Esporte divulga protocolos sanitários dos jogos oficiais do Paraná

A retomada do calendário dos jogos oficiais do Paraná está confirmada. Com as competições, também foram definidos os protocolos sanitários das atividades esportivas no Estado. Nesta quarta-feira (4), a Diretoria de Esportes e a Coordenação de Rendimento, por meio da Superintendência do Esporte, divulgaram osprotocolos dos sete eventos esportivos deste ano.

Os eventos já confirmados são os Jogos da Juventude do Paraná (JOJUPS), Jogos Universitários do Paraná (JUPS), Jogos Abertos do Paraná (JAPS), Jogos Abertos Paradesportivos do Paraná (PARAJAPS), Jogos Abertos de Combate do Paraná (JAPS Combate), Jogos Abertos Master do Paraná (JAPS Master) e Juventude Boa de Bola.

O coordenador de Esporte e Eventos, Emerson Venturini, explica que os protocolos são essenciais para a realização dos eventos. “Foram elaborados pela Paraná Esporte e chancelados pela Secretaria Estadual de Saúde (Sesa). Neles constam as diretrizes a serem respeitadas por todos os envolvidos nos eventos, staff, atletas, dirigentes, arbitragem e toda a comunidade esportiva do estado”, disse.

“Os eventos da Coordenação de Esportes de Rendimento são realizados em parceria com os municípios sede, que terão que cumprir rigorosamente as determinações constantes nos protocolos para assegurarmos a segurança de todos os envolvidos”, acrescentou.

Os protocolos sanitários têm medidas de proteção coletiva e individuais. Também serão necessárias as higienizações e descontaminações nas instalações esportivas e não esportivas.  As competições ainda sofreram adequações, começando com a não permanência de equipes nas cidades-sedes – apenas times que avancem para as finais. 

Outro exemplo é a mudança nas reuniões e os congressos técnicos. Com o protocolo sanitário, eles devem ser programados em plataformas virtuais, de modo a evitar aglomerações. Também há redução das equipes técnicas que acompanham os atletas nos jogos e a presença proibida de público nos locais de competição.

 Nos protocolos sanitários ainda está a rastreabilidade dos participantes. As equipes deverão produzir relatórios com todas as pessoas das delegações, meio de transporte utilizado, hospedagem (em casos necessários), entre outros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Guarda Municipal de Curitiba inspira outros municípios do Paraná

O secretário de Defesa Social e Trânsito, Pericles de Matos e o comandante da Guarda Municipal, Carlos Celso dos Santos Júnior, recebem o prefeito de Pitangueiras, Samuel Teixeira e comitiva. Curitiba, 16/08/2022. Foto: Pedro Ribas/SMCS

Com 36 anos de história, a Guarda Municipal de Curitiba vem inspirando outros municípios do Paraná na formação de suas instituições próprias. Esse é o caso do município de Pitangueiras, no Norte do Paraná. Nesta terça-feira (16/8), uma comitiva formada pelo prefeito Samuel Teixeira e demais servidores visitou a sede da GM e conversou com o comando da corporação.

“Estamos em fase inicial da Guarda Municipal em nosso município, ainda com a votação do projeto de lei em andamento. Por isso, viemos aprender com Curitiba, que é uma referência para adaptar essa estrutura a nossa realidade”, afirmou o prefeito de Pitangueiras.

O secretário municipal de Defesa Social e Trânsito, Péricles de Matos, disse que a capital está à disposição para ajudar nessa criação. “Temos auxiliado municípios de todo o Paraná nessa estruturação, com condições de auxiliar na capacitação desses profissionais por meio do nosso Centro de Formação e orientar quanto à legislação vigente”, destacou Matos.

Segundo o comandante da Guarda Municipal de Curitiba, o inspetor Carlos Celso dos Santos Junior, todas as guardas existentes no Estado passaram por Curitiba.

“Hoje são 34 guardas municipais no Paraná e como somos a primeira temos esse cuidado e carinho em auxiliar nossos irmãos de farda”, disse o inspetor Celso.

Participaram da reunião a diretora do Centro de Formação da Guarda Municipal, inspetora Cleusa Pereira, o coordenador do Centro de Operações da GM, inspetor Gilberto Ramos de Oliveira, e demais representantes da Guarda Municipal e do município de Pitangueiras.

Veja a matéria no site da Prefeitura de Curitiba

Obra requalifica e amplia o Centro de Esporte e Lazer Vila Oficinas

Revitalização e ampliacão do Centro de Esporte e Lazer Vilas Oficinas, no Cajuru. Curitiba/08/08/2022. Foto: Ricardo Marajó/SMCS

A Secretaria Municipal de Obras Públicas da Prefeitura de Curitiba está revitalizando e ampliando o Centro de Esporte e Lazer Vila Oficinas, no Cajuru. Os serviços são para qualificar o espaço que semanalmente atende de 800 a mil pessoas, entre adultos e crianças, em atividades como ginástica, alongamento, pilates, jiu-jitsu, vôlei, futsal, caminhada e corrida.

As obras começaram em maio e estão com aproximadamente 50% dos serviços concluídos, com previsão de finalização em novembro. A área de intervenção predial é de 970,10 m² e os investimentos de R$ 822 mil.

Durante a execução das obras – previstas para serem concluídas em novembro – as aulas acontecem nas canchas e salas da Rua da Cidadania do Cajuru, junto ao Terminal Capão da Imbuia, a cinco quadras do centro

O trabalho

Nesta etapa, as equipes trabalham na troca das telhas metálicas, calhas e rufos. A entrada do equipamento está recebendo vedação com tapume para execução das estacas do novo posicionamento dos gradis.

“É uma obra importante que nos permitirá fortalecer e ampliar o atendimento com atividades de esporte e lazer na região a partir de uma estrutura requalificada que vai assegurar as condições ideais para o desenvolvimento humano e para acolher à população”, diz o prefeito Rafael Greca.

Acessibilidade

Localizado na Rua Nilton João Marchesini, 49, o espaço está recebendo manutenção predial com renovação e ampliação dos banheiros, que terão acessibilidade, nova pintura nas quadras com tinta epóxi, própria para ambientes voltados à prática esportiva por ser antiderrapante, além de um novo estacionamento externo com mais de 300m².

De acordo com o secretário municipal de Obras Públicas, Rodrigo Araújo Rodrigues, já foram concluídas as etapas de demolições, reforços estruturais, alvenarias e lajes para a ampliações dos banheiros e no momento as equipes trabalham nas instalações hidráulicas, elétricas e nos revestimentos de paredes e piso. “As próximas etapas são a troca das telhas da cobertura e a finalização de reparos no estacionamento e pinturas”, explica Rodrigues.

Veja a matéria no site da Prefeitura de Curitiba