Governador autoriza obra na principal via de São José dos Pinhais

O governador Carlos Massa Ratinho Junior assinou nesta terça-feira (28) a ordem de serviço para início de recuperação de um trecho de 5,3 quilômetros da Avenida Rui Barbosa, principal via urbana de São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba. O investimento da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas é de R$ 8,64 milhões, a fundo perdido, e complementa as intervenções do Governo do Estado para a revitalização completa da avenida.

Os recursos para nova pavimentação do trecho entre a Rua Margarida de Araújo Franco e a Rua Voluntários da Pátria, no Centro, e entre a Avenida Comendador Franco (das Torres) e a BR-277 inclui serviços preliminares, terraplenagem, base, sub-base, revestimento, meio-fio, sarjeta, serviços de urbanização, sinalização de trânsito, drenagem e ensaios tecnológicos (controle da qualidade do material). A expectativa é de concluir as obras ainda neste ano.

“São José dos Pinhais é uma das maiores cidades do Paraná e há tempos a Avenida Rui Barbosa precisava de uma intervenção urbanística que mudasse a realidade da região. Infraestrutura gera desenvolvimento econômico e social”, disse Ratinho Junior. “O novo pavimento vai modernizar uma área importante e populosa da cidade, além de dinamizar todo o trânsito da Região Metropolitana de Curitiba”.

“Essa pavimentação nova dará mais conforto e segurança para os milhares de motoristas que transitam diariamente pela Avenida Rui Barbosa. É um investimento que complementa a revitalização que o Governo do Estado promove nessa via para melhorar a rotina urbana de São José dos Pinhais”, acrescenta o secretário de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas, João Carlos Ortega.

MAIS OBRAS – A pavimentação se soma à duplicação do trecho Norte, de aproximadamente 1,8 quilômetro, que corta parte do bairro Guatupê, mais populoso do município, entre a BR-277 e a rua Thomaz Carmeliano de Miranda, ligando São José dos Pinhais a Pinhais e Piraquara. A obra também atende uma parte do bairro Afonso Pena, atrás do aeroporto internacional.

O pacote de melhorias inclui, ainda, o novo cruzamento da Avenida Comendador Franco com a Rui Barbosa, obra prevista para a Copa do Mundo de 2014, gerida pela Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec). Os trabalhos consistem no fechamento do vão sobre a Rui Barbosa, abrindo espaço para mais duas pistas na Comendador Franco. O projeto completo vai aliviar o fluxo de veículos de passeio e caminhões ao longo de toda a Rui Barbosa, além de garantir mais segurança aos pedestres e moradores.

PRESENÇAS – Participaram da assinatura o prefeito de São José dos Pinhais, Toninho Fenelon; o secretário de Viação e Obras Públicas do município, Marcos Setim; o diretor-geral da Secretaria de Desenvolvimento Urbano e Obras Públicas, Lúcio Tasso; e o deputado estadual Francisco Bührer.

Box 1

Canaleta da Avenida das Américas é liberada para a população

A canaleta exclusiva para ônibus que liga Curitiba a São José dos Pinhais pela Avenida das Américas foi liberada para uso nesta segunda-feira (27). A obra fazia parta das intervenções urbanas planejadas para a Copa de 2014 e foi retomada pela atual gestão da Comec.

Foram investidos cerca de R$ 5,5 milhões no trecho de aproximadamente 3,4 quilômetros. O aporte contempla semáforos, iluminação pública, pavimentação com a respectiva sinalização vertical (placas) e horizontal (pintura), além de melhorias no calçamento.

A obra traz melhorias para o transporte coletivo com a liberação total da canaleta exclusiva para ônibus ligando os terminais de São José dos Pinhais e Boqueirão, em Curitiba, beneficiando linhas importantes como São José/Boqueirão, Centro São José/Terminal Boqueirão, Aeroporto/Terminal Boqueirão e Terminal Afonso Pena/Terminal Boqueirão, que, juntas, transportam cerca de 19 mil usuários todos os dias.

A via também é dotada de uma tecnologia que permitirá a sincronização dos semáforos com a passagem dos ônibus do transporte coletivo, permitindo que eles tenham prioridade nos cruzamentos e ganhem assim tempo de deslocamento. Com a utilização total da canaleta, este ganho na ligação entre os dois terminais deverá ser de aproximadamente cinco minutos.

Outro destaque é a substituição da iluminação, toda em lâmpadas de LED, com maior eficiência luminotécnica e energética, e que proporcionam maior economia de energia e financeira. O projeto incluiu a instalação de tubulação, fiação, 272 postes e 132 luminárias. A obra contemplou, ainda, a implementação de uma ciclovia de cerca de 2 quilômetros, possibilitando a conexão com a ciclovia da Avenida Marechal Floriano Peixoto, em Curitiba.

Box 2

Intervenções importantes para a RMC seguem em ritmo acelerado

Além das avenidas Rui Barbosa e das Américas, São José dos Pinhais será contemplada com outras obras importantes para a Região Metropolitana de Curitiba. Esse pacotão envolve a finalização de todas as intervenções previstas para a Copa de 2014, além de uma grande obra da Sanepar no sistema de captação de água atender 650 mil habitantes. Todas serão entregues em 2020.

