Disrupção digital: 4 tecnologias que empresas não podem deixar de fora dos negócios em 2023

Faltando pouco mais de um mês para a virada do ano e com os jogos da Copa do Mundo tomando parte do expediente até lá, é hora das empresas fecharem os planejamentos de investimentos para 2023. E uma fatia considerável deveria ir, após todos os aprendizados da pandemia, para serviços de tecnologia de qualidade, que são vistos como grandes impulsionadores para os negócios e foram o apoio nos momentos de reinvenção urgente. Um estudo da TNS Research aponta que as empresas que investem em tecnologia têm aumento na receita e crescem até 60% a mais em comparação com as empresas que descartam esse tipo de investimento. Por isso, Inteligência Artificial, Internet das Coisas, 5G e Cibersegurança estão no radar de corporações que entendem a importância da disrupção digital.

Diante das mais diversas possibilidades de desenvolvimento, as empresas têm adotado a digitalização como aliada nos negócios. Segundo especialistas, para tornar possível o crescimento de uma empresa por meio dos recursos tecnológicos, é preciso não somente investir, mas saber como otimizar esse investimento. “É necessário, primeiramente, entender as novas ferramentas, quais delas serão úteis e como aplicá-las para aperfeiçoar os processos na organização, sejam eles as formas de gestão, produção ou a experiência do cliente”,  explica o diretor-executivo da TOTVS Curitiba, Márcio Viana.

Nessa perspectiva, é necessário considerar as tecnologias que vieram para ajudar a alavancar os negócios. Confira a seguir as tendências para ficar de olho e saiba porque os empreendedores devem estar mais atentos do que nunca a essas práticas e ferramentas.

Inteligência Artificial

A Inteligência Artificial (IA) vem sendo cada vez mais utilizada no meio empresarial. Com funcionamento formado pela combinação entre Big Data (grande volume de dados) e algoritmos, a ferramenta tem potencial para ser aplicada em diversas áreas de atuação. Além de ler dados, interpretar informações por meio de sistemas de aprendizado, detectar padrões e possuir ferramentas que conseguem simular capacidades humanas, a IA otimiza os processos de trabalho e, ao mesmo tempo, transforma as relações. “Uma empresa que conta com Inteligência Artificial pode também cortar custos operacionais por meio da redução de erros e aumento de produtividade nos processos gerados por esse recurso”, pontua Márcio Viana. 

5G

A tecnologia, que chegou ao Brasil em julho de 2022, é indispensável para as empresas que desejam fazer parte do conceito de indústria 4.0. A rede 5G promete ter até cem vezes mais velocidade que a geração anterior, além de entregar conexões estáveis e ampla cobertura. Ainda, a nova tecnologia possibilita a conexão de diversos aparelhos à internet ao mesmo tempo, desde celulares até automóveis. Nas indústrias, as melhorias de velocidade, tempo de resposta e confiança na rede devem abrir um leque de aplicações. De acordo com especialistas, essa conexão avançada contribui para que as máquinas conversem entre si e tornem realidade a chamada Internet das Coisas (IoT). “A automação industrial e a integração de tecnologias são pontos importantes para promover a digitalização das atividades industriais, otimizar processos e produtividade”, sinaliza o diretor-executivo da TOTVS. 

Internet das Coisas 

Os aparelhos inteligentes que integram o conceito de Internet das Coisas (IoT) estão cada vez mais presentes no dia a dia. Com a capacidade de se comunicar entre si por meio da internet, tal tecnologia pode auxiliar as empresas com novos insights, ao registrar e transferir dados para monitoramento de processos. Importante aliada na tomada de decisões, a IoT traz clareza e melhor visibilidade para informações. Já o controle a distância e a automação de dispositivos são possibilitados pela conexão entre pessoas, máquinas e equipamentos em escritórios, indústrias e até nas residências. Também, os dados coletados por esses aparelhos podem ser combinados à Inteligência Artificial e, a partir disso, identificados novos padrões de uso. 

