Exportações da goiaba de Carlópolis crescem 1.142% em dois anos

No primeiro semestre de 2022, os produtores de goiaba de Carlópolis, no norte pioneiro do Paraná, enviaram 65,2 toneladas da fruta para o mercado externo. O número é 1.142% mais alto que no mesmo período de 2020, quando o volume exportado foi de 5,2 toneladas. No mercado interno, as vendas cresceram 50% no mesmo período, segundo a Cooperativa Agroindustrial de Carlópolis (Coac). Os números refletem a visibilidade e notoriedade conquistadas pelos produtores com a Indicação Geográfica (IG) e a certificação Global G.A.P.

Inglaterra, Portugal, Canadá e Oriente Médio são os principais destinos das exportações. A produtora de goiaba certificada e gerente de vendas da Coac, Inês Yumiko Sato Sasaki, diz que as vendas seriam ainda maiores se a produção não tivesse sido afetada pelo clima.

“Só não vendemos mais porque a geada do ano passado nos prejudicou bastante”, justifica.

Inês conta que a comercialização está sendo sustentada pelos produtores que não foram afetados. Em média, a cooperativa tem exportado, por meio de traders, três toneladas de goiaba por semana. Até março, a quantidade média chegava a cinco toneladas, porém, a demanda diminuiu após o início da guerra entre Rússia e Ucrânia.

As certificações, que exigiram uma série de adequações nas propriedades, foram fundamentais para a abertura de novos mercados no Brasil e fora do país, de acordo com Inês.

“Com mais visibilidade e divulgação da goiaba, o nosso trabalho agora é mais valorizado”, afirma.

Retorno animador

Goiaba de Carlópolis ganhou visibilidade nos mercados interno e externo após conquista das certificações de Indicação Geográfica (IG) e Global G.A.P. Crédito: Divulgação/Coac.

Inês salienta que a cooperativa tem demanda para exportação o ano todo pelo mesmo preço de venda, diferente do que ocorre no mercado interno, que sofre oscilações de valor e no volume comercializado. A expectativa é que, a partir de setembro, a cooperativa consiga exportar com valores reajustados e melhorar os rendimentos, já que os custos de adubo, mão de obra e combustíveis aumentaram.

O produtor de goiaba certificado, Rodrigo Cuenca Machado, começou a trabalhar com a fruta há cerca de três anos, como uma forma de diversificar a propriedade, onde só cultivava café. Com 5,2 mil pés plantados, ele afirma que as exportações têm ajudado a manter o preço médio de venda e o faturamento da propriedade, já que o mercado interno não está no melhor momento.

“Se não fossem as exportações, o valor recebido nos últimos meses seria muito menor”, garante. Ele explica que, ao contrário do café, que lhe gera uma renda uma vez ao ano, a goiaba oferece retorno financeiro todos os meses, porque a colheita da fruta ocorre diariamente.

Para o produtor de goiaba certificada, Juliano Bicudo, a melhor definição para a exportação é estabilidade.

“Ainda estamos engatinhando e exportando em poucos volumes. Mas, eu vendo goiaba num preço fixo de janeiro a janeiro. Quando o mercado interno está mediano, vendo aqui a R$ 2,00 o quilo e, lá fora, a R$ 4,00 o quilo”, conta.

Como possui uma lavoura nova e consegue produzir frutas de excelente qualidade, cerca de 50% da produção vai para o mercado externo, o que garante estabilidade no faturamento.

Na opinião do produtor, a busca pelas certificações valeu a pena, pois o mercado tem exigido profissionalização e as conquistas renderam visibilidade nacional e internacional para a goiaba de Carlópolis. Com a grande procura e incapacidade de atender todos os pedidos, Bicudo, que começou com uma lavoura de mil pés e hoje tem 1,6 mil, pretende dobrar a capacidade de produção, a partir do ano que vem, com mais 1,5 mil pés.

O consultor do Sebrae Paraná, Odemir Capello, diz que o selo de Indicação Geográfica (IG) ajudou os produtores na organização das propriedades e gestão do processo coletivo, além de trazer visibilidade para a goiaba por meio das divulgações e participação em feiras nacionais e internacionais.

