Governo prorroga medidas restritivas até dia 30, mas abre exceções neste final de semana

O Governo do Paraná prorrogou até o dia 30 de junho as medidas restritivas para enfrentamento da pandemia da Covid-19. O decreto 7.893/2021, publicado nesta sexta-feira (11), abre duas exceções às regras em vigor, exclusivamente nos dias 12 e 13 de junho.

No sábado (12), Dia dos Namorados, bares, restaurantes e lanchonetes poderão estender o funcionamento até às 23h, com no máximo 50% de ocupação. Será permitido o consumo no local, inclusive no sistema de autosserviço (self-service), assim como delivery, drive thru e take away. Após esse horário somente estará liberado o atendimento por delivery.

No próximo domingo (13) o consumo no local fica condicionado a agendamento e nas modalidades delivery, drive thru e take away até as 23 horas.

Também fica autorizada neste final de semana a abertura ao público das instituições de ensino e correlatas, públicas e privadas, que receberão candidatos para a realização do Concurso Público da Polícia Militar do Estado do Paraná e do Exame da Ordem Nacional dos Advogados.

Fora essas duas exceções, o novo decreto mantém as regras em vigor desde o dia 28 de maio. Permanece restrita a circulação de pessoas e de venda e consumo de bebida alcoólica em espaços de uso público ou coletivo depois das 20 horas até as 5h do dia seguinte.

Também continua proibido o funcionamento de comércio e atividades não essenciais aos domingos, o que inclui shopping centers e academias – restaurantes poderão funcionar nos sistemas delivery e take away. 

Nos municípios com mais de 50 mil habitantes, comércio de rua, galerias, centros comerciais e estabelecimentos de prestação de serviços não essenciais podem abrir ao público de segunda à sábado das 9h às 18h, com 50% de ocupação. Cidades menores devem seguir a regulação municipal. Aos domingos e fora do horário autorizado, só é permitido o atendimento na modalidade delivery. 

Os supermercados podem abrir ao público todos os dias da semana, das 8h às 20h, com 50% de ocupação. Não há restrição de horário para entregas. As academias podem funcionar das 6h às 20h, com até 30% de ocupação.

Restaurantes, bares e lanchonetes seguem o horário das 10h às 21h, com 50% do público, de segunda à sábado, podendo atender 24 horas na modalidade de entrega. Aos domingo, apenas nos sistemas delivery e take away. Os museus também estão autorizados a abrir das 10h às 20h, com limitação de 50% do público. 

Serviços e atividades essenciais, como farmácias e clínicas médicas, não terão que atender as regras de toque de recolher e de funcionamento. Os serviços considerados essenciais estão especificados no decreto 4.317, de 21 de março de 2020.

CONCURSOS 

A Prova de Conhecimentos do concurso para contratação de 2,4 mil policiais e bombeiros militares será realizada neste domingo (13). A realização foi confirmada pelo Núcleo de Concursos da Universidade Federal do Paraná. Os candidatos deverão observar as orientações constantes na Cartilha do Protocolo de Biossegurança. São 155 mil inscritos.

A Controladoria-Geral do Estado (CGE) destacou equipes para verificar os locais de prova do concurso da Polícia Militar. Os auditores vão confirmar se as medidas sanitárias foram cumpridas, como distanciamento entre as carteiras e disponibilização de álcool em gel.

Entre os participantes dessa verificação, estará o controlador-geral do Estado, Raul Siqueira, que irá pessoalmente a alguns endereços. “Vamos acompanhar o cumprimento do contrato com o Núcleo de Concursos da UFPR, por amostragem, que nos autorizou a averiguação”, disse Siqueira.

Os candidatos que farão o XXXII Exame de Ordem Unificado, seguindo orientação da OAB-PR, também terão que evitar aglomerações. A entrada nos locais de prova será escalonado. A Fundação Getúlio Vargas (FGV), organizadora do exame, e a OAB divulgaram uma Cartilha de Prevenção da Covid-19 com orientações sobre o protocolo de segurança para todos os participantes

DEMAIS ATIVIDADES 

Continuam proibidas as atividades que causem aglomerações, como casas de shows, circos, teatros e cinemas; eventos sociais e atividades correlatas em espaços fechados, como casas de festas, de eventos, incluídas aquelas com serviços de buffet; os estabelecimentos destinados a mostras comerciais, feiras, eventos técnicos, congressos e convenções; casas noturnas e correlatos; além de reuniões com aglomeração de pessoas.