As obras da Copa são geridas pela Coordenação da Região Metropolitana de Curitiba (Comec). Uma delas é a ponte sobre o Rio Iguaçu, continuação da Avenida Senador Salgado Filho, que liga São José dos Pinhais com o Uberaba, em Curitiba. Quando totalmente implementada, a ponte possibilitará que a avenida funcione como uma via marginal da Avenida Comendador Franco (das Torres), e trará mais segurança também aos que desejam acessar o Parque São José, na entrada da cidade.

A trincheira da Rua Arapongas é outra obra em andamento e permitirá o acesso rápido do bairro Afonso Pena ao Centro de São José dos Pinhais, descongestionando o tráfego na Rua São José, grande gargalo urbanístico da região. Já a conclusão das calçadas no cruzamento da Avenida das Torres com a Rua Maringá trará mais segurança aos pedestres que transitam pela região.

A Sanepar mantém em bom ritmo as obras da Barragem do Miringuava. Com investimentos de R$ 160 milhões, a barragem vai incrementar 38 bilhões de litros de água na reservação do Sistema de Abastecimento Integrado de Curitiba (Saic), formado pelas barragens Iraí, Passaúna, Piraquara I e Piraquara II. A capacidade de produção de água do Miringuava passará dos atuais 1.000 litros/segundo para 2.000 litros/segundo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Governo do Paraná propõe R$ 100 milhões para compra de vacina contra o coronavírus

O Governo do Estado apresentou nesta segunda-feira (20) uma emenda ao projeto de lei 248/2020, que dispõe sobre a Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) para o exercício de 2021, para alocar R$ 100 milhões no caixa da Secretaria de Saúde para aquisição de vacinas contra o novo coronavírus.

A iniciativa foi determinada pelo governador Carlos Massa Ratinho Junior e apresentada para a Assembleia Legislativa para assegurar recursos para a compra futura da medicação, que atualmente passa por fase de testes de eficácia em estudos de diversos laboratórios. “Estamos trabalhando com planejamento e nos antecipando. É mais uma medida para proteger os paranaenses”, afirmou o governador.

De acordo com o chefe da Casa Civil, Guto Silva, a expectativa é que a vacina esteja disponível no início de 2021 e o Paraná já estará apto a iniciar o processo de aquisição. “Ainda não temos uma vacina testada e comprovada no mercado, mas evitamos entraves burocráticos. Assim que tivermos uma resposta definitiva da ciência, o Paraná terá agilidade para adquirir as vacinas”, afirmou o chefe da Casa Civil.

A proposta foi entregue ao presidente da Assembleia, deputado Ademar Traiano, e será encaminhada para a Comissão do Orçamento, que já avalia outras 124 emendas apresentadas pelo Poder Executivo e pelos 54 deputados estaduais. “Ainda não votamos a LDO. Essa proposta tem o objetivo de fazer uma emenda, um remanejamento orçamentário para garantir recursos para a compra de vacinas”, acrescentou Traiano. “É uma precaução importante diante do cenário atual da pandemia”.

Confira o vídeo que o Governador Ratinho Junior publicou em suas redes sociais:

PRIORIDADE – Segundo o líder do Governo na Assembleia, deputado Hussein Bakri, a proposta será encaminhada com prioridade. “A emenda mostra que a Secretaria de Saúde está se preparando para o momento em que o mundo tiver uma vacina contra o novo coronavírus. Garantiremos recursos para atender os paranaenses assim que a ciência conseguir disponibilizar um método eficaz”, disse o deputado.

LDO – O Governo do Estado encaminhou a Lei de Diretrizes Orçamentárias para o exercício de 2021 em abril deste ano. A peça prevê uma arrecadação total de R$ 47,7 bilhões, valor 3,1% maior do que o estimado para 2020, de R$ 46,2 bilhões – estimativa que não deve ser correspondida diante da queda de arrecadação, que já alcançou R$ 1,5 bilhão.

A LDO para o próximo ano já prevê uma queda de R$ 2,1 bilhões na receita tributária do Estado, passando de R$ 38,9 bilhões para R$ 36,8 bilhões.

Todas as emendas já apresentadas estão com o relator da LDO, deputado Tiago Amaral, para elaboração do documento final que será votado pela Comissão do Orçamento. Como não haverá recesso em 2020, por decisão da Mesa Diretora da Casa, os deputados terão mais prazo para votar o texto em plenário.

Volkswagen/Audi doa mais de 10 toneladas de alimentos para Assistência Social de SJP

A Secretaria de Assistência Social de São José dos Pinhais recebeu na tarde da última sexta-feira (17) a doação de mais de 10 toneladas de alimentos que foram arrecadados pelos funcionários da Volkswagen/Audi em uma ação social promovida dentro da montadora.

No total foram arrecadados 37,5 toneladas de alimentos que foram destinados para dez entidades assistenciais de Curitiba e Região Metropolitana – sendo que mais de 10 toneladas deste montante foram destinados ao município que está atendendo as famílias carentes que sofrem com a crise financeira consequência da pandemia por Covid-19.

De acordo com a Secretaria de Assistência Social, até agora 9.500 famílias foram contempladas com cestas básicas, sendo parte adquirida pelo município e parte conseguida através das doações de empresas parceiras.