Fiscalização aplica R$ 605 mil em multas no primeiro final de semana da bandeira vermelha

Sob bandeira vermelha, com medidas mais restritivas para o controle da covid-19 na cidade, a  Ação Integrada de Fiscalização Urbana (Aifu) vistoriou 41 estabelecimentos neste fim de semana e 16 locais acabaram interditados. Da noite de sexta-feira (28) até o domingo (30) foram lavrados 57 autos de infração por descumprimento às regras do Decreto Municipal 940/2021.

Mesmo diante do agravamento da pandemia – Curitiba tem hoje cerca de dez mil pessoas com vírus ativo -, as equipes de fiscalização constataram desrespeito às medidas mais importantes de enfrentamento ao novo coronavírus. Registraram falta de distanciamento social e do uso de máscara, participação de reunião com aglomeração ou de atividade restrita, além de descumprimento do toque de recolher. 

Foto: Levy Ferreira/SMCS

Bar, tabacaria, barberaria e sauna

Os locais interditados e autuados foram bares nos bairros Rebouças, São Francisco, Cajuru, Uberaba, além de tabacarias nos bairros Rebouças e CIC e uma barbearia no São Braz. Também tiveram as atividades encerradas e receberam multas uma loja de souvenir no Abranches, casas de jogos no Água Verde e no Centro e um bar e sauna no Uberaba.

A soma dos autos de infração lavrados nos três dias é de R$ 605.900, aplicados tanto para empresários quanto para pessoas físicas. Neste caso, foi a falta do uso da máscara que levou os fiscais lavrarem 38 autos de infração, de R$ 550 cada, para pessoas que se recusaram a usar a máscara mesmo após a orientação do agente. 

Foto: Levy Ferreira/SMCS

Todas as pessoas e empresas autuadas pelo município têm o direito de recorrer no processo administrativo.

Trânsito

Nos arredores dos estabelecimentos vistoriados, agentes da Superintendência de Trânsito (Setran) também fizeram abordagens. Conduta perigosa, tentativa de fugir da blitz, pessoas dirigindo sem Carteira Nacional de Habilitação (CNH) e, ainda, com o documento obrigatório para dirigir vencido, além de irregularidades no estacionamento, foram infrações flagradas por agentes de trânsito durante as Aifus do fim de semana. Foram aplicadas 38 multas, com oito veículos guinchados. 

Equipes integradas

A Aifu é realizada a partir da união de esforços dos fiscais da Secretaria Municipal do Urbanismo, Secretaria Municipal do Meio Ambiente, agentes da Setran, Guarda Municipal, Polícia Militar, Polícia Civil e Corpo de Bombeiros.

Vistorias nos comécios de toda a cidade, bairros e região central, acontecem desde 17 de abril do ano passado, para coibir excessos e averiguar a adequação das empresas e cidadãos as medidas sanitárias necessárias ao enfrentamento do novo coronavírus. A partir de 5 de janeiro, as infrações começaram a ser aplicadas com base na Lei Municipal 15799/2021, que responsabiliza e pune quem descumpre as medidas restritivas de enfrentamento à pandemia.

Desde então, a força-tarefa lavrou 1.417 autos de infração e interditou 650 locais em 2.832 fiscalizações realizadas por fiscais da Secretaria Municipal do Urbanismo (nas Aifus e ações com a Guarda Municipal). Somados os autos chegam a R$ 13.570.750 em multas.

Guarda Municipal

Em ações isoladas (fora das Aifus), guardas municipais aplicaram outros 17 autos de infração na última semana, no valor acumulado de R$ 41.350 em multas. As situações, registradas nas regionais Portão, CIC e Matriz, foram de atividade de bar, falta de máscara, promoção de aglomeração e estabelecimentos funcionando fora do horário permitido.

Desde o início da vigência da lei municipal 15.799, a Guarda Municipal fez 384 autuações. Juntas, elas somam R$ 1.300.100. Foram 66 autuações no valor de R$ 389,8 mil para pessoas jurídicas e 318 autuações no valor de R$ 910,3 mil para pessoas físicas.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Foragido da Justiça é preso na fila de vacinação do Pavilhão da Cura do Barigui

Nesta quinta-feira (22/07), um homem foragido da Justiça foi preso na fila de vacinação do Pavilhão da Cura do Parque Barigui.

Guardas municipais viram o rapaz tumultuando a fila e foram até ele, que se mostrou bastante nervoso e dizia querer se vacinar o mais rápido possível.

O homem estava sem documentos, mas depois de os guardas municipais levantarem seus dados, foi constatado que tratava-se de um foragido da Justiça com um mandado de prisão em aberto. O suspeito de 45 anos já tinha passagens por dano qualificado, roubo e injúria racial.

Foragido da Justiça é preso fila de vacinação do Pavilhão da Cura do Parque Barigui. Foto: Divulgação

Como não tinha documentos, o suspeito não recebeu a vacina e foi conduzido para a Divisão de Vigilância e Capturas, no Centro.

Starbucks anuncia novas unidades nos shoppings Palladium e Jockey Plaza

A Starbucks, em parceria com o Grupo Tleca, anunciou mais duas novas unidades em Curitiba, nos shoppings Palladium e Jockey Plaza.

“Estamos entusiasmados com a chegada da Starbucks ao Paraná e para uma cidade tão moderna e charmosa como Curitiba.  Estamos confiantes de que nossas lojas serão um ambiente acolhedor, onde nossos clientes curitibanos poderão se conectar com amigos e familiares, enquanto tomam uma xícara de café”, celebra Claudia Malaguerra, diretora geral da Starbucks no Brasil.

As obras no Shopping Palladium já foram iniciadas. Já no Jockey Plaza, o projeto arquitetônico ainda está em desenvolvimento.