Dono da Precisa se nega a responder a perguntas na CPI da Pandemia

Um dos depoimentos mais aguardados pelos senadores que integram a cúpula da Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) da Pandemia do Senado, o do dono da Precisa Medicamentos, Francisco Maximiano, acabou sem o efeito esperado nesta quinta-feira (19).

Diante dos parlamentares, depois de quatro tentativas de ouvi-lo na CPI, o empresário se recusou a firmar o compromisso de falar a verdade e abriu mão de usar os 15 minutos iniciais antes de começarem as perguntas dos senadores. Amparado por habeas corpus, concedido pela ministra Rosa Weber, do Supremo Tribunal Federal, o empresário seguiu a estratégia usada ontem (18) pelo advogado da Precisa Medicamentos, Túlio Silveira e optou por exercer seu direito constitucional de ficar em silêncio.

Na reunião, o empresário disse que o contrato de compra da vacina indiana Covaxin, produzida pelo laboratório Bharat Biotech, envolvia 20 milhões de doses a US$ 15 por unidade. Perguntado pelo relator da CPI, Renan Calheiros (MDB-AL), sobre o motivo de o valor da Covaxin ser cerca de 50% mais alto do que o das outras vacinas adquiridas pelo Ministério da Saúde, o empresário disse que não foi o responsável pela precificação.

“Quem determina o preço de venda da vacina não é a Precisa, mas sim a Bharat Biotech. Tem uma política internacional de preços e nós conseguimos que ela fosse praticada no seu piso para o governo brasileiro, com frete, seguros e todas as despesas envolvidas”, argumentou Maximiano.

Renan Calheiros lembrou que documentos do Itamaraty obtidos pela comissão estimam outros valores, bem inferiores, aos US$ 15 cobrados pela Precisa do Ministério da Saúde na negociação.

A Precisa ganhou as atenções da comissão por ter sido a empresa que atuou como intermediária entre a Bharat Biotech e o Ministério da Saúde na negociação de 20 milhões de doses da vacina Covaxin. Diante de suspeitas de irregularidades, o contrato foi cancelado pelo Ministério da Saúde.

Barros

Entre as poucas perguntas que concordou em responder, Maximiano confirmou ao relator do colegiado que conhece o líder do governo na Câmara, Ricardo Barros (PP-PR). O sócio da Precisa também reconheceu que a emenda apresentada pelo deputado para inclusão da agência sanitária indiana na Medida Provisória (MP) 1.026/2021, convertida na Lei 14.124, de 2021, era de interesse da empresa. Apesar disso, o empresário disse que não tratou sobre o assunto com Barros.

“Quando digo que era do interesse porque, por óbvio, ela tornava a Covaxin elegível também, assim como outras, de outras autoridades. Mas não houve absolutamente nenhum contato com o deputado Ricardo Barros, tampouco com outro para se fazer essa inclusão”, ressaltou Maximiano.

Silêncio

Ao longo do depoimento, Francisco Maximiano foi alertado diversas vezes por senadores por abusar do direito de ficar calado. O vice-presidente do colegiado, Randolfe Rodrigues (Rede-AP), chegou a pedir a suspensão da reunião para nova consulta ao Supremo Tribunal Federal (STF) sobre os limites do habeas corpus concedido ao depoente, mas foi convencido que não seria uma boa estratégia por outros senadores de oposição.

De acordo com embargo declaratório sobre essa questão já expedido pelo presidente do STF, Luiz Fux, cabe ao presidente da CPI, senador Omar Aziz ( PSD-AM), a subjetividade para decidir o que deve ou não ser respondido pelo depoente respeitando o limite do que possa incriminá-lo.

Na avaliação da senadora Soraya Thronicke (PSL-MS), a decisão de Fux abre margem para dar voz de prisão para testemunha que abuse do direito de ficar calado por crime de falso testemunho.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Memorial da Segurança engaja visitantes na Semana Nacional de Trânsito com entrega de miniaturas de biarticulado

Este ano, a Semana Nacional de Trânsito, que acontece de 18 a 25 de setembro com o objetivo de incentivar um trânsito mais seguro e dar continuidade à campanha do Movimento Maio Amarelo com o tema: Juntos Salvamos Vidas. E para celebrar a data e envolver os visitantes na campanha, o Memorial da Segurança no Transporte está distribuindo miniaturas do biarticulado.

“Retomamos uma ação que já fez muito sucesso entre os visitantes para estimular as pessoas a refletir sobre como cada um de nós pode contribuir para um trânsito mais seguro com atitudes simples, como usar o cinto de segurança, não usar o celular na direção e respeitar os limites de velocidade”, explica Ariza Sozzo, do Memorial da Segurança.