“Quando iniciamos o projeto da goiaba, a ideia era vender o produto de forma diferenciada e, para isso, criar a certificação. Depois, entendemos que seria importante buscar o mercado externo, por ser mais estável e haver sobra de goiaba na região na época da safra. A goiaba era desvalorizada e jogada fora. Então, propomos certificação Global G.A.P.”, lembra.

Capello destaca que a busca por certificações por pequenos produtores, além de diferenciar o produto, ajuda na gestão das propriedades, reduz custos e garante a sustentabilidade. Mas ele enfatiza que a certificação precisa estar de acordo com o mercado que se quer atingir.

“Todo esse trabalho é feito pelo Sebrae para gerar desenvolvimento para o norte pioneiro do Paraná e tornar a região uma referência em produtos diferenciados do agronegócio”, completa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Spaten lança camarote oficial da Oktoberfest Blumenau 2022 com shows de artistas nacionais

Pedro Sampaio, Pocah, Thiago Martins, Buchecha, Thiaguinho, 3030 e Jeito Moleque são
atrações de peso confirmadas para o Camarote Spaten

Oktoberfest


Faltando menos de 40 dias para o retorno da maior festa alemã das Américas, a Spaten, cerveja oficial da Oktoberfest Blumenau 2022, lança a programação completa de seu camarote, que traz pela primeira vez grandes atrações nacionais.


Com dois andares, terraço, área de shows restrita e ambiente climatizado, o público poderá curtir as apresentações com exclusividade, assim como participar da festividade nos pavilhões, como ocorre nos camarotes dos desfiles das escolas de samba do Rio de Janeiro e São Paulo. O Camarote Spaten abre suas portas às sextas-feiras e sábados, de 7 a 22 de outubro, além da terça-feira, dia 11, véspera de feriado, com shows de artistas nacionais.


“Acreditamos que existem histórias que não se contam, somente se vivenciam. E quem melhor do que Spaten, cervejaria que existe desde 1397 para viver mais uma história com o público? Queremos criar um espaço exclusivo de Spaten onde o público possa viver intensamente a festa, oferecendo muita gastronomia, música e brindando os bons momentos”, comenta Joice Carvalho, head de marketing de Spaten no Brasil.


Alguns dos nomes já confirmados são Pedro Sampaio, Pocah, Thiago Martins, Buchecha,
Thiaguinho, 3030 e Jeito Moleque, e a produção também traz um time de DJs para embalar
a noite.


O espaço conta com um open bar de chope da anfitriã da festa, Spaten, assim como das cervejarias convidadas Cerveza Patagonia, Goose Island e Colorado. Para os fãs de destilados e coquetéis, whisky, vodka e gin importados, além dos não-alcoólicos: energético, refrigerante e água. O menu do camarote também oferece open food especial, com opções veganas e sem lactose, batata chips, sanduíche de salsichão e também os deliciosos pão com bolinho, strudel da Confeitaria Benkendorf e mais opções que serão divulgadas em breve pela produção do evento.


Os ingressos estão disponíveis pelo site www.camarotespaten.com.br, a partir de R$ 600,00, que inclui o acesso à Vila Germânica. O público do camarote terá um receptivo exclusivo para troca dos bilhetes pela camiseta e outros brindes, em local ainda a ser divulgado pela organização.


Serviço
Camarote Spaten – Oktoberfest 2022
Quando: 7, 8, 11, 14, 15, 21 e 22 de outubro
Onde: Vila Germânica, Blumenau (R. Alberto Stein, 199 – 89036-200)
Ingressos: www.camarotespaten.com.br
Notícias: www.instagram.com/camarotespaten
Programação confirmada
07/10, sexta-feira – Pocah
08/10, sábado – Thiago Martins
11/10, terça-feira – Buchecha (véspera de feriado)
14/10, sexta-feira – Thiaguinho
15/10, sábado – 3030
21/10, sexta-feira – Pedro Sampaio
22/10, sábado – Jeito Moleque

Prêmio Destaque Educação está com inscrições abertas para professores que realizaram projetos pedagógicos transformadores

O Prêmio Destaque Educação faz parte da Educa Week, maior evento de educação básica da América Latina. “O objetivo do prêmio é reconhecer projetos educacionais de impacto positivo, com potencial para transformar a vida escolar”, afirma Ismael Rocha, diretor acadêmico da Educa Week. “Acreditamos que divulgando e premiando trabalhos de professores que têm excelência no que fazem, estaremos inspirando outros educadores a aperfeiçoar suas competências e melhorar a educação  nas escolas brasileiras”, completa Rocha.

