FAS oferece 2.252 vagas em cursos profissionalizantes gratuitos

A Fundação de Ação Social – FAS Trabalho está oferecendo neste mês de agosto 2.252 novas vagas em cursos profissionalizantes gratuitos para a população. São 1.487 vagas em cursos técnicos ofertados pelo programa Liceu de Ofícios, promovidos com recursos próprios do município, e outras 765 em 20 cursos de desenvolvimento comportamental, em parceria com o Centro Integrado Empresa-Escola (CIEE-PR).

FAS Trabalho está oferecendo cursos profissionalizantes gratuitos para a população.
Foto: Cesar Brustolin/SMCS

São 19 opções de cursos técnicos e 20 em cursos comportamentais, com várias turmas ofertadas ao longo do mês e em toda a cidade. O início das aulas é feito em várias datas e dependendo da modalidade, poderão ter de 4 a 160 horas de duração, o que totaliza quase dois meses de aulas.

Os cursos, técnicos e comportamentais, serão feitos em toda a cidade, nas unidades dos Liceus de Ofícios, Ruas da Cidadania, Centros de Referência da Assistência Social (Cras) e Centros de Referência Especializados para a População em Situação de Rua (Centros Pop).

Mais informações sobre os cursos técnicos, como datas, requisitos e documentação, podem ser encontradas no site da FAS.
As inscrições estão abertas e devem ser feitas preferencialmente no portal Aprendere (aprendere.curitiba.pr.gov.br).

Para os cursos da área de desenvolvimento comportamental, os interessados devem se inscrever acessando o site do CIEE-PR (www.cieepr.org.br).

Quem não tem acesso à internet pode se inscrever diretamente nas unidades dos Liceus de Ofícios.

Cursos Técnicos

Auxiliar Administrativo
Auxiliar de Almoxarifado
Auxiliar de Logística
Aperfeiçoamento em Elaboração de Doces
Atualização em Corte e Costura
Costura Industrial
Costura – Máquinas Caseiras
Costura Especialização – Camisa Social
Costura – Especialização Calça Social
Informática Básica
Excel
Word
Montagem e Manutenção de Computadores
Camareiro
Porteiro/Zelador de Edifício
Operador de Processos de Produção
Inspetor de Qualidade
Manutenção de Motores de Motocicletas
Serviços Automotivos

Cursos Comportamentais

A Arte do Bem Falar
Administração do Tempo – Uma Estratégia de Sucesso
Autoconhecimento
Autoestima – Motivação
Auxiliar Administrativo / Planejamento Estratégico Pessoal e Profissional
Auxiliar Administrativo / Telemarketing
Dicas de Entrevista
Empreendedorismo / Dicas para Entrevista
Finanças Pessoais
Iniciação aos Serviços de Secretariais / Técnicas de Organização de Arquivos
Inteligência Múltiplas no Sucesso Pessoal e Profissional
Jogos, Dinâmicas e Vivências Grupais
Linguagem e Comunicação
Matemática Elementar / Projeto de Vida Pessoal e Profissional
Marketing Digital e a Internet
Práticas para a Seleção de Profissionais
Projeto de Vida Pessoal e Profissional
Qualidade no Atendimento ao Público
Rotinas de Departamento Pessoal
Superando a Timidez e Desenvolvendo a Criatividade / Projeto de Vida Pessoal e Profissional

 

Via: Prefeitura de Curitiba

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Gibiteca de Curitiba abre inscrições para 12 cursos da área de ilustração

Estão abertas as inscrições para os cursos regulares da Gibiteca de Curitiba, que serão realizados de março a junho. Foto: Cido Marques/FCC

Estão abertas as inscrições para os cursos regulares da Gibiteca de Curitiba que serão realizados de março a junho. As inscrições podem ser feitas diretamente com os professores (números para contato no fim do texto). 

Durante os cursos, os alunos da Gibiteca terão a oportunidade de aprender com artistas renomados e grande experiência e conhecimento técnico. As mensalidades variam de R$ 90, para os cursos de ilustração digital e animação, a R$ 60, para os demais.

Cursos e os artistas

Mangá: No período da manhã, será ministrado pelo quadrinista João Ferreira, responsável pela HQ As Crônicas de Calavera. Na parte da tarde, a aula é com a ilustradora e quadrinista Raphaela Corsi, autora do livro Sankofa: A História dos afro-curitibanos, lançado no ano passado. Raphaela também ministrará o curso de quadrinhos autorais, com duas turmas.

