Filme gravado em Curitiba é indicado para representar o Brasil no Oscar 2022

O filme Deserto Particular, produzido por ex-alunos do curso de Cinema e Audiovisual da Universidade Estadual do Paraná (Unespar), foi indicado na semana passada pela Academia Brasileira de Cinema e Artes Audiovisuais para representar o Brasil no Oscar 2022. O longa-metragem venceu a disputa com outros 15 filmes nacionais.

A obra será avaliada em conjunto com as indicações de outros países e, se aprovada, deve passar por duas etapas: a primeira em uma lista com 15 pré-indicados no mês de dezembro e a segunda, em fevereiro, com os cinco finalistas que concorrerão ao Oscar. 

Premiado no Festival de Veneza 2021, o longa fará sua estreia brasileira na 45ª Mostra Internacional de Cinema em São Paulo, que começa na próxima semana. Em 25 de novembro, chega aos cinemas de todo o País.

O diretor Aly Muritiba, radicado no Paraná, é um dos egressos e destaca a importância do curso na sua formação profissional. “O curso foi de extrema importância para que eu pudesse conhecer profissionais parceiros na minha jornada profissional. Estar em uma universidade pública com professores de qualidade foi determinante para que eu me tornasse um realizador”, explicou.

Outros 15 profissionais que também estudaram na Unespar integram a equipe técnica do filme. Eles fizeram parte da etapa de produção, direção de fotografia, edição e da elaboração do roteiro. O curso de Cinema e Audiovisual é uma das graduações mais concorridas da instituição.

O produtor Antônio Gonçalves Junior, por exemplo, se formou na universidade em 2011. Segundo ele, indústria audiovisual tem talentos incríveis no Paraná.

“Um curso público de cinema é extremamente estratégico para um Estado e para um País. A Coreia do Sul conseguiu fazer com um filme ganhador do Oscar (Parasita) e a série mais assistida da história (Round 6) com investimentos públicos que começaram na década de 90 e hoje estão no seu ápice. Com uma política pública aplicada de forma contínua é possível alcançar mais resultados expressivos”, afirmou.

Para a reitora da Unespar, Salete Machado Sirino, a indicação para a principal e mais relevante premiação da indústria cinematográfica nitidamente representa um diferencial do filme. “O fato de os realizadores dessa obra serem ex-alunos de uma universidade estadual atesta a excelência do ensino e reforça a importância das artes como uma grande área do conhecimento”, afirmou.

REFERÊNCIA – O curso de Cinema e Audiovisual, criado em 2005, é referência nacional na formação produtores, diretores de fotografia, diretores, roteiristas, editores e pesquisadores. Em 2020, o filme Alice Junior, que também tem a participação de estudantes dessa graduação, foi selecionado para uma mostra oficial do Festival de Berlim.

O coordenador do curso, professor Luis Fernando Severo, destaca a projeção que o Oscar proporciona para a produção cinematográfica do Paraná. “A participação dos nossos ex-alunos em premiações é importantíssima, não só para o reconhecimento do curso, mas também para o cinema paranaense. Com isso, conseguimos atrair mais investimentos e novas parcerias. O curso produz materiais de qualidade, contribuindo para a arte e a cultura do Estado”, afirmou.

Segundo ele, a Unespar já formou 400 profissionais para os mercados brasileiro e internacional da sétima arte.

SINOPSE – Deserto Particular será lançado pela Pandora Filmes e também contou com participação da Grafo Audiovisual e da Fado Filmes. O filme tem cenas em Curitiba. Na trama, Daniel é um policial exemplar, mas acaba cometendo um erro que coloca em risco sua carreira. Quando nada mais parece o prender ao Paraná, parte em busca de Sara, mulher com quem se relaciona virtualmente.

Confira o trailer do filme:

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Feirão do Emprego oferta 5 mil vagas neste sábado; trabalhadores têm ônibus de graça

Feirão do Emprego oferta 5 mil vagas neste sábado; trabalhadores têm ônibus de graça. Foto: Ricardo Marajó/SMCS

Trabalhadores que estão em busca de emprego têm uma grande oportunidade de colocação no mercado de trabalho, neste sábado (24/9), quando acontece o Mega Feirão do Emprego da Construção. Durante o evento, promovido pelo Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon-PR) em parceria com a Federação das Indústrias do Estado do Paraná (Fiep) e apoio da Prefeitura de Curitiba, serão ofertadas 5 mil vagas com salários que podem chegar a R$ 9 mil.