As práticas religiosas devem atender a Resolução 440/2021 da Secretaria da Saúde, publicada em 26 de fevereiro, que orienta templos, igrejas e outros espaços a adotarem, preferencialmente, o formato virtual. Em casos de atividades presenciais, os locais devem respeitar o limite de 35% da ocupação.

FISCALIZAÇÃO 

O governo irá apoiar medidas mais rígidas adotadas pelos municípios. Por determinação do governador Carlos Massa Ratinho Junior, a Secretaria de Estado da Segurança Pública irá atuar para o cumprimento integral do decreto e das normativas municipais. As forças de segurança estaduais vão reforçar as vigilâncias municipais da saúde para coibir festas clandestinas, aglomerações e eventos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Paraná volta a ter mais de seis mil casos em 24 horas e confirma 294 mortes pela covid-19

A Secretaria de Estado da Saúde divulgou nesta quarta-feira (16) mais 6.351casos confirmados e 294 mortes pela Covid-19 no Paraná. Os números são referentes aos meses ou semanas anteriores e não representam a notificação das últimas 24 horas. Os dados acumulados do monitoramento da doença mostram que o Estado soma 1.156.632 diagnósticos e 28.683 óbitos.

Os casos confirmados divulgados nesta quarta-feira são de janeiro (261), fevereiro (191), março (627), abril (632), maio (563) e junho (3.606) de 2021, e dos seguintes meses de 2020: março (1), abril (10), maio (5), junho (32), julho (70), agosto (105), setembro (27), outubro (23), novembro (63) e dezembro (135).

INTERNADOS – O informe relata que 2.717 pacientes com diagnóstico confirmado estão internados. São 2.032 em leitos SUS (957 em UTI e 1.075 em enfermaria) e 685 em leitos da rede particular (363 em UTI e 322 em enfermaria).

Há outros 3.092 pacientes internados, 1.163 em leitos UTI e 1.929 em enfermaria, que aguardam resultados de exames. Eles estão na rede pública e rede particular e são considerados casos suspeitos de infecção pelo Sars-CoV-2.

ÓBITOS – A Secretaria da Saúde informa a morte de mais 294 pacientes. São 117 mulheres e 177 homens, com idades que variam de 19 a 100 anos. Os óbitos ocorreram de 29 de junho de 2020 a 15 de junho de 2021.

Os pacientes que foram a óbito residiam em Curitiba (38), Foz do Iguaçu (33), Telêmaco Borba (12), Londrina (9), Maringá (8), Ponta Grossa (8), Guarapuava (7), Paranaguá (7), Ibaiti (6), Medianeira (6), Arapongas (5), Paranavaí (5), Campina da Lagoa (4), Fazenda Rio Grande (4), Nova Olímpia (4), Santo Antônio da Platina (4), Campo Mourão (3), Cascavel (3), Colombo (3), Faxinal (3), General Carneiro (3), Paraíso do Norte (3), Pato Branco (3), Pinhais (3), Rolândia (3), Santa Helena (3), Almirante Tamandaré (2), Apucarana (2), Araucária (2), Bituruna (2), Cambira (2), Campo Magro (2), Cruzeiro do Oeste (2), Engenheiro Beltrão (2), Francisco Beltrão (2), Imbaú (2), Japurá (2), Mandaguaçu (2), Maripá (2), Palmas (2), Pinhão (2), Piraí do Sul (2), São José dos Pinhais (2), Tibagi (2), Toledo (2), Tomazina (2) e Umuarama (2).