Ilustração digital: Ministrado pelo ilustrador Marcelo Lopes, terá quatro turmas: às terças-feiras e quintas, ambas das 19h às 21h, e duas aos sábados, das 14h às 16h e das 16h às 18h. Lopes é especialista em ilustração no estilo bico de pena.

Roteiro, produção de HQs: A escritora Mylle Pampuch será a responsável pelas aulas às quartas-feiras. Ela é co-autora de quadrinhos como Zahira: um conto Al-Andalus, Doce Jazz, além da série A Samurai, e autora de livros como o Guia básico e prático de roteiro para histórias em quadrinhos, publicado em 2019.

Animação: Três turmas nas quartas-feiras, será ministrado pelo ilustrador e designer Francisco Gusso, diretor do curta de animação Tango (2016).

Aquarela: Com turmas às quintas-feiras, será ministrado pela artista e professora Micheline Paitra.

Desenho artístico e Desenho artístico para crianças (7 a 10 anos): nas sextas-feiras haverá turmas de manhã e de tarde, e nos sábados pela manhã. Ambos ministrados pela ilustradora Lilian Ávila.

Quadrinhos básico para crianças e Quadrinhos básico: serão ministrados por um mesmo professor, o ilustrador Ariel Dacunha, e terá aulas aos sábados.

Quadrinhos intermediário e Quadrinhos avançado: aulas aos sábados com o artista Francis Ortolan.


Serviço

Mangá

Terça-feira – 10h às 12h

Classificação: a partir de 11 anos

R$ 60/mês

Inscrições com o professor João Ferreira: 99641-2074 (WhatsApp)

Mangá

Terça-feira – 14h às 16h

Classificação: a partir de 11 anos

R$ 60/mês

Inscrições com a professora Raphaela Corsi: 98495-2788 (WhatsApp)

Ilustração Digital

Terça-feira (turma 1); quinta-feira (turma 2) – 19h às 21h

Sábado (turma 3) – 14h às 16h

Sábado (turma 4) – 16h às 18h

Classificação: a partir de 11 anos

R$ 90/mês

Inscrições com o professor Marcelo Lopes: 99683-7699 (WhatsApp)

Oficina de roteiro, produção e auto publicação de HQs

Quarta-feira – 10h às 12h

Classificação: a partir de 11 anos

R$ 60/mês

Inscrições com a professora Mylle Pampuch: 98498-5276 (WhatsApp)

Quadrinhos autorais

Quinta-feira (turma 1) – 10h às 12h

Quinta-feira (turma 2) – 14h às 16h

Classificação: a partir de 11 anos

R$ 60/mês

Inscrições com a professora Raphaela Corsi: 98495-2788 (WhatsApp)

Animação

Quarta-feira (turma 1) – 14h às 16h

Quarta-feira (turma 2) – 16h às 18h

Quarta-feira (turma 3) – 19h às 21h

Classificação: a partir de 11 anos

R$ 90/mês

Inscrições com o professor Francisco Gusso: 9958-0090 (WhatsApp)

Aquarela

Quinta-feira (turma 1) – 16h às 18h

Quinta-feira (turma 2) – 19h às 21h

Classificação: a partir de 11 anos

R$ 60/mês

Inscrições com a professora Micheline Paita: 98441-3994 (WhatsApp)

Desenho artístico

Sexta-feira (turma 1) – 10h às 12h

Sexta-feira (turma 2) – 14h às 16h

Classificação: a partir de 11 anos

R$ 60/mês

Inscrições com a professora Lilian Ávila: 99905-9009 (WhatsApp)

Desenho artístico para crianças

Sábado – 10h às 12h

Classificação: de 7 a 10 anos

R$ 60/mês

Inscrições com a professora Lilian Ávila: 99905-9009 (WhatsApp)

Quadrinhos básico para crianças

Sábado (turma 1) – 10h30 às 12h (04/03 a 29/04)

Sábado (turma 2) – 10h30 às 12h (06/05 a 24/06)

Classificação: de 8 a 10 anos

R$ 60/mês

Inscrições com o professor Ariel Morais Dacunha: 99785-5279 (WhatsApp)

Quadrinhos básico

Sábado – 14h às 16h

Classificação: a partir de 11 anos

R$ 60/mês

Inscrições com o professor: Ariel Morais Dacunha: 99785-5279 (WhatsApp)

