terça-feira, fevereiro 27, 2024
spot_img
InícioNotíciasPolíticaGeração Atitude 2023 encerra com visita ao Tribunal de Justiça e passeio...

Geração Atitude 2023 encerra com visita ao Tribunal de Justiça e passeio por Curitiba – De olho nos deputados


O último dia da Caravana da Cidadania, etapa final do programa Geração Atitude, começou com os participantes conhecendo o Poder Judiciário com a visita ao Palácio da Justiça, sede do Tribunal de Justiça desde 1962, e destaque para a biblioteca Desembargador Hugo Simas, o Museu da Justiça e o Auditório do Pleno.

A secretária da segunda-presidência do Tribunal de Justiça, Aline Batista Pereira, recepcionou os estudantes e professores e comentou sobre a visita guiada. “Nesta visita, eles aprenderam a história do Tribunal de Justiça. Contamos um pouco sobre o prédio que é tombado pelo patrimônio Histórico, sua construção, a formação do Judiciário Paranaense e também como são realizados os julgamentos, como são as composições dos fóruns, conceitos de justiça e tiramos dúvidas sobre a atuação dos Desembargadores. É um exercício de cidadania como bem propõe o programa Geração Atitude que é de formação cívica de estudos anticorrupção. Aqui os participantes exercem sua cidadania. Buscamos explicar para eles o conhecimento do que é lícito, do que é ilícito, o conhecimento das consequências jurídicas, dos atos de corrupção, tudo isso é muito importante na formação destes alunos”.

Por ser um Tribunal Estadual tem como função julgar todas as causas que não se enquadram na competência da Justiça especializada (Federal, do Trabalho, Eleitoral e Militar). Entre os tipos de demandas recebidas na Justiça paranaense estão a maioria das ações cíveis (indenizações, cobranças, Direito do Consumidor etc.); dos crimes comuns; processos das áreas de Família, Infância e Juventude, Falências e Recuperações Judiciais e Registros Públicos; execuções fiscais dos Estados e municípios etc. Por essa razão, a Justiça dos Estados é considerada a mais próxima do dia a dia dos cidadãos.

O aluno Jonas Jorge Guerra, do colégio estadual Barão do Rio Branco, do município de Inajá, declarou que pretende cursar Direito e destacou a sua alegria em visitar uma das sedes do Judiciário do Paraná. “Decidi cursar Direito porque acredito que é uma forma de ajudar as pessoas e trabalhar pelo bem-estar da sociedade. Uma visita como essa no Tribunal de Justiça só confirma minha escolha na profissão”.

Unilivre, Tanguá e Jardim Botânico

No período vespertino, estudantes e professores concluíram a Caravana da Cidadania com um passeio por alguns pontos turísticos de Curitiba. A primeira parada foi na Universidade Livre do Meio Ambiente (Unilivre) situada no Bosque Zanielli, com uma área de 3,6 hectares, foi projetado para proporcionar aos visitantes um contato direto com a Natureza. Toda construída com materiais reciclados, tem por objetivo estimular reflexões sobre a importância da conservação ambiental. Foi inaugurada pelo oceanógrafo Frances Jacques Cousteau em 1992.

Em seguida, a Caravana da Cidadania conheceu o Parque Tanguá, que em tupi-guarani significa “baía das conchas”. Construído em 1996, onde existiam duas pedreiras, estava destinado a ser uma usina de reciclagem e de lixo industrial, mas com objetivo de potencializar a drenagem e evitar cheias na região, além de oferecer um espaço turístico e de lazer, o local foi transformado em parque público.

Para encerrar a edição 2023 do programa Geração Atitude, os participantes visitaram o mais icônico símbolo da capital paranaense, o Jardim Botânico. É o ponto turístico mais visitado da cidade e tem como uma das suas principais atrações, a estufa de 458 m2 que abriga exemplares vegetais naturais e ornamentais da flora da Mata Atlântica.

Inaugurado em 5 de outubro de 1991, seu nome completo é Jardim Botânico “Francisca Maria Garfunkel Rischbieter”, a engenheira Franchette, em reconhecimento à sua pioneira e expressiva contribuição à reurbanização da cidade, a partir da década de 60, trabalhando no Instituto de Pesquisa e Planejamento Urbano de Curitiba (IPPUC), do Município.

Todos os atores envolvidos no Geração Atitude; Assembleia Legislativa do Paraná, através da Escola do Legislativo, Governo do Estado, através da Secretaria de Estado da Educação, o Ministério Público do Paraná e o Tribunal de Justiça do Paraná, mantêm o firme propósito de realizar a nona edição em 2024 fortalecendo os laços com as escolas públicas e contribuindo decisivamente na formação cidadã de todos os participantes.



Leia mais informações no site da Alep

MATÉRIAS RELACIONADAS
- Publi -spot_img
- Publi -spot_img
- Publi -spot_img

As últimas do Busão