Guaratuba vai ter carnaval em 2022: ‘Por que não fazer?’, questiona prefeito

Vai ter carnaval em Guaratuba, no litoral do Paraná, em 2022. A informação foi confirmada pelo prefeito do município, Roberto Justus (DEM), na manhã desta quinta-feira (25), para a reportagem da Banda B. No ano que vem, a terça-feira de carnaval será no dia 1º de março.

“Por que não fazer o carnaval, se as condições já são favoráveis agora e tendem a serem ainda mais positivas no final de fevereiro e começo de março?” indagou Justus.

O prefeito toma como base os registros da pandemia no município. Segundo Justus, “os números são muito positivos”. Em Guaratuba, conforme declarou, a média de casos é cada vez menor. Ele citou ainda o relaxamento das regras de restrição por parte do governo do Paraná nas últimas semanas.

“Menos de um caso por dia. Nós temos uma vacinação que está beirando os 90% da população e o próprio governo do estado está diminuindo cada vez mais as restrições de prevenção à pandemia. Praticamente a única legislação em vigor no Paraná é a do uso de máscara e álcool em gel, mais nada”, disse.

Justus informou que a prefeitura de Guaratuba iniciou os processos de licitação, para as contratações e organização de toda a programação do carnaval de 2022. Segundo ele, caso os números da pandemia mudem, por conta de uma eventual nova onda de infecções por Covid-19, um comitê de crise da pandemia da prefeitura vai rever este posicionamento.

Para o prefeito, Guaratuba depende da economia gerada pelo turismo do carnaval na cidade e não descartou seguir exemplos de cidades nas quais o turismo depende da festa, como Recife, Salvador e Rio de Janeiro, caso decidam cancelar o evento do ano que vem, como foi neste ano de 2020.

“Aí vamos ver o que está acontecendo e o motivo dessas cidades, que têm um movimento muito forte na sua economia por conta do carnaval, estão abrindo mão dele nesse momento. E aí a gente delibera no comitê de crise de pandemia, que é o foro correto por parte do executivo”, avaia Justus.

Justus lembrou na entrevista que a banda de Guaratuba agita os foliões que vão ao carnaval da cidade há 30 anos, ininterruptamente, apenas com exceção do carnaval de 2020, por conta da pandemia.

O prefeito destacou que a medida adotada em todo país no ano passado, junto às restrições impostas no início da pandemia, interferiram muito na economia do município, que tem tradição de receber turistas no carnaval. Por outro lado, ele acredita ter agido bem ao fechar a cidade.

“Não tivemos nenhum tipo de ressalva em tomar decisões amargas e que impactaram muito a nossa economia no começo da pandemia, e também não teremos nenhum tipo de pudor agora.”

Guaratuba realiza eventos testes antes do Carnaval

Recentemente, Guaratuba promoveu dois eventos com grande público de pessoas que representaram 30 municípios paranaenses, como os Jogos de Integração do Idoso e os Jogos de Aventura e Natureza. Justus garante que os testes tiveram resultados animadores e demonstraram que não é preciso temer uma festa de carnaval, caso não haja uma nova onda de Covid-19.

Segundo ele, os participantes ficaram alojados e tiveram as refeições feitas em ambientes compartilhados, todos estariam vacinados e testados. “Passados 15 dias, não vimos rigorosamente nenhuma alteração nos números, apenas a redução constante dos casos confirmados, números de mortes e tudo o mais.”

A Banda B também está em contato com outras prefeitura do Paraná, como Antonina, Matinhos e Pontal do Paraná, para confirmar sobre a programação de carnaval para 2022.

Informações Banda B

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Fim de semana ensolarado termina com 31 atendimentos ao mar; adolescente de 15 anos morreu

O fim de semana ensolarado, com temperaturas próximas dos 30°C, levou muita gente ao Litoral do Paraná. Assim, o número de incidentes no mar também foi alto, segundo balanço divulgado pelo Corpo de Bombeiros nesta segunda-feira (29). De acordo com os dados, foram 31 atendimentos, com uma morte na cidade de Guaratuba.

A vítima fatal era moradora de Curitiba e estava com a família no Balneário Nereidas. O Corpo de Bombeiros alerta que a área não era atendida por guarda-vidas.

Em Pontal do Paraná, uma adolescente de 13 anos foi socorrida em estado grave após se afogar. Ela foi encaminhada ao Hospital Regional do Litoral.

Segundo o tenente Malaquias, do Corpo de Bombeiros, é fundamental procurar por lugares seguros ao entrar ao mar. “No Litoral do Paraná temos diversas correntes de retorno, então se ele não conhecer a área e ficar preso ao fundo, a probabilidade de afogamento é grande”, descreve.

Os atendimentos do fim de semana aconteceram em Morretes (2), Pontal do Paraná (7), Matinhos (11), Guaratuba (9) e Ilha do Mel (2).

Informações Banda B

Antonina segue Paranaguá e anuncia não realização do Carnaval 2022

A prefeitura de Antonina – no litoral do Paraná – seguiu Paranaguá e também anunciou a não realização do Carnaval 2022. No município, eram esperadas cerca de 60 mil pessoas para participar do evento, mas, por conta da pandemia de Covid-19, foi anunciado o cancelamento. A postagem foi feita por meio das redes sociais.

Mais cedo, Marcelo Roque, prefeito de Paranaguá, anunciou por meio das redes sociais nesta segunda-feira (29) a não realização do Carnaval em 2022. No Facebook, o prefeito disse que o retorno precisa ser gradual e é o “momento de reflexão e cuidado”.

Com a decisão da prefeitura, Paranaguá se tornou o primeiro município do litoral do estado a anunciar que não realizará o evento no ano que vem por conta da pandemia.


As prefeituras de Matinhos e Guaratuba, também no litoral do Paraná, ainda não se manifestaram no sentido de cancelar o carnaval de 2022.


Cancelamentos em São Paulo


Ao menos, 70 cidades do interior de São Paulo já cancelaram os eventos de Carnaval com medo de uma quarta onde de Covid-19.


Ômicron


Uma nova variante vem preocupando cientistas do mundo inteiro, a ômicron. Ela foi descoberta na África do Sul e apareceu já em alguns países.