Diego Maradona morre aos 60 anos

Maior jogador da história do futebol argentino, Diego Armando Maradona morreu nesta quarta-feira (25) aos 60 anos.

Maradona sofreu uma parada cardiorrespiratória em sua casa em Tigre, segundo o jornal argentino “Clarín”.

O ex-jogador sofreu uma delicada cirurgia no cérebro no começo do mês e recebeu alta oito dias depois.

Campeão mundial na Copa de 1986, quando ficou eternizado pelos gols que marcou contra a seleção da Inglaterra, o craque argentino passou recentemente por uