Em Curitiba, multas de trânsito podem ser pagas com até 40% de desconto

O motorista curitibano agora pode fazer o pagamento de multa de trânsito com até 40% de desconto. O benefício está acessível pelo site ou aplicativo (Google Play e Apple Store) da Carteira Digital de Trânsito. 

Válida em Curitiba a partir da quinta-feira (17), a iniciativa do Sistema de Notificação Eletrônica é coordenada pelo Departamento Nacional de Trânsito e está prevista no artigo 284 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB). 

A possibilidade estará disponível ao proprietário do veículo que optar pelo sistema de notificação eletrônica sem apresentar defesa prévia nem recurso, reconhecendo o cometimento da infração.

Os descontos serão concedidos somente nos casos em que o cidadão tenha aderido ao Sistema de Notificação Eletrônica antes da data em que cometeu a infração de trânsito. 

“A ferramenta proporciona comodidade e facilidade para acesso, acompanhamento das notificações e status das infrações, bem como para o pagamento das multas”, explica a superintendente de Trânsito, Rosangela Battistella. Para ter direito ao desconto, o pagamento deve ser feito até a data de vencimento da multa. 

Por ter abrangência nacional, o cidadão curitibano cadastrado pode se beneficiar do mesmo recurso para infrações de competência de outros órgãos de trânsito que já tenham aderido ao sistema on-line (como o Detran-PR). 

Como funciona?

Pelo Sistema de Notificação Eletrônica, o cidadão vai clicar no menu “Preferências”, a partir do qual terá a ciência da adesão de todos os veículos de sua propriedade. Optando pelo sistema on-line, o condutor não receberá mais as notificações das infrações impressas e por via postal.

O proprietário do veículo informado passará a ser comunicado eletronicamente acerca das notificações de autuação e penalidade interestaduais. Em seguida, poderá visualizar os detalhes de cada infração e optar pelo seu reconhecimento, com a possibilidade de pagar a infração com até 40% de desconto.

O desconto depende da fase em que se encontra o auto de infração.

Ao realizar o cancelamento da adesão do veículo, o proprietário voltará a ser comunicado de suas notificações de autuação e penalidade para o veículo informado, via postal.

Novos prazos para processos, indicações e pagamentos

Motoristas que foram multados ao longo do ano passado receberam neste primeiro semestre as notificações de imposição de penalidade para multa de trânsito, para pagamentos e recursos. 

“Os novos prazos foram estabelecidos nacionalmente, com suspensão temporária em 2020 em meio ao enfrentamento necessário à pandemia de covid-19. Ressaltamos que todas as notificações de autuação, que precedem a notificação de imposição de penalidade, continuaram sendo enviadas normalmente ao longo do ano passado”, esclarece a superintendente de Trânsito.

Outros serviços

Em Curitiba, a Superintendência de Trânsito (Setran) já oferece a maior parte dos serviços de atendimento ao cidadão on-line, de forma simples e rápida. Pelo site oficial, o condutor que possua documento registrado no Paraná pode fazer emissão de cartão credencial para utilização de vagas exclusivas para pessoas com 60 anos ou mais.

Além disso, todos os proprietários de veículos que recebem uma autuação de trânsito emitida por agentes ou guardas municipais na cidade podem protocolar a indicação de condutor e, também, apresentar recurso de forma on-line.

Outra facilidade é a consulta dos processos de multa e pareceres dos recursos digitais. O cidadão também pode anexar documentos complementares para processos dentro do prazo e ainda não julgados.

Quem precisa de atendimento presencial também pode fazer o agendamento pela internet, com data e horário determinados previamente para evitar filas e não haver demora no atendimento, que segue os protocolos sanitários vigentes para evitar a transmissão da covid-19. 

A informatização e digitalização de todos os processos de indicação de condutor, defesa prévia e recursos de multa eliminou o processo físico e a utilização de papéis dentro da repartição, tornando o serviço mais rápido e eficiente. 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

5 restaurantes de comida italiana em Curitiba

Na próxima segunda-feira, dia 25 de outubro, é celebrado o Dia do Macarrão. A data foi criada em Roma, no ano de 1995, durante o primeiro Congresso Mundial de Macarrão, que reuniu os principais fabricantes de todo o mundo.

Para marcar a data, listamos cinco restaurantes italianos em Curitiba, onde você pode encontrar um cardápio variante, com diversas opções de pratos com macarrão. Confira a lista:

1. Famiglia Fadanelli – Fandanelli é uma tradicional cantina italiana. O cardápio imenso traz receitas clássicas italianas, seleção de vinhos e queijos frios. O restaurante fica na Av. Manoel Ribas, em Santa Felicidade.

2. Ernesto – O restaurante é comandado pelo conhecido chef Dudu Sperandio. O menu reúne massas, risotos e carnes O cardápio até ganhou prêmio na Itália. O restaurante Ernesto fica na rua Myltho Anselmo da Silva, Mercês.

3. Madalosso – Claro, que os Madalossos não poderiam ficar de fora! O restaurante é um dos maiores do mundo e faz muito sucesso  por conta de suas polentas fritas, asinhas de frango e rodízio de massas à vontade. O endereço é na Av. Manoel Ribas, em Santa Felicidade.

4. Cantina do Délio – A Cantina do Délio é mais um clássico curitibano. O ambiente lembra a descontração das cantinas da Itália, que servem comida caseira. Já bastante conhecido na cidade, o restaurante fica na rua Itupava, Alto da XV.

5. Ricciardi Massas – A Ricciardi Massas é um restaurante tradicional de comida italiana, desde 1982. Conta com três lojas (Bacacheri, Água Verde e Jardim das Américas) e oferece massas caseiras, guloseimas, temperos, carnes de primeira qualidade e centenas de outras iguarias.

Curitiba ultrapassa 1,5 milhão de pessoas vacinadas com ao menos uma dose

Curitiba ultrapassou a marca de 1,5 milhão de pessoas vacinadas. Até esta quinta-feira (21/10), a Secretaria Municipal da Saúde (SMS) de Curitiba imunizou um total de 1.502.454 curitibanos com a primeira dose ou a dose única (Janssen) da vacina anticovid.

Ao todo, Curitiba já aplicou 2.801.989 unidades do imunizante, sendo 1.464.245 primeiras doses e 1.232.938 segundas doses; 38.209 doses únicas e 66.597 doses de reforço.

Da população total de Curitiba (estimada em 1.948.626 pelo IBGE), 77,1% já receberam ao menos uma dose do imunizante e 65,2% estão totalmente imunizados contra a covid-19, com as duas doses ou a dose única.

Vacinados com 18 anos ou mais

Entre a população com 18 anos ou mais, 1.403.024 curitibanos receberam a primeira dose da vacina contra o novo coronavírus. Um total de 1.271.029 pessoas acima dos 18 anos já completou o esquema vacinal até esta quinta-feira (21/10). Destas, 1.232.820 pessoas receberam a segunda dose da vacina e outras 38.209 pessoas receberam a vacina em dose única.

Reforço

Curitiba também está aplicando as doses de reforço para quem já completou o ciclo de imunização, nos seguintes grupos: idosos de 70 anos, pessoas imunossuprimidas e profissionais de saúde. Até esta quinta-feira (21/10), 66.597 pessoas desses grupos receberam a dose de reforço.

Adolescentes de 12 a 17 anos

A SMS também vacinou 61.221 adolescentes entre 12 e 17 anos. Destes, 118 já receberam também a segunda dose, sendo do grupo de gestantes abaixo de 18 anos.

Doses recebidas

Até o momento, Curitiba recebeu do Ministério da Saúde, repassadas pelo Governo do Paraná, 3.041.813 doses de vacinas, sendo 1.551.232 para primeira dose, 1.381.340 para segunda dose, 38.975 doses de aplicação única e 70.266 doses de reforço. Nesse montante já estão contabilizados os 5% de reserva técnica.

A reserva técnica é uma medida de segurança, faz parte dos protocolos da logística e é necessária para evitar problemas no fluxo de imunização que possam ser causados por imprevistos eventuais, por exemplo, a quebra acidental de frascos.

O município tem capacidade para vacinar até 30 mil pessoas por dia e o avanço do cronograma de imunização ocorre à medida que as doses são enviadas pelo Ministério da Saúde ao governo estadual, responsável por distribuir os lotes do imunizante aos municípios.

Confira detalhes da vacinação contra a covid-19 no Painel Covid-19 Curitiba.