A Secretaria da Saúde registra, ainda, a morte de uma pessoa em cada um dos seguintes municípios: Altamira do Paraná, Alto Paraná, Bandeirantes, Barracão, Bom Sucesso, Campina Grande do Sul, Campo Largo, Cianorte, Cidade Gaúcha, Conselheiro Mairinck, Cornélio Procópio, Coronel Vivida, Cândido de Abreu, Dois Vizinhos, Florestópolis, Guairaçá, Guaraqueçaba, Guaratuba, Honório Serpa, Imbituva, Irati, Itapejara D’Oeste, Ivaiporã, Jaguariaíva, Jardim Alegre, Joaquim Távora, Laranjeiras do Sul, Mandaguari, Marilena, Marilândia do Sul, Matelândia, Moreira Sales, Nova Esperança, Nova Londrina, Nova Prata do Iguaçu, Paiçandu, Palmital, Paula Freitas, Pinhalão, Piraquara, Planaltina do Paraná, Pontal do Paraná, Pérola, Quatiguá, Quinta do Sol, Rebouças, Reserva, Rio Branco do Ivaí, Rondon, Sabáudia, Santa Fé, Serranópolis do Iguaçu, Siqueira Campos, São José da Boa Vista, São João, São João do Caiuá, São Mateus do Sul, Tamarana, Tapejara, Ubiratã, União da Vitória e Uraí.

FORA DO PARANÁ – O monitoramento registra 6.334 casos de residentes de fora do Estado, sendo que 164 pessoas foram a óbito.

Confira o informe completo.

Governo divulga calendário de vacinação contra a Covid-19 para população em geral

O Governo do Estado divulgou nesta quarta-feira (16) o calendário de vacinação contra a Covid-19 para população geral acima de 18 anos. Segundo o levantamento da Secretaria de Estado da Saúde, 3.804.025 paranaenses deste grupo devem tomar pelo menos a primeira dose do imunizante até 30 de setembro.

“Vamos vacinar toda a população do Paraná com pelo menos uma dose até o final de setembro, criando uma imunização importante para proteger as famílias paranaenses. O compromisso do Estado com o apoio dos municípios é acelerar a vacinação e fazer com que a vacina chegue até o maior número de pessoas, no menor tempo possível”, afirmou o governador Carlos Massa Ratinho Junior. 

anúncio formal foi feito pelo governador na segunda-feira (14). A expectativa leva em consideração a manutenção do cronograma do governo federal. Ao todo, 8.736.014 paranaenses devem ser imunizados.

De acordo com a Secretaria de Estado da Saúde, o calendário foi definido a partir da média de envio de ao menos um lote de vacinas por semana ao Estado, por parte do Ministério da Saúde, além da oferta de mais um imunizante, com o envio da vacina da Janssen ao Paraná. A programação do governo federal foi publicada na semana passada.

DATAS – Segundo o calendário do Paraná, a vacinação deve acontecer em ordem decrescente, sucessiva e concomitante com a imunização dos grupos prioritários (conjunto estimado em 4.931.989 pessoas). O Paraná iniciou a imunização da população geral no dia 4 de junho, começando com as idades de 58 a 59 anos.

Na última segunda-feira o Estado abriu a imunização para pessoas acima de 40 anos, visto que alguns municípios já registram aplicações de doses em faixas etárias menores, devido ao número de doses disponíveis em cada cidade e a procura pelo imunizante.

As datas serão as seguintes:

4 de junho a 18 de julho – 59 a 40 anos (fase já iniciada);

19 de julho a 22 de agosto – 39 a 30 anos;

23 de agosto a 19 de setembro – 29 a 20 anos;

20 a 30 de setembro – 19 e 18 anos.

ORIENTAÇÃO – A Secretaria orienta que os municípios devem definir estratégias próprias para cobertura vacinal, podendo expandir a imunização para outras idades, de acordo com a disponibilidade de doses. “Cada cidade deve atuar de acordo com a sua realidade. Se o município tem dose disponível e já finalizou os grupos prioritários em andamento, ele pode pactuar essa diminuição de faixa etária e expandir a imunização para mais pessoas. O pedido do governador Ratinho Junior é acelerar a vacinação”, disse o secretário de Estado da Saúde, Beto Preto.