Ê saudade de um arraiá! Ópera de Arame terá sábado julino com forró, pinhão e quentão

Projeto Vale da Música vai matar a saudade de quem quer curtir um clima julino ao ar livre

A pandemia tirou muita coisa da gente. Em dois anos vimos nossa vida sendo transformada das mais diversas maneiras. Desde os cuidados com a saúde até nossos momentos de lazer e diversão. E entre eles está a festa junina. Pois para quem não aguenta de saudade de ouvir um bom forró de pé de serra, tomando um quentão para se aquecer e comendo os deliciosos quitutes típicos, temos uma novidade: o projeto Vale da Música, apresentado por Bradesco e com realização da Futura Fonte em parceria com a DC Set Eventos, localizado na Ópera de Arame, vai relembrar esse clima no sábado (10) a partir das 10h. Será um dia especial, com apresentações musicais e um delicioso cardápio temático.

A programação, que será realizada ao ar livre, trará toda a segurança para quem for até lá, com respeito às regras de distanciamento, disponibilidade de álcool em gel e todas as outras medidas exigidas para que não ocorra aglomeração e risco de contágio. “Estamos voltando de forma gradativa para garantir a segurança não só do público, mas também dos músicos que participam do projeto e de todo o pessoal que trabalha conosco. Por isso, além de realizar o evento ao ar livre e de forma simples, o uso de máscara é obrigatório e faremos o possível para que as pessoas possam se divertir e matar a saudade, nem que seja só um pouquinho, de um arraiá”, conta Gabriella Camargo, gerente de marketing do Vale da Música e Ópera de Arame.

No Palco Flutuante, grande estrela da Ópera de Arame, das 10h às 17h50 será possível assistir a três apresentações: com o pessoal do Bombaião, um trio de acordeon que toca forró de pé de serra; o trio de violas caipiras Serra Acima que toca baião, choro, fandango, maractu, entre outros; e o pessoal do Acordeon Brasileiro, que vai trazer clássicos como Dominguinhos, Sivuca e Oswaldinho do Acordeon, além de diversos outros artistas.

Para quem está interessado em saber o cardápio, o restaurante Ópera Arte vai oferecer pinhão, dadinho de tapioca, caldinho de feijão, mini cachorro-quente, bolos de milho e fubá, pé de moleque, paçoca e o famoso quentão. Para dar aquele toque especial, o pessoal do restaurante estará vestido a caráter e o local contará com uma decoração especial. “A gente sabe que ainda não é o ideal de uma festa junina, com quadrilha, muita gente, brincadeiras. Mas temos certeza que já vai dar pra matar um pouco da saudade. A previsão para o final de semana é de sol, então vai ser especial podermos oferecer essa programação”, finaliza Gabriella.

Serviço:

Arraiá do Vale da Música

Data: 10/07 (sábado)

Valor para entrada no Vale da Música: R$ 10,00 inteira e R$ 5,00 meia-entrada. O benefício é válido para pessoas que estejam dentro da lei da meia-entrada, crianças de até 12 anos e para moradores de Curitiba e região metropolitana, que precisam levar um comprovante de residência para obter o desconto. 

Endereço: Rua João Gava, 970 – Abranches. 

Programação:

10h00 à 12h30 – Bombaião

12h40 às 15h10 – Serra Acima Trio

15h20 às 17h50 – Trio Acordeon Brasileiro

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

A Caminhada Noturna do Parque Vila Velha está de volta! Saiba como fazer o passeio

A Caminhada Noturna do Parque Vila Velha está de volta! No dia 24 de julho acontece o primeiro passeio do ano, os ingressos já estão à venda no site do parque e as vagas são limitadas.   

Os passeios serão realizados de maneira quinzenal, aos sábados de Lua Nova ou Lua Cheia. 

Foto: Sérgio Mendonça Jr

A experiência começa com um tour pelo sistema solar. Em seguida, começa a caminhada pela Trilha principal dos Arenitos, com parada para contemplação na Taça Vila Velha. Ao final do passeio, os visitantes podem observar o céu com telescópio no Centro de Visitantes, tudo com orientação de um especialista em Astronomia. ​

Foto: Sérgio Mendonça Jr

O restaurante do parque ficará aberto para que os visitantes possam se abastecer antes do passeio, já que não é permitido o consumo de bebidas e alimentos durante a caminhada. 

A Caminhada Noturna de Vila Velha é um passeio incrível e vale a pena conhecer. Os ingressos custam R$ 88  por pessoa. As informações completas estão no site do parque.

Serviço Caminhada Noturna Parque Vila Velha 

Data: 24 de julho

Ingressos: 88 reais por pessoa; acesse aqui! 

Museu de História Natural Capão da Imbuia reabre para visitação

O Museu de História Natural Capão da Imbuia volta a abrir ao público, com a flexibilização das restrições em relação à disseminação da covid-19. São permitidas, a partir de agora, dez pessoas simultaneamente no setor expositivo (interno) e 20 na Trilha das Araucárias (externa).

O uso de máscaras, o distanciamento social e a higienização frequente das mãos com álcool em gel são obrigatórios.   

O museu conta com áreas de exposições onde podem ser conferidos diversos ecossistemas e sua fauna. Entre os destaques, estão a floresta com araucária e o cerrado.

No ambiente marinho, um esqueleto de um filhote de orca é uma das atrações. Há ainda um local reservado para a mostra de animais taxidermizados (empalhados), como aves de rapina e animais em extinção.

Na área externa, está o Bosque Capão da Imbuia, com árvores nativas como a araucária e a árvore centenária que dá nome ao bairro, uma das poucas áreas remanescentes de floresta nativa na região. Os visitantes podem caminhar por toda a área sobre uma passarela metálica.

O museu faz parte da Rede Paranaense de Coleções Biológicas, o projeto Taxonline. Antes pertencente ao Museu Paranaense, é de responsabilidade da Prefeitura de Curitiba desde 1981.

Serviço: reabertura do Museu de História Natural

Endereço: Rua Benedito Conceição, 407, esquina com Rua Nivaldo Braga, Capão da Imbuia
Horário de atendimento: de terça a domingo, das 9h às 17h
Entrada: gratuita
Público permittido: 10 pessoas simultaneamente no setor expositivo (interno); e 20 pessoas na Trilha das Araucárias (externa)