Discussão por fezes de cachorro termina com homem baleado em praça de Curitiba

Uma discussão por causa das fezes de um cachorro terminou em agressão e com uma pessoa baleada tarde deste domingo (25), na rua São Paulo, na Praça do Paraná Clube, na Vila Guaíra, em Curitiba. A vítima foi encaminhada ao hospital com ferimentos graves.

Segundo Fábio Azevedo, de 60 anos, que é policial federal aposentado, ele pediu para um homem limpar as fezes do cachorro. O dono do animal não teria gostado da intervenção dele.

“Fui na praça com a minha esposa levar o cachorro para dar umas voltas. E o cachorro dele fez um monte de sujeira na praça e eu repreendi ‘olha a sujeira aí e tal…limpa essa porquice’. Ele respondeu: ‘Está me chamando de porco? Eu disse: ‘é porquice sim!’”, explicou o policial aposentado.

De repente, o policial alega que foi agredido no rosto. Fábio então sacou a arma e atirou. Para o policial federal aposentado, ele agiu em legítima defesa.

“Reagi a uma agressão injusta. Quando acabaram todos os argumentos, eu estava sentado, ele estava em pé, junto com a Guarda Municipal, ele me deu chute no rosto, pegou no queixo e no meu rosto. Quando eu estava caindo, eu peguei a arma e dei um tiro nele”, descreveu.

Na praça há um posto da Guarda Municipal de Curitiba.

Apesar de aposentado, o policial revelou que sempre anda armado.

“Durmo armado, ando armado o dia inteiro”, garante.

O policial foi preso pela Guarda Municipal e levado à Central de Flagrantes de Curitiba.

Informações Banda B

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Câmera flagra mulher sendo assediada durante corrida de rua em Maringá

Uma mulher foi assediada enquanto praticava corrida de rua em Maringá. O caso aconteceu na semana passada e veio a público esta semana.

A vítima praticava corrida de rua no Jardim Alvorada quando um motociclista se aproximou e passou a mão no corpo dela. Imagens de câmeras de segurança registraram o momento do crime de importunação sexual. 

A vítima conversou com a reportagem, mas preferiu não se identificar. O grupo de corrida que ela integra pratica o exercício três vezes por semana na região, no período de início da noite. No momento da importunação sexual, ela estava sozinha. 

Para continuar lendo a matéria e assistir ao vídeo clique aqui no GMC Online

PCPR deflagra operação contra suspeitos de crimes contra a mulher em Curitiba e RMC

A Polícia Civil do Paraná (PCPR) está nas ruas nesta terça-feira (05) para cumprir seis mandados de prisão e seis de busca e apreensão, em Curitiba, Piraquara e Tijucas do Sul. A operação visa suspeitos de crimes contra a mulher, como feminicídio, estupro e violência doméstica.

Denominada Anjo da Guarda, a investigação é fruto de um amplo esforço de combate a esses crimes no âmbito estadual.

Mais informações em breve.