elismara da Silva Valencio, 39 anos, levou Lobinha, uma cachorrinha sem raça definida, ao mutirão e aprovou as medidas adotadas. 

“Os cuidados de segurança estão ótimos. Fui a outro mutirão antes da pandemia e tinha muito mais gente. Aqui, o lugar é amplo e todos estão respeitando o distanciamento” falou Elismara.

A protetora de animais Joanaína de Moraes, 40 anos, levou três gatos ao Mutirão no Cajuru e fala que a retomada da ação é um grande apoio para quem atua no cuidado dos bichinhos.

“Nem toda a população tem a consciência de como tratar os animais. A Prefeitura faz muito ao ajudar a controlar a procriação.”

Ação conjunta

Até dia 14 de agosto, todos que agendaram a castração dos animais no Mutirão do Cajuru também podem levar para casa mudas de árvores frutíferas. Serão doadas 400 mudas limoeiros e pés de pitanga, araçá, uvaia, gabiju, cereja e guabiroba. 

A ação faz parte do Desafio 100 mil árvores, lançada pela Prefeitura em setembro do ano passado e nesta quarta-feira (5/8) cumpre, em menos de um ano, a meta de plantar 100 mil árvores em Curitiba. As mudas seguirão sendo ofertadas para deixar a cidade mais verde.

A auxiliar de produção Soeli Rudiak, 45 anos, levou  pés de uvaia, gabiju e guabiroba para plantar em casa e para um amigo.

“Achei interessante essa ideia de levar para casa essas árvores que conheço desde criança”, disse. 

Próximos mutirões

Mais dois mutirões têm início neste mês de agosto. A partir do dia 17, o Bairro Novo recebe o evento. No Pinheirinho, o mutirão começa no dia 24. Boa Vista, CIC, Boqueirão, Santa Felicidade e Portão terão mutirões nos meses seguintes neste segundo semestre. Agendas são abertas sempre no dia 15 do mês anterior, a partir das 12h.

Os tutores e protetores interessados podem fazer a inscrição no site da Rede de Proteção Animal.

*A programação, porém, pode ser revista caso haja agravamento da pandemia da covid-19, conforme determinação das autoridades sanitárias.

Covid-19: veja o que abre e o que fecha em Curitiba

Ontem começaram a valer novas medidas com algumas ampliações nos horários de funcionamento dos estabelecimentos em Curitiba, até o dia 10/8. Nesse vai e vem, a gente acaba até se perdendo  e por isso fizemos um resumo pra te ajudar a não ficar de fora! Confira:⁣

Novos horários:⁣

  •  shoppings podem abrir das 12h às 22h de segunda a sexta e aos finais de semana somente via delivery⁣
  •  comércio de rua das 10h às 20h de segunda a sexta e aos finais de semana somente via delivery⁣
  •  galerias e centros comerciais das 10h às 18h de segunda a sexta e aos finais de semana somente via delivery⁣
  • restaurantes até as 22h de segunda a sábado e nos domingos somente via delivery ou drive-thru⁣
  • mercados somente de segunda a sábado⁣
  •  panificadoras até as 22h de segunda a sábado e até as 18h nos domingos (proibido consumo no local)⁣
  •  feiras de segunda a sexta, proibido funcionamento aos finais de semana ⁣

Proibido:⁣

  •  bares, festas, teatro, cinemas⁣
  •  parques⁣
  • praças esportivas⁣

Transporte público:⁣

continua circulando somente com 50% da sua lotação máxima ⁣

Hotéis, pousadas e resorts:⁣

  • podem funcionar com somente 50% da sua capacidade⁣

Via @oquefazercuritiba