Discovery Day: conheça redes que oferecem test-drive para candidatos a franqueados

Algumas redes de franquias oferecem aos interessados em novos negócios um benefício que faz toda a diferença antes de fechar o contrato: o discovery day. Como em um test-drive, esse processo permite que o candidato a franqueado conheça cada detalhe da rede na prática, entenda como funciona o mercado em que a franquia opera e, assim, tenha mais confiança e certeza se aquele empreendimento faz realmente sentido e atende às suas expectativas.

Na Pizza Prime, maior rede de pizzarias do Brasil, os candidatos a franqueados que tiverem interesse podem colocar a mão na massa e ficar até uma semana dentro de uma unidade. A experiência inclui treinamentos virtuais e etapas práticas como atendimento ao cliente, retaguarda, gestão de aplicativos e cozinha. “O franqueado aprende desde a forma correta de processar um insumo, como se faz a massa, até despachar uma pizza”, explica Gabriel Concon, co-fundador da Pizza Prime.

Outra rede que também apresenta esse diferencial é a franquia Pello Menos, pioneira nos serviços de depilação à cera indolor e laser sem hora marcada no Brasil. O possível empreendedor passa um dia em uma unidade, de escolha da franqueadora, e vivencia toda a operação, realizando atendimentos, manuseando o software da empresa e outros pequenos serviços diários com acompanhamento e supervisão. “É uma das primeiras etapas que o interessado passa; em alguns casos ocorre após a leitura da COF, mas a grande maioria é antes”, destaca Alessandra Jordão, diretora de operações.

Para a rede de higienização e blindagem de estofados CleanNew, esse benefício ocorre após a assinatura da COF. São dois dias vivenciando o funcionamento de toda operação desenvolvida: um dia no escritório e outro no atendimento na casa do cliente. Porém, só é permitido que o futuro franqueado observe o trabalho desenvolvido, já que para a realização do serviço é necessário um treinamento e acompanhamento técnico.

O mesmo acontece na C4 Gym, rede de academias. Após a assinatura da COF, o novo franqueado pode observar a rotina de funcionamento da academia durante um dia inteiro na flagship da marca, vivenciando a experiência do Discovery Day.

Já a Red Fitness, rede de academias, proporciona aos interessados um dia de experiência em qualquer uma das unidades próprias da rede. O objetivo é proporcionar ao candidato toda a vivência da operação, tornando a decisão mais assertiva possível. Para isso, o candidato deve passar por todo o processo de seleção, incluindo a assinatura da Circular de Oferta e de Franquia (COF).

Na OdontoCompany o candidato também conta com a opção de ‘test drive’. Depois que o candidato recebe a COF e assina um termo de confidencialidade, ele tem a opção de passar dois dias acompanhando a operação de uma unidade da rede antes de assinar o contrato. Esta operação é escolhida já de acordo com o perfil do candidato, por exemplo, se é um empreendedor investidor, ele vai para uma unidade com um franqueado deste perfil; já se é empreendedor dentista, vai para uma operação de franqueado dentista. O tamanho da operação que ele vai acompanhar neste período também é compatível com o que ele deseja adquirir.

Já na Doggi, primeira rede de franquia especializada em banho e tosa e serviços para cachorros com agendamento por aplicativo no Brasil, se o franqueado mostrar interesse, antes de assinar o contrato, ele pode conhecer uma franquia da rede e vivenciar o dia a dia.

A Park Education, focada em educação bilíngue, criatividade e soft skills, adaptou seu Experience Day para o formato online. Agora são organizados os assuntos em uma jornada de oito passos, que inclui a apresentação do programa educacional, conexão entre empreendedores, detalhamento do plano de negócios e experiência do franqueado. Após isso, ocorre uma visita presencial em alguma unidade indicada pela equipe de expansão próximo ao local de interesse do empreendedor.

Na Luminova, rede de escolas do grupo SEB – Sistema Educacional Brasileiro – e única opção de franquia de ensino básico do país, o candidato pode ir até a escola conhecer o espaço, falar com o franqueado e fazer uma imersão no negócio.

A Anjos Colchões e Sofá recebe em sua sede candidatos para que tenham a oportunidade de conhecer as instalações e a estrutura da empresa. Durante a visita, que dura três dias, os interessados contam com espaço reservado para troca de ideias com os franqueados que já estão na rede há alguns anos para que possam entender o processo. E a experiência proporciona, ainda, conhecer os diretores e fazer networking. Mas para isso, é necessário que o candidato tenha assinado a Circular de Oferta e de Franquia (COF).

A Franquia Sollar Energy atua desde 2017 no ramo de soluções de energia fotovoltaica. Os candidatos podem visitar uma das lojas próprias do grupo que fica em Cascavel e Umuarama, no Paraná. Lá, os candidatos passam o dia para saber como funcionam os treinamentos, acompanhar a equipe de vendas e de suporte. Caso opte por se tornar um franqueado, o grupo oferece ainda, um treinamento personalizado na área Comercial e vivência nas instalações de outra unidade por uma semana.