Quadrinhos intermediário

Sábado – 14h às 16h

Classificação: a partir de 11 anos

R$ 60/mês

Inscrições com o professor Francis Ortolan: 99535-7206 (WhatsApp)

Quadrinhos avançado

Sábado – 16h às 18h

Classificação: a partir de 11 anos

R$ 60/mês

Inscrições com o professor Francis Ortolan: 99535-7206 (WhatsApp)

Veja a matéria no site da Prefeitura de Curitiba

Atendidos pela FAS aprendem a arte do petit-pavê em Curitiba

FAS: Curso de Calcetaria. Curitiba, 07/02/2023. Foto: Andre Wormsbecker/FAS.

Quatorze homens acolhidos pela Fundação de Ação Social (FAS) participam do curso de calcetaria ofertado pelo programa Liceu de Ofícios e Inovação, em parceria com o Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (Senac).

Esta é a quarta turma do curso que começou a ser oferecido em novembro de 2022 para qualificar pessoas em situação de rua atendidas pelo município para uma área carente de profissionais no mercado de trabalho.

As aulas são realizadas na Praça Solidariedade, Rebouças, onde a Prefeitura mantém um complexo de atendimento a pessoas em situação de rua. As atividades dessa quarta turma começaram no dia 31 de janeiro e vão até a próxima quinta-feira (9/2), de manhã e à tarde.

Os participantes aprendem como construir as famosas calçadas com pedras portuguesas, técnica de pavimentação que em Curitiba também é chamada de petit pavê. A turma aprende também sobre a história desse tipo de revestimento, trazida para Curitiba por imigrantes no início do século 20.

Em Curitiba, o revestimento ganhou desenhos característicos do Movimento Paranista (1903 -1923), liderado por artistas como Lange de Morretes, Domingos Nascimento, Romário Martins, Zaco Paraná e João Turin. Os desenhos podem ser vistos no calçadão da Rua XV, em frente ao Palácio 29 de Março (sede da Prefeitura) e nas praças Osório e Santos Andrade.

Futuros calceteiros

Atendido no Centro de Referência Especializado para a População em Situação de Rua (Centro Pop) Solidariedade e acolhido em um dos hotéis sociais mantidos pela Prefeitura, Ederson Enrique dos Santos, 38 anos, participa do curso e conta que a cada dia gosta mais da atividade. “Eu não tinha interesse, mas fui incentivado pela equipe e acabei participando da primeira reunião e peguei gosto. Penso na remuneração que poderei ter depois de me tornar um profissional qualificado”, conta.

O trabalho artesanal também chama a atenção.

“Vi que a calcetaria é, na verdade, uma arte”, diz Ederson, que foi aprovado no concurso público realizado pela Prefeitura em 2022 para a função de educador social da FAS.

Samuel Pedro, 33 anos, que há um mês é atendido pela fundação na unidade de acolhimento Boqueirão, também participa atento das aulas. “Eu já tenho experiência na construção civil e aqui fiquei sabendo que a calcetaria é uma área que tem pouca gente e uma grande necessidade de mercado”, comenta.

Formatura

O curso de calcetaria tem 39 horas de atividades. Os participantes com mais de 75% de frequência recebem certificado emitido pelo Senac, parceiro da FAS na oferta de cursos profissionalizantes.

No dia 14, os participantes das quatro turmas que concluíram o curso participarão da formatura no Mosteiro Monte Carmelo, que possui uma comunidade terapêutica para dependentes químicos e onde o curso também foi ofertado para duas turmas, em janeiro.

O curso tem como instrutores Valmir Gomes, conhecido calceteiro curitibano que desde 1970 trabalha na construção de calçadas da capital, e o arquiteto e urbanista Fábio Malikoski, doutorando em restauração e conservação de espaços culturais pela Universidade Federal da Bahia.

Para o mestre Gomes, que sempre quis ensinar a técnica milenar, o curso é uma forma de resgatar a profissão.  “Ensinar a calcetaria era o meu sonho, quero deixar o meu legado”, conta.

Além de ensinar a profissão às pessoas em situação de rua, a FAS vem trabalhando para que os novos calceteiros possam ser contratados pelas empresas que prestam serviços à Prefeitura na construção de calçadas e também para outras empresas da cidade que atuam no setor, segundo a diretora de Qualificação e Relações do Trabalho, Melissa Cristina Alves.

Veja a matéria no site da Prefeitura de Curitiba

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com