 As miniaturas são de papel para montar em casa e levam impressa, no teto do ônibus, a frase “Juntos Salvamos Vidas”. De acordo com Ariza, a frase é muito simbólica e expressa a força do comportamento individual em benefício de um trânsito mais seguro para todos.  “Aliamos um símbolo de Curitiba para, junto com as atividades que temos no Memorial, estimular a reflexão e a adoção de atitudes seguras”.

Para ganhar uma miniatura basta agendar uma visita e participar das nossas atividades interativas que demonstram, na prática, como cada um de nós pode ajudar a salvar vidas no trânsito.

Ao todo, serão distribuídas 2.000 unidades, até terminar o estoque. 

Sobre o Memorial da Segurança no Transporte

O Memorial é um espaço de cultura e educação para promover experiências que estimulam o visitante a perceber como a segurança está inserida no seu dia a dia e a refletir como suas atitudes contribuem para evitar acidentes, mortes e feridos no trânsito. Tudo isso de forma leve, lúdica e interativa.

A visita é uma viagem pela história da segurança no transporte e tem como pontos altos os simuladores de colisão frontal e de tombamento. Eles impactam os visitantes, que sentem na prática e de forma segura, os efeitos do excesso de velocidade e a eficácia do uso do cinto de segurança.

O espaço cultural é realizado por meio da Lei de Incentivo à Cultura, Ministério do Turismo e Secretaria Especial da Cultura com o patrocínio do Grupo Volvo no Brasil. 
 

Como visitar

Entrada: gratuita

Agendamento: é obrigatório agendar as visitas pelo site www.memorialdaseguranca.com.br  

Horários: 9h, 10h30, 13h30 e 15h. Endereço: Rua Eduardo Sprada, 6447 – Cidade Industrial, Curitiba 
Telefone: (41) 3373-5757

Spaten lança camarote oficial da Oktoberfest Blumenau 2022 com shows de artistas nacionais

Pedro Sampaio, Pocah, Thiago Martins, Buchecha, Thiaguinho, 3030 e Jeito Moleque são
atrações de peso confirmadas para o Camarote Spaten

Oktoberfest


Faltando menos de 40 dias para o retorno da maior festa alemã das Américas, a Spaten, cerveja oficial da Oktoberfest Blumenau 2022, lança a programação completa de seu camarote, que traz pela primeira vez grandes atrações nacionais.


Com dois andares, terraço, área de shows restrita e ambiente climatizado, o público poderá curtir as apresentações com exclusividade, assim como participar da festividade nos pavilhões, como ocorre nos camarotes dos desfiles das escolas de samba do Rio de Janeiro e São Paulo. O Camarote Spaten abre suas portas às sextas-feiras e sábados, de 7 a 22 de outubro, além da terça-feira, dia 11, véspera de feriado, com shows de artistas nacionais.


“Acreditamos que existem histórias que não se contam, somente se vivenciam. E quem melhor do que Spaten, cervejaria que existe desde 1397 para viver mais uma história com o público? Queremos criar um espaço exclusivo de Spaten onde o público possa viver intensamente a festa, oferecendo muita gastronomia, música e brindando os bons momentos”, comenta Joice Carvalho, head de marketing de Spaten no Brasil.


Alguns dos nomes já confirmados são Pedro Sampaio, Pocah, Thiago Martins, Buchecha,
Thiaguinho, 3030 e Jeito Moleque, e a produção também traz um time de DJs para embalar
a noite.


O espaço conta com um open bar de chope da anfitriã da festa, Spaten, assim como das cervejarias convidadas Cerveza Patagonia, Goose Island e Colorado. Para os fãs de destilados e coquetéis, whisky, vodka e gin importados, além dos não-alcoólicos: energético, refrigerante e água. O menu do camarote também oferece open food especial, com opções veganas e sem lactose, batata chips, sanduíche de salsichão e também os deliciosos pão com bolinho, strudel da Confeitaria Benkendorf e mais opções que serão divulgadas em breve pela produção do evento.


Os ingressos estão disponíveis pelo site www.camarotespaten.com.br, a partir de R$ 600,00, que inclui o acesso à Vila Germânica. O público do camarote terá um receptivo exclusivo para troca dos bilhetes pela camiseta e outros brindes, em local ainda a ser divulgado pela organização.


Serviço
Camarote Spaten – Oktoberfest 2022
Quando: 7, 8, 11, 14, 15, 21 e 22 de outubro
Onde: Vila Germânica, Blumenau (R. Alberto Stein, 199 – 89036-200)
Ingressos: www.camarotespaten.com.br
Notícias: www.instagram.com/camarotespaten
Programação confirmada
07/10, sexta-feira – Pocah
08/10, sábado – Thiago Martins
11/10, terça-feira – Buchecha (véspera de feriado)
14/10, sexta-feira – Thiaguinho
15/10, sábado – 3030
21/10, sexta-feira – Pedro Sampaio
22/10, sábado – Jeito Moleque