A franquia EcoCão Espaço Pet, dedicada ao bem-estar animal e que tem a sustentabilidade como premissa em toda a sua atuação, após a etapa inicial de apresentação, os candidatos participam de um encontro individual, que pode ser online ou presencial – para quem puder ir até a sede da rede, em Curitiba (PR)- para conhecer a rotina de trabalho do espaço, além dos equipamentos especializados para os procedimentos com os pets.

O empreendedor que sonha abrir um mini banco, mesmo sem ter experiência no mercado financeiro, tem a opção de investir em uma franquia da CredFácil. A empresa possui uma loja modelo em Umuarama, interior do Paraná, e o futuro franqueado pode ir até lá e passar um dia na unidade para vivenciar toda a operação do negócio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Otimismo dos empresários paranaenses cai em relação ao segundo semestre

Caiu o otimismo do setor terciário para este segundo semestre de 2022. Segundo a Pesquisa de Opinião do Empresário do Comércio de Bens, Serviços e Turismo, realizada pela Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Paraná (Fecomércio PR) e pelo Sebrae Paraná, 49,7% dos dirigentes de empresas estão confiantes em relação aos próximos meses. No primeiro semestre, o grau de otimismo estava em 65,9% e no segundo semestre de 2021 era de 60,1%. 

Entretanto, cresceu o percentual de empresários que acredita na estabilidade: 38,7% acham que o faturamento de sua empresa permanecerá no mesmo patamar. Apenas 8,7% consideram que este semestre será pior e 2,9% não sabem ou não emitiram opinião. 

De acordo com o presidente do Sistema Fecomércio Sesc Senac PR, Ari Faria Bittencourt, os fatores macroeconômicos afetam as projeções do empresariado, sobretudo a taxa de inflação, que no acumulado de janeiro a maio ficou em 4,78% e está acima da meta anual de 3,5%, além das contínuas elevações das taxas de juros, com a Selic em escalada a cada mês e o Risco País atingindo 302 pontos em junho.

O dirigente, entretanto, é otimista em relação ao cenário paranaense. “É verdade que precisamos conviver com o avanço da inflação e do preço dos combustíveis, porém, a força do comércio irá transpor esses obstáculos, como temos superado tantas outras dificuldades ao longo dos anos. Mas a retomada já está aí, trazendo boas novidades, porque os indicativos apontam para o crescimento econômico do país neste ano, com previsões estimando em até 2% o acréscimo do Produto Interno Bruto. A taxa de desemprego também vem caindo, o que também é um sinal de tempos mais favoráveis”, reitera Bittencourt. 

Setores
Entre os três setores avaliados, o turismo é o mais confiante, com 54,5% de expectativas positivas. Entretanto, houve uma redução considerável do otimismo do trade turístico na comparação com o primeiro semestre, quando 62,5% possuíam boas expectativas para o ano que se iniciava. Entre os prestadores de serviços, a confiança é de 52,7%, ante 66,7% no primeiro semestre. Já entre os comerciantes, o nível de otimismo é de 46,3%, contra 66,7% no começo de 2022, uma das maiores reduções. 

Porte da empresa
Na segmentação por porte, verifica-se que as microempresas são as mais otimistas, com 55,1% de respostas positivas. Além disso, 36,2% dos microempresários acreditam que o faturamento se manterá estável nos próximos meses e apenas 6,5% têm opinião desfavorável, o menor percentual entre os portes das empresas analisadas. 
Entre os estabelecimentos de médio e grande porte a confiança é de 53,6%; entre as empresas de pequeno porte, 45,7%, e entre os microempreendedores individuais, de 42,2%. 

Dificuldades
As principais dificuldades apontadas pelos empresários para este semestre são o alto custo das mercadorias (34,2%), seguido pela instabilidade econômica (34%), clientes descapitalizados (29,1%) e a carga tributária (23,5%). 

Investimentos
O nível de investimentos deve ser um pouco menor neste semestre: 43,5% dos empresários ouvidos pela Fecomércio PR e pelo Sebrae Paraná afirmam que vão investir em seus negócios. No primeiro semestre, essa parcela era de 44,4%. 

“Mesmo com o aumento de custos na operação e produção neste ano, a previsão de investimentos tem, praticamente, uma estabilidade. Isso é importante, pois investir em gestão, capacitações de equipes, estrutura e inovação fortalecem as empresas para chegarem mais competitivas no segundo semestre, que promete um avanço na gradual retomada econômica”, aponta o diretor-superintendente do Sebrae Paraná, Vitor Roberto Tioqueta. 

As áreas beneficiadas pelos investimentos serão propaganda e marketing (34,7%), novas lojas e pontos de venda (21,3%), reforma e modernização das instalações (20,5%), máquinas e equipamentos (18,7%), além de capacitação da equipe, estoques e nova linha de produtos e/ou serviços, todos com 15,7%. 