O feirão vai acontecer no Centro de Eventos da Fiep, que fica na Avenida Comendador Franco (Avenida das Torres), 1.341, bairro Jardim Botânico, das 8h às 17h. Para facilitar a ida e a volta dos trabalhadores ao local, a Urbs vai oferecer transporte gratuito das 9h às 16h, com saídas de uma em uma hora da Praça Rui Barbosa, no Centro. O ponto será na frente da Casa China.

O Mega Feirão vai reunir construtoras, incorporadoras e prestadoras de serviços interessadas em contratar profissionais que buscam novas oportunidades no mercado de trabalho formal, além de fabricantes da cadeia produtiva.

Oportunidade

No feirão, as pessoas que buscam uma colocação no mercado de trabalho encontrarão na indústria da construção uma oportunidade de uma carreira profissional. Isso porque os organizadores do evento planejam contratar, principalmente, pessoas que não estejam trabalhando e prepará-las para as funções que atualmente têm grande demanda.

O Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai-PR) estará no evento para apresentar os cursos técnicos gratuitos voltados para a indústria da construção. Além das vagas ofertadas pelas empresas, os visitantes poderão se matricular nos cursos profissionalizantes oferecidos pelo Sistema Fiep.

Durante a feira também haverá exposição de produtos e soluções tecnológicas desenvolvidas por fornecedores da indústria construção

Encaminhamento de trabalhadores

Além do transporte gratuito, a Prefeitura irá encaminhar para o evento pessoas que são atendidas pela Fundação de Ação Social (FAS), responsável pelas políticas da assistência social e do trabalho e emprego em Curitiba.

O objetivo é promover a colocação de pessoas atendidas pela fundação no mercado de trabalho da área da construção civil.

O evento terá ainda o apoio da Comec, que vai mobilizar a população da Região Metropolitana, e do Governo do Estado, que orientará as pessoas quanto à documentação (CPF e carteira de trabalho), além de ajudar na divulgação e mobilização na Agência do Trabalhador.

Serviço: Mega Feirão do Emprego

Data – sábado (24/9)

Horário – das 8h às 17h

Local – Centro de Eventos da Fiep (Av. Comendador Franco, 1.341 – Jardim Botânico)

Transporte gratuito – ônibus com saídas de uma em uma hora, da Praça Rui Barbosa, ponto em frente à Casa China

Veja a matéria no site da Prefeitura de Curitiba

Curitiba recebe encontro de gestores de políticas para diversidade

Fernando Ruthes, assessor de Políticas de Diversidade Sexual de Curitiba. - Curitiba, 23/06/2022 - Foto: Daniel Castellano / SMCS

Curitiba recebe na segunda (26/9) e terça-feira (27/9) encontro do Fórum Nacional de Gestores e Gestoras de Políticas Públicas para Lésbicas, Gays Bissexuais Travestis e Transexuais (Fonges LGBT), na Assessoria de Direitos Humanos da Prefeitura, no Centro.

O encontro, exclusivo para convidados, deve reunir cerca de 15 representantes que atuam nos três estados da Região Sul (Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul) e também em São Paulo, Campinas e no Mato Grosso do Sul. A pauta gira em torno da LGBTfobia e o atendimento à população LGBT.

Diretor da Região Sul do Fonges, o assessor de Diversidade Sexual da Prefeitura de Curitiba, Fernando Ruthes, destaca a importância da troca de experiências, como forma de aprimorar cada vez mais as políticas públicas da área.

“O fórum tem um importante papel no aprimoramento das políticas públicas e no fortalecimento da participação dos estados e municípios na definição e implementação de políticas para a população LGBT”, diz ele. “A troca de experiências ajuda a facilitar a operacionalização de políticas, respeitando as diversidades regionais.”

Histórico

O Fonges foi criado em 2011 a fim de subsidiar a formulação de diretrizes e integrar as políticas públicas de estados e municípios.

Reúne 98 órgãos gestores que atuam em todo o país, promovendo também intercâmbio de experiências e articulando ações com os poderes executivos e legislativos.

Desde que foi criado, já foram realizadas oito assembleias gerais – a mais recente ocorreu em junho passado, em São Paulo.

Participantes

Participarão do evento em Curitiba a presidente nacional do Fonges LGBT, Valdirene Santos; o coordenador municipal de políticas para LGBT de São Paulo, Cassio Rodrigo; o subsecretário de políticas LGBT do estado do Mato Grosso do Sul, Leonardo Bastos; gestores estaduais do Rio Grande do Sul, Santa Catarina, Paraná e os gestores municipais de Porto Alegre, Santa Cruz, Cruz Alta, Foz do Iguaçu, Maringá, além de Curitiba.

Veja a matéria no site da Prefeitura de Curitiba