Segurança digital

O acesso rápido e abrangente às tecnologias exige também das empresas o investimento em proteção cibernética. A segurança digital é uma importante aliada na proteção de  empresas contra ataques cibernéticos e acessos não autorizados aos dados presentes nas plataformas. De acordo com uma pesquisa da Deloitte, 80% dos empresários consideram o investimento em segurança digital como um dos mais importantes. A prática é indispensável para que a empresa assegure não somente que estará protegida de ataques, mas também forneça ao consumidor e aos colaboradores a proteção contra o vazamento de dados, prevista na Lei Geral de Proteção de Dados (LGPD). “É essencial que as organizações estejam alinhadas quanto à proteção de dados e informações presentes em seus registros e plataformas para que todas as demais ferramentas tecnológicas tenham pleno funcionamento e possam gerar o resultado e crescimento esperados”, finaliza Márcio Viana.

Sobre a TOTVS  

Líder absoluta em sistemas e plataformas para gestão de empresas, a TOTVS entrega produtividade para 70 mil clientes por meio da digitalização dos negócios. Indo muito além do ERP, oferece serviços financeiros e soluções de business performance, investindo R$ 2 bilhões em pesquisa e desenvolvimento nos últimos cinco anos para atender as exigências de 12 setores da economia. Como uma empresa originalmente brasileira, a TOTVS acredita no “Brasil que Faz” e apoia o crescimento e a sustentabilidade de milhares de negócios e empreendedores, de norte a sul do país, por meio de sua tecnologia. Para mais informações, acesse o site.  

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Você se sente segura nos apps de transporte?

De acordo com dados dos institutos Patrícia Galvão e Locomotiva, apoiados pela empresa de transporte Uber, cerca de 97% das mulheres brasileiras com mais de 18 anos já foram de alguma forma assediadas em transportes públicos ou privados do país. Isso a partir de uma amostragem de 1.081 mulheres entrevistadas, o que significa mais de mil casos diretos de assédio relatados somente durante a pesquisa.

Os aplicativos de mobilidade urbana são também terreno fértil da ação de criminosos, como testemunha Rosângela Ramos, motorista particular que foi vítima de assalto durante corrida noturna e que ficou traumatizada a partir do risco de vida que correu. Foi pensando na segurança de passageiras e motoristas que Ana Maria, Cristiane Bernardes e Larissa Colombo criaram o Drivers Mulheres, um app exclusivo para o sexo feminino.

As empresárias contam que “o aplicativo que está ativo em Curitiba, Ponta Grossa e regiões metropolitanas oferece uma segurança maior, já que permite apenas mulheres ou homens acima de 60 anos acompanhados por elas”. As mães também podem embarcar com filhos de até 12 anos, e a segurança transmitida por essas corridas faz com que o dia a dia delas seja facilitado.

Da gerência à corrida, o app feito de mulher para mulher ajuda centenas de pessoas a se locomoverem mais rápido e com mais confiança. Vale ressaltar ainda que “àquelas que desejam se tornar motoristas, o aplicativo oferece taxas mais acessíveis pensando na geração de renda para as chefes de família e na valorização do trabalho feminino”, finalizam as diretoras.

Serviço: Drivers Mulheres

App de transporte exclusivo de mulher para mulher

(41) 99789-3305

Instagram: @driversmulheres

Android e IOS: Drivers Mulheres – Passageira | Drivers Mulheres – Motorista

www.driversmulheres.com.br

Curitiba é a cidade mais empreendedora do Brasil pelo segundo ano consecutivo e atrai investimentos da franquia Bio Mundo

Pelo segundo ano consecutivo, Curitiba (PR) ficou em primeiro lugar na categoria Empreendedorismo do Ranking Connected Smart Cities 2022. A capital paranaense ainda superou São Paulo (SP) e se tornou a cidade mais conectada e inteligente do país, além de se manter entre as três mais bem ranqueadas na avaliação geral desde a primeira edição do levantamento, em 2015.

