Em jogo disputado, Athletico-PR vence o Goiás com golaço de Vitinho

Publicidade
Publicidade

Invicto em 2020 na Arena da Baixada, o Athletico Paranaense recebeu o Goiás pela 2º rodada do campeonato brasileiro de 2020.

Foto: Twitter Athletico Paranaense

O Furacão abriu o placar aos 32′ da primeira etapa em lindo chute de Vitinho da entrada da área. Confira:

O Goiás chegou ao empate com gol de pênalti no final do primeiro tempo, que teve quase 1 hora. Após toque de mão de Thiago Heleno aos 55′, Daniel Bessa deixou tudo igual para os esmeraldinos.

O Athletico voltou a ficar na frente na segunda etapa. Após boa jogada de Nikão, Vitinho deixou Carlos Eduardo livre para empurrar pro fundo do gol.

Placar final: Athletico-PR 2 x 1 Goiás. Com o resultado, o time continua invicto e soma 6 pontos no brasileirão! O próximo desafio do Furacão é contra o Santos, na Vila Belmiro, domingo (16).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Athletico-PR embala na Série A e impede líder Atlético-MG de disparar

Publicidade
Publicidade

O Athletico-PR emplacou a terceira vitória consecutiva pela Série A do Campeonato Brasileiro. Pior para o Atlético-MG, que perdeu a chance de disparar na liderança da competição. Nesta quarta-feira (18), debaixo de muita chuva em boa parte do jogo, o Furacão aproveitou os vários desfalques do Galo por conta da covid-19 e venceu por 2 a 0 no Mineirão, em Belo Horizonte.

O duelo valeu pela sétima rodada do torneio nacional. A partida estava inicialmente marcada para 29 de agosto, mas teve de ser adiada porque, no dia seguinte, o Atlético-MG teria pela frente a final do Campeonato Mineiro. Apesar de permanecer na ponta, com dois pontos de vantagem para o vice-líder Internacional, o time alvinegro possui agora o mesmo número de jogos que os principais concorrentes ao título. Já o Athletico-PR ganhou cinco posições e aparece em 10º, com 25 pontos.

A equipe mineira foi a campo com oito desfalques por conta da covid-19. O técnico Jorge Sampaoli e seu auxiliar, Jorge Desio, também foram contaminados e não puderam comparecer ao Mineirão. Leandro Zago, treinador do time sub-20, dirigiu o Galo nesta quarta-feira. O Galo tentou manter a postura agressiva que lhe é peculiar, mas falhou ao não ser criativo como de costume – e pagou por isso.

O Furacão, que não tinha nada a ver com os problemas do adversário, criou as melhores chances do primeiro tempo e foi para o intervalo em vantagem. O volante Christian recebeu do meia Fernando Canesin e abriu o placar aos 34 minutos. Já aos 45, o meia Nikão finalizou da entrada da área e contou com um desvio no zagueiro Bueno para ampliar o marcador para a equipe paranaense.

O cenário do jogo não mudou na etapa final. O Atlético-MG assustou em finalizações do lateral Guilherme Arana – que estava com a seleção brasileira até terça-feira (17) – e do atacante Eduardo Sasha, mas parou no goleiro Santos. Nos demais chutes, faltou pontaria. Com o rival desorganizado, o Athletico-PR controlou a pressão e só não chegou ao terceiro gol porque o goleiro Everson fez duas boas intervenções em arremates de fora da área.

O Furacão volta a jogar pelo Brasileiro neste sábado (21), às 19h (horário de Brasília), com o Santos, na Arena da Baixada, pela 22ª rodada da competição. No domingo (22), o Atlético-MG enfrenta o Ceará na Arena Castelão, em Fortaleza, às 16h.

Confira a tabela de classificação da Série A do Campeonato Brasileiro.

Flamengo vence Athletico-PR no Brasileirão e entra no G4

Publicidade
Publicidade

Coritiba e São Paulo ficam na igualdade

O Flamengo venceu o Athletico-PR por 3 a 1 na tarde deste domingo (4), no estádio do Maracanã pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. Com este resultado, a equipe carioca chegou à quarta posição, com 21 pontos. Contudo, para permanecer no G4 até o final da rodada, terá de torcer para o Vasco não vencer o líder Atlético-MG ainda neste domingo, no Mineirão. Já o Athletico-PR, com 14, fica com apenas dois pontos de vantagem sobre a primeira equipe dentro da zona do rebaixamento, o Coritiba.

Primeiro tempo sem gols

As melhores oportunidades do primeiro tempo foram criadas pelos paranaenses. Com menos de um minuto de jogo, quase abriram o placar. O goleiro Hugo, do Flamengo, saiu tocando errado. Na sequência, o colombiano Jaime Alvarado acertou a trave. Aos 13, o Furacão voltou a assustar no chute cruzado do lateral-esquerdo Abner, forçando a defesa de Hugo. Em seguida, aos 22, o árbitro Rodrigo Dalonso Ferreira (SC) marcou pênalti para o Furacão em falta sofrida por Carlos Eduardo, no carrinho do zagueiro Gabriel Noga. Entretanto, após ser avisado pelo árbitro de vídeo (VAR) Elmo Alves Resende Cunha (GO), voltou atrás. Isso porque a falta aconteceu fora da grande área. Os rubro-negros cariocas incomodaram somente aos 33, em falta cobrada pelo uruguaio Arrascaeta.

Domínio na etapa final

Os cariocas voltaram com outra postura após o intervalo. Com 1 minuto, Everton Ribeiro, que entrou no segundo tempo, chutou de fora da área, exigindo bela defesa do goleiro Santos. Logo depois, aos 10, Pedro abriu o placar com chute na saída de Santos, que, desta vez, não conseguiu defender. Dois minutos depois, Bruno Henrique cruzou e a bola tocou no braço de Léo Gomes dentro da grande área. O árbitro marcou pênalti. O próprio Bruno Henrique cobrou e marcou o segundo para os donos da casa.

Os visitantes ainda reagiram. Aos 21, Renato Kayzer, de cabeça, descontou para os visitantes. Dez minutos depois, Everton Ribeiro, do Flamengo, deu um banho de água fria no adversário. Em um chute de fora da área do meio-campista, a bola desviou na zaga e enganou o goleiro Santos. Flamengo 3, Athletico-PR 1.

Com esta vitória, os flamenguistas aumentaram a invencibilidade contra o Furacão. Nos últimos seis jogos, foram quatro vitórias e dois empates. A última vez que os paranaenses bateram os cariocas foi no Campeonato Brasileiro de 2018, quando o Athletico-PR venceu por 2 a 1, de virada, no Maracanã.

O Flamengo volta a campo na próxima quarta-feira (7) para fazer outro duelo de rubro-negros, desta vez com o Sport. O confronto será realizado no Maracanã, às 19h15. Já o Athletico-PR recebe o Ceará na quinta-feira (8) às 19h, na Arena da Baixada, em Curitiba (PR).

Igualdade no Couto Pereira

Também pela 13ª rodada do Brasileiro, Coritiba e São Paulo empataram em 1 a 1 em partida disputada, neste domingo (4), no estádio Couto Pereira.

A equipe paulista entrou desligada na partida, e permitiu que o Coxa abrisse o placar aos 5 minutos de jogo. Robson, que já teve passagem pelo São Paulo, cobrou falta com muita categoria por cima da barreira para vencer o goleiro Tiago Volpi.

Com a vantagem no marcador, o time do técnico Jorginho se fechou atrás e segurou o placar até o intervalo. Porém, a equipe comandada pelo técnico Fernando Diniz chegou à igualdade na etapa final. Em cobrança de falta de Daniel Alves, a bola bate no braço de Hugo Moura dentro da área. O juiz assinalou pênalti, que foi convertido pelo lateral Reinaldo aos 23 minutos.

O empate perdurou até o final, resultado que deixou o São Paulo com 20 pontos e o Coritiba com 12.

Na próxima rodada o Coxa visita o Grêmio em Porto Alegre, na próxima quarta (7) a partir das 19h15, no mesmo dia o Tricolor recebe o Atlético-GO, a partir das 20h30, no Morumbi.

Veja a classificação atualizada da Série A do Brasileiro.

Informações Agência Brasil.