Ferry boat de Guaratuba tem nova operadora e tarifa sobe para R$ 8,90

Começa nesta quarta-feira (7) a nova concessão para explorar a infraestrutura e o transporte aquaviário de veículos e passageiros na travessia da Baía de Guaratuba, serviço conhecido como ferry boat de Guaratuba, no Litoral.

Com a mudança, a nova empresa concessionária deve iniciar uma série de melhorias, que incluem a revitalização do pavimento, drenagem, iluminação e sinalização da área de concessão, implantação de ciclovias, e a reforma e adequação dos quatro atracadouros, incluindo rampas e flutuantes, já a partir deste primeiro ano de contrato.

Também serão revitalizadas edificações da área, incluindo a bilheteria secundária de Guaratuba, nos anos um e dois e nos anos sete e oito do contrato; a bilheteria da Prainha nos anos dois e oito; a lanchonete; Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU); instalações sanitárias; fraldário e área de convivência do lado de Guaratuba nos anos um e, depois, nos anos sete e oito.

A empresa deverá ainda construir uma nova bilheteria principal em Guaratuba, um novo SAU em Prainha, e instalar sistema antiqueda de veículos nas embarcações do DER/PR, ainda no primeiro ano da concessão, com implantação de uma barreira flutuante para contenção de vazamento de óleo prevista para o segundo ano.

A exploração da concessão foi licitada pelo Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR), órgão do Governo do Estado responsável pela travessia.

TARIFA

Com a mudança de concessionária a tarifa básica será reajustada em aproximadamente 20%, para R$ 8,90. O valor vai garantir a operacionalidade da travessia e a execução das melhorias e inovações previstas em contrato.

Continuam isentos do pagamento de tarifa os veículos emplacados e pertencentes a proprietários que residem no município de Guaratuba, para uma viagem de ida e volta, uma vez ao dia, conforme estabelecido na lei estadual n.º 15.749/07. Também terão trânsito livre nas embarcações veículos oficiais do Batalhão de Polícia Rodoviária, do Corpo de Bombeiros e ambulâncias a serviço, das forças militares em instrução ou manobra, e do Governo do Paraná, devidamente credenciados pelo DER/PR e a concessionária.

INOVAÇÕES

A nova concessionária de travessia poderá desenvolver soluções tecnológicas e explorar comercialmente os espaços disponíveis, mediante aprovação do DER/PR.

No caso da venda de bilhetes, por exemplo, podem ser propostas alternativas para a compra via internet ou aplicativo para celular, com o objetivo de reduzir as filas de espera nas bilheterias.

A empresa pode propor a exploração comercial, com abertura de lojas ou colocação de publicidade nos terminais, acessos ou áreas de serviço e lazer. Nestes casos, metade da receita líquida dos contratos será utilizada para reduzir a tarifa da travessia e a outra metade destinada para a concessionária.

Outras novidades na travessia incluem a instalação de um sistema de monitoramento por câmera implantado nas bilheterias, visando fiscalizar os veículos que serão transportados. Isso vai garantir transparência total quanto à contagem e categorização nos embarques, gerando relatórios, ficando disponível para visualização no portal do DER/PR.

PONTE

O edital de licitação da concessão da travessia prevê opções para quando a ponte da Baía de Guaratuba for concluída. Atualmente está em andamento a licitação para elaborar os estudos ambientais e estudos preliminares de engenharia da obra.

Inicialmente a empresa deverá elaborar, com participação do DER/PR, estudos de impacto econômico-financeiro relativos à presença da ponte. Caso eles apontem a inviabilidade de continuar a concessão, ela pode propor a extinção do contrato. Os três ferrys boats do DER/PR ficam disponíveis para serem transferidos à empresa como alternativa para reduzir o impacto econômico-financeiro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Litoral do Paraná vive momento crítico da pandemia; municípios estão em alerta roxo

Os sete municípios do Litoral do Paraná estão em alerta roxo, que indica risco muito alto para contaminação da Covid-19. Segundo a Sesa, em todo o Litoral, 24.696 pessoas já se contaminaram com a doença e 507 vieram à óbito.

Paranaguá, Guaratuba e Matinhos, são os municípios com maior número de casos e mortes.

Em Paranaguá, os imunizantes contra o coronavírus acabaram na manhã de hoje (25). Além disso, o Hospital Regional do Litoral, o único com leitos de UTI para atender todos os moradores dos sete municípios, está com ocupação máxima. Atualmente, não há leitos livres para novos pacientes.

Restrições

Entre as medidas sanitárias adotadas pelos municípios estão as barreiras sanitárias, instaladas em 11 pontos da região. Só podem entrar nas cidades moradores e trabalhadores.

A medida foi adotada para conter o número de visitantes. A recomendação dos órgãos da saúde é que nesse momento as pessoas evitem visitar o Litoral. As barreiras permanecem até o feriado de Páscoa.

Mais informações no G1 Paraná

Grupo de mulheres motociclistas vão distribuir ovos de Páscoa no litoral do Paraná

Uma ação de um grupo de mulheres motociclistas pretende distribuir 250 ovos de páscoa para crianças do Litoral do Paraná, na região de Guaratuba, no bairro do Carvoeiro. A ideia do grupo, que já tem ajudado famílias carentes desde o início da pandemia, e ainda entregar 50 quilos de peixe para os cadastrados no projeto Asas da Liberdade.

“A gente soube que algumas  famílias do litoral estavam sem alimentos no início da pandemia e resolvemos ajudar e depois disso não paramos mais. Já arrecadamos 10 mil toneladas de alimentos e roupas. Todo mês a gente promove uma ação nova e resolvemos encontrar um parceiro para fazer essa entrega dos ovos de páscoa”, conta Thelma Crunnenaue, dona de casa e fundadora do grupo Filhas do Vento e da Liberdade.

Thelma conta que aos 46 anos ganhou uma moto de presente e viajar pelas estradas do Brasil foi uma forma que ela encontrou para superar uma depressão. A partir de então ela resolveu ajudar as pessoas que precisam por onde passava.

Quando será a entrega?

A entrega dos ovos no litoral do Paraná está prevista para quinta-feira ,1º de abril e deve seguir todas as ordens sanitárias por conta da Covid-19.

Informações Banda B