Fruto de um estudo elaborado pela consultoria em inteligência de mercado Urban Systems, em parceria com a criadora de plataformas de conteúdo Necta, o ranking mapeia todos os 680 municípios com mais de 50 mil habitantes. O objetivo é definir as cidades com maior potencial de desenvolvimento do Brasil, levando em conta 75 indicadores em 11 eixos temáticos.

O resultado reflete-se nos números. De janeiro a julho deste ano, foram gerados 30,2 mil novos empregos com carteira assinada – o maior desde 2003. Com quatro polos tecnológicos e 12 incubadoras, Curitiba registrou, no mesmo período, crescimento de 2,44% no número de empresas de tecnologia e aumento de 17,3% entre as microempresas individuais.

O cenário atrativo para negócios tem despertado o interesse de investidores Brasil afora, que encontram na capital paranaense uma oportunidade para empreender e movimentar a economia local. É o caso do engenheiro civil, e agora empresário, Patrick François Amorim, que recentemente escolheu a cidade para abrir seu primeiro empreendimento comercial.

Morador de Brasília (DF) e bem estabelecido no segmento da construção civil, Patrick vinha avaliando possibilidades de investimento em um negócio próprio há alguns anos. Em 2019 ele se reuniu pela primeira vez com gestores da Bio Mundo, franquia originada na capital federal e hoje a rede mais completa de produtos naturais do Brasil, e a partir daí iniciou os estudos de viabilidade financeira.

O sonho, no entanto, ficou suspenso por quase três anos, em razão da pandemia de Covid-19. Com o retorno gradual da economia do país, em 2022 Patrick tirou os planos do papel e firmou uma sociedade com o sogro, Adir Cortiano, que é aposentado e morador de Curitiba, para começar o empreendimento em um tradicional shopping da cidade. O franco crescimento da capital paranaense e o apoio do sócio foram determinantes para a tomada de decisão.

“Conheci a Bio Mundo desde o início da montagem da primeira loja em Brasília, em 2015. Sob a perspectiva de cliente, acompanhei o crescimento e a forte expansão da marca. Ao conhecer o modelo de franquia, fiquei impressionado com a qualidade e o profissionalismo da empresa”, explica Patrick.

De acordo com ele, a primeira loja aberta na cidade é apenas o primeiro passo para novos investimentos em Curitiba. “A expansão é um caminho certo, afinal fizemos o plano de negócios e os estudos sobre a localização e sabemos que ainda há muito o que explorar, especialmente no mercado de bem-estar, já que a busca por qualidade e alimentos saudáveis têm crescido muito, e isso a Bio Mundo entrega com maestria”, avalia.

SERVIÇO

Evento de inauguração da Bio Mundo Shopping Mueller

Com degustação de produtos e entrega de brindes

Data: 22/10/2022 (sábado)

Horário: a partir das 10h

Local: Shopping Mueller – Piso L2

Endereço: Av. Cândido de Abreu, 127 – Centro Cívico. Curitiba (PR)

Sobre a Bio Mundo

Rede de lojas de produtos naturais e nutrição esportiva, a Bio Mundo foi fundada em 2015, em Brasília, pelo empresário Edmar Mothé. Adriana, uma das filhas, foi quem deu origem à criação da marca, pois precisava de uma alimentação específica em razão de necessidades nutricionais particulares.

Em apenas sete anos de história, a Bio Mundo já possui mais de 150 lojas espalhadas em 17 estados do Brasil, conta com mil produtos em prateleira e mais de 200 opções de produtos à granel, entre itens diet, light, integrais, veganos, sem glúten, sem lactose, funcionais, vegetarianos, entre outros. A empresa é a vencedora do Prêmio Líderes do Brasil e detentora do Selo de Excelência em Franchising pela Associação Brasileira de Franchising (ABF).