Quadro funcional
Assim como os investimentos serão um pouco menores, o volume de contratações também deve ter redução na comparação com o primeiro semestre, passando de 37,8% para 34,2%. Outros 47,6% dos empresários planejam manter o quadro funcional e apenas 6,1% intencionam reduzir o número de colaboradores. Curitiba e Região Metropolitana
Os empresários londrinenses são os mais otimistas, com 53,7%. Na sequência, estão os empreendedores da região Oeste (52,3%), Curitiba e Região Metropolitana (49,5%), Ponta Grossa (47,3%), Maringá (46,5%) e Sudoeste (44,4%), que apesar de ser a região menos otimista, é a única que teve crescimento na posição favorável comparada com o semestre passado

Impactos da covid-19
A pandemia tem afetado o funcionamento das empresas paranaenses de forma mais branda atualmente, sobretudo nos setores do varejo e serviços. Enquanto no primeiro semestre 70% dos estabelecimentos eram impactados pela covid-19 com a queda no faturamento, neste semestre o percentual reduziu para 48,8%. Mesmo em menor proporção, a crise sanitária ainda traz prejuízos ao faturamento da atividade terciária, especialmente no turismo. Segundo a pesquisa, 34,7% das empresas do setor turístico vivenciam redução do faturamento entre 26% e 50%. 

Metodologia
Participaram da pesquisa 620 empresas, instaladas e atuantes no Paraná, cujos representantes foram ouvidos no período compreendido entre 3 a 24 de junho de 2022. A margem de erro é de 4%, e o nível de confiança é de 95%. A pesquisa foi realizada nos polos de comércio do Paraná em que a Fecomércio PR e o Sebrae Paraná realizam a Pesquisa Conjuntural do Comércio, de periodicidade mensal – Curitiba e Região Metropolitana, Londrina, Maringá, Oeste, Ponta Grossa e Sudoeste. 

Prêmio Sebrae Mulher de Negócios têm inscrições prorrogadas

O Prêmio Sebrae Mulher de Negócios 2022 prorrogou as inscrições com o objetivo de alcançar ainda mais mulheres empreendedoras que buscam dar visibilidade ao seu negócio. A competição tem um histórico de grandes aprendizados e trocas de conhecimento entre mulheres do todo o Brasil. Além das premiações que incluem capacitações, viagens, tablets, celulares, divulgações, mentorias e networking, as histórias podem inspirar diversas outras mulheres a entrarem para o mundo do empreendedorismo. As interessadas poderão se inscrever até o dia 31 de julho gratuitamente pelo link da premiação

Dianalu de Almeida Caldato, consultora do Sebrae Paraná, relata que 50 empreendedoras do estado inscreveram-se e a expectativa é de que o número dobre até o final deste mês. 

“O prazo foi prorrogado para permitir que mais empreendedoras possam compartilhar suas histórias e, assim, inspirar outras mulheres com suas ricas vivências”, explica Dianalu.

Nesta reta final, as empreendedoras que tiveram dificuldades para fazer a inscrição poderão solicitar apoio do Sebrae Paraná.

“Basta procurar uma de nossas unidades no Estado para tirar dúvidas sobre como proceder ou receber ajuda para o preenchimento dos itens solicitados. O Sebrae também disponibilizou um tutorial no YouTube  sobre como gravar o vídeo para a inscrição”, completa a consultora Dianalu.

A edição deste ano comtempla as categorias Pequenos negócios, Produtora Rural e Microempreendedora Individual (MEI). Para participar, além de realizar a inscrição, as mulheres devem enviar um vídeo de dois minutos comentando a solução que oferecem ao mercado e sua trajetória como empreendedora.  “Não fiquem acanhadas em mandar seu vídeo. Soltem a voz. As histórias das empreendedoras devem ser conhecidas e reconhecidas por todos”, comenta a coordenadora nacional de Empreendedorismo Feminino do Sebrae, Renata Malheiros. Para ajudar as empreendedoras, o Sebrae preparou um tutorial detalhando dicas de como produzir o vídeo, que visa aproximar as mulheres e mostrar mais sobre a dinâmica do negócio candidato. 

Como fazer a inscrição
Podem se inscrever mulheres maiores de 18 anos, proprietárias de pequenos negócios, microempresas ou microempreendedoras individuais (MEI) com CNPJ e produtoras rurais que possuam inscrição estadual de produtor, número do Imóvel Rural na Receita Federal (NIRF) ou declaração de aptidão (DAP) ao Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) ou que explorem atividade pesqueira e possuam registro no Ministério da Pesca.

As inscrições incluem o preenchimento do formulário eletrônico no site e o envio de um vídeo curto, com apresentação da empresária candidata. Todos os detalhes da premiação, bem como o acesso ao regulamento, estão disponíveis na página do Prêmio. Desde 2004, o Prêmio já contou com a participação de mais de 80 mil mulheres que compartilharam suas histórias de sucesso representando empreendedoras de todo o Brasil.