Na atual edição do Prêmio Destaque Educação, serão 18 categorias, que vão reconhecer tanto professores de escolas públicas como de escolas particulares. Poderão concorrer ao prêmio professores, instituições de ensino, coordenadores e diretores de escolas de educação básica de todo o país. Além disso, Secretarias de Educação e Prefeituras poderão se inscrever respectivamente nas categorias Inovações na Secretaria de Educação e Cidade Educadora.

Para concorrer, é simples: basta enviar um vídeo no formato horizontal com duração de até cinco minutos sobre o projeto, indicando a temática, solução proposta e  resultados obtidos.

Os vídeos participantes serão postados no canal da Educa Week no Youtube. Os finalistas, escolhidos por votação pública, serão avaliados por comissão julgadora. Os vencedores serão conhecidos durante a Educa Week, que acontece entre 10 e 16 de outubro de 2022.

Para professores de escolas públicas, as categorias do Prêmio Destaque Educação são: Inovações Educação Infantil; Inovações anos iniciais; Inovações anos finais; Inovações Ensino Médio; Inovações na Secretaria de Educação, Cidade Educadora (prefeituras), Professor de Educação Infantil; Professor anos iniciais; Professor anos finais; Professor Ensino Médio; Professor Língua Portuguesa; Professor Matemática; Professor Ciências da Natureza; Biologia, Física e Química; Professor de Manifestações Artísticas; Professor de Educação Física; Professor de Línguas Estrangeiras; Professor de Filosofia, Geografia, História e Sociologia; Convivência Positiva: tudo que envolve o bem-estar nas escolas.

Para professores de escolas particulares, as categorias do Prêmio são: Inovações Educação infantil, Inovação anos iniciais, Inovações anos finais, Inovações Ensino Médio, Gestão educacional; Professor educação infantil; Professor anos iniciais; Professor anos finais; Professor Ensino Médio; Professor Língua Portuguesa; Professor de Matemática; Professor de Ciências da natureza: Biologia, Física e Química; Professor de manifestações artísticas; Professor de Educação Física; Professor de Línguas estrangeiras: Inglesa etc; Professor de Filosofia, Geografia, História, Sociologia; Convivência positiva: tudo o que envolve o bem estar nas escolas; Eletivas.

Os primeiros colocados de cada categoria do Prêmio Destaque Educação 2022 vão ganhar bolsas de estudo 100% do curso ‘O Professor na Era Digital’, do Institute of Technology and Education (Iteduc). Além disso, os dez finalistas de cada categoria vão receber certificados.

Para conferir regulamento completo, inscrições e envio do projeto (em vídeo)  para o Prêmio Destaque Educação, basta acessar o link: https://docs.google.com/forms/d/e/1FAIpQLSfP70YrHhrXIu0fCD5-C45dowPhPMmNWlL2ewp8Jr0F1G14jA/viewform

Mais sobre a Educa Week 2022: o evento é considerado o maior movimento de transformação na Educação da América Latina e, em sua sétima edição, vai reunir as maiores autoridades da educação do Brasil e do mundo, durante sete dias. Para essa edição, o evento conta com um formato híbrido, trazendo de volta o contato presencial e uma programação completa. Além disso, o evento conta com a EWx – Academic and Sports Challenge, que reunirá alunos de todo o Brasil participando de atividades como olímpiada de raciocínio lógico, e-games e campeonatos esportivos. Para completar, a quinta edição do Prêmio Destaque Educação irá reconhecer os projetos pedagógicos que estão causando impacto positivo em escolas de todo o país. Confira a programação completa, acessando: https://educaweek.com.br/