Flamengo vence Athletico e larga bem na Copa do Brasil

[ad_1]

Na Arena da Baixada, a noite desta quarta (28) foi de reencontro de rubro-negros. Athletico Paranaense e Flamengo fizeram a partida de ida das oitavas de final da Copa do Brasil desta temporada. O confronto foi uma reedição das quartas de final do torneio de 2019, que teve a classificação do Furacão, e da final da Supercopa de 2020, com o título da equipe carioca. 

Dessa vez o Flamengo saiu na frente mesmo sem forçar muito o ritmo. Até os 19 minutos, quando marcou o gol, o jogo era todo do time do Rio de Janeiro. Quem abriu o placar foi Bruno Henrique, que alcançou a marca de 50 gols com a camisa do Flamengo e fez o décimo quinto na temporada. 

A jogada começou com um cruzamento do lateral-direito Isla. A bola foi na cabeça do centroavante Pedro. Ele dividiu com o goleiro Santos, a bola foi na trave e caiu no pé do Bruno Henrique que só empurrou para o gol vazio. À frente no placar, o Flamengo administrou a partida. A primeira chegada relativamente perigosa dos donos da casa aconteceu aos 42 minutos. O centrovante Walter cobrou forte uma falta. E o goleiro Hugo Souza fez boa defesa. No rebote, Reinaldo bateu perto do gol adversário.

Na etapa final, o goleiro Hugo foi a estrela. Aos 10, Nikão ganhou do zagueiro Léo Pereira e rolou para Walter. O centroavante finalizou e o goleiro flamenguista fez uma grande defesa. Aos 18, mais uma grande defesa depois do Reinaldo invadir a área carioca e finalizar rasteiro. Depois, ele pegou um pênalti. A infração do lateral-esquerdo Renê sobre Léo Cittadini foi confirmada pelo árbitro Ricardo Marques Ribeiro após chamar o auxílio do VAR. Hugo pulou no canto direito e fez uma bela defesa. Foi o primeiro pênalti defendido pelo garoto no time profissional do Flamengo.

As duas equipes voltam a se enfrentar na quarta-feira (4), às 21h30, no Maracanã. O Furacão precisa vencer para ter chances. Qualquer vitória por um gol dos paranaenses leva a decisão aos pênaltis.

Corinthians perde

Na Neo Química Arena, a noite de quarta teve outro duelo de abertura das oitavas de final. O jogo envolveu o Corinthians, que vive uma temporada de muita instabilidade, e o América Mineiro, embalado pela vice-liderança na Série B. E quem se deu bem foi a equipe que busca retornar à elite do futebol brasileiro.

Nos primeiros 45 minutos, os dois times apresentaram muita vontade, mas ficaram devendo inspiração. Os paulistas tiveram mais posse de bola, só que a primeira boa oportunidade do Timão só veio aos 22 minutos. Depois do escanteio batido por Cazares, a bola bateu no zagueiro Messias do América e ia em direção ao gol. Mas, Diego Ferreira, bem posicionado, afastou quase sobre a linha. 

Aos 26, foi a vez do América chegar. Em boa jogada, Ademir foi no fundo e cruzou. Só que o lateral alvinegro Fagner acompanhou bem a jogada e evitou a conclusão de Felipe Azevedo.

Na etapa final, o cenário do jogo mudou pouco. O América reclamou pênalti quando Ademir invadiu a área, dividiu com Marllon e caiu na área aos 8 minutos. O árbitro Rodrigo Dalonso Ferreira mandou seguir. 

O próximo lance digno de registro veio só aos 43 minutos de jogo e foi o gol dos visitantes. O atacante Marcelo Toscano aproveitou a falha do goleiro Cássio, que saiu jogando errado. O artilheiro recebeu um bom passe de Neto Berola e não desperdiçou a oportunidade. Fez o único gol da noite de futebol em São Paulo.

A partida de volta acontece na quarta-feira (4), às 21h30, na Arena Independência, em Belo Horizonte. Com o gol fora não é critério de desempate na Copa do Brasil, para avançar nos 90 minutos, o Corinthians precisa vencer por dois gols de diferença. Qualquer vitória mínima do Timão leva o jogo aos pênaltis.

Veja aqui a tabela da Copa do Brasil


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

3 milhões de paranaenses estão completamente vacinados contra a Covid-19

O Paraná atingiu nesta quarta-feira (25) o marco de 3.058.806 milhões de pessoas completamente imunizadas contra a Covid-19. Elas receberam imunizantes de dose única ou segunda dose, completando seu ciclo vacinal. O número corresponde a 35,07% da população paranaense com mais de 18 anos, estimada em 8.720.953 pessoas.

“Estamos muito felizes em ver o Paraná salvando vidas ao avançar na vacinação contra o coronavírus. Nesta semana, batemos o marco das 10 milhões de doses aplicadas e de 3 milhões de pessoas totalmente imunizadas. Isso vai criando um escudo imunológico cada vez maior, e fazendo com que caiam os números de internamentos e de casos mais graves de Covid-19”, ressaltou o governador Carlos Massa Ratinho Junior.

Dos que foram totalmente vacinados, 10,3% receberam a dose única da Janssen (Johnson & Johnson) — o equivalente a 316.022 pessoas. Os outros 2.742.784 receberam a segunda dose de seus respectivos imunizantes: 44% da Coronavac (Instituto Butantan/Sinovac), 41,7% com doses da AstraZeneca/Fiocruz/Oxford, e 3,9% com vacinas Comirnaty (Pfizer/BioNTech). Os dados são do Vacinômetro do SUS. 

Além destas, o Paraná também aplicou 7.139.695 primeiras doses. No total, foram 10.198.501 doses administradas em todo o Estado desde o início da campanha de imunização, em janeiro. Atualmente, 85,5% dos paranaenses adultos receberam ao menos uma dose (D1 ou DU). A meta da secretaria estadual da Saúde é chegar a 100% até o fim de setembro.

“A segunda dose é fundamental para garantir o esquema vacinal completo e a possibilidade efetiva da imunização do organismo, combatendo novas variantes. É importante que cada cidadão seja responsável e tome esse reforço na data correta. Essa é uma atitude não apenas de cuidado próprio, mas também coletivo”, ressaltou o secretário estadual de Saúde, Beto Preto.

Perfil de vacinados

Entre os imunizados com D2 ou DU, o grupo que mais concluiu o ciclo vacinal, em números absolutos, foram as pessoas de 60 a 64 anos (459.304 pessoas), seguidas pela população geral de 18 a 59 anos (415.383), pessoas de 65 a 69 anos (408.628), trabalhadores de saúde (359.921) e pessoas de 70 a 74 anos (300.933). Além disso, os imunizados são, em sua maioria, mulheres, correspondendo a 55,9% do total.

Ginásio da Praça Oswaldo Cruz vai receber competição nacional de basquete

A partir desta segunda-feira (23), Curitiba vai receber os jogos da 2ª etapa do Campeonato Brasileiro Interclubes – LDB Sub-22. A quadra coberta do ginásio do Centro de Esporte e Lazer Dirceu Graeser, na Praça Oswaldo Cruz, será palco dos jogos nacionais de basquete.

Todas as partidas serão sem público e os atletas farão testes durante o período da competição para identificar casos positivos da covid-19. Essa é a principal competição nacional de basquetebol na categoria até 22 anos, promovida pela Liga Nacional de Basquete (LNB). 

Os jogos terão transmissão ao vivo pelo site da Liga Nacional de Basquete – LNB . Os jogos em Curitiba serão até o dia 27 de agosto. Outras etapas serão feitas em São Paulo e no Rio de Janeiro.

Celebração

A data de início da etapa de Curitiba marca o aniversário de 34 anos da conquista da Seleção Brasileira inédita no basquetebol, com a vitória no jogo final contra a equipe dos até então imbatíveis atletas da Seleção dos Estados Unidos. A cerimônia de abertura contará com a presença de Rolando Ferreira, padrinho da equipe de Curitiba e pivô brasileiro campeão com a Seleção Brasileira em 1987, no Pan-Americano de Indianápolis (EUA).

Equipes

Vão disputar a 2ª etapa do Campeonato Brasileiro Interclubes – LDB Sub-22 as equipes ADRM Maringá, Campo Mourão, Caxias do Sul, União Corinthians e a equipe curitibana do Coritiba Thalia. 

Treino Coritiba Monters_Thalia. Foto: Divulcação Coritiba Monsters

A equipe da capital é uma idealização da Associação Viver Mais, beneficiária do Programa Municipal de Incentivo ao Esporte da Prefeitura de Curitiba, com o projeto Coritiba Monsters, feito em parceria com o Coritiba Foot Ball Club e com o apoio da Sociedade Thalia, Cobertura Nacional, Hospital Novo Mundo e SSW Sistemas.

“Com o avanço da vacinação em Curitiba, os eventos esportivos vão sendo retomados na cidade, seguindo os protocolos sanitários vigentes e todos os cuidados que ainda se fazem necessários”, explicou o secretário do Esporte, Lazer e Juventude, Emilio Trautwein.

Organização

A organização do Campeonato Brasileiro exige a realização de teste em todos os atletas e comissão técnica antes de viajarem para Curitiba, além de ter preparado uma estrutura de “bolha” para receber as equipes, com hotéis e alojamentos preparados para manter o isolamento e distanciamento, bem como espaços para treinamentos com horários exclusivos para cada equipe.

“Com o apoio da Prefeitura, teremos uma estrutura de alto nível, preparada para dar segurança a todos os participantes, com controle de acesso no ginásio, aferição de temperatura e disponibilização de álcool 70% em diversos locais para os participantes”, disse Adair Rocha, presidente da Associação Viver Mais, que reforçou a questão do uso de máscara por todos que não estiverem em jogo na quadra.

Ao longo da semana serão feitas dez partidas entre as equipes, sendo duas a cada dia e com intervalo entre elas, para que as equipes possam deixar o ginásio antes das outras chegarem.

Programação de jogos e horários

23/8 – segunda-feira
14h – ADRM Maringá  X  Campo Mourão
16h15 – Coritiba/Thalia  X  Caxias do Sul

24/8 – terça-feira
14h – Caxias do Sul  X  União Corinthians
16h15 – Campo Mourão  X  Coritiba/Thalia

25/8 – quarta-feira
14h – Caxias do Sul  X  Campo Mourão
16h15 – União Corinthians  X  ADRM Maringá

26/8 – quinta-feira
14h – Campo Mourão  X  União Corinthians
16h15 – ADRM Maringá  X  Coritiba/Thalia

27/8 – sexta-feira
14h – Caxias do Sul  X  ADRM Maringá
16h15 – Coritiba/Thalia  X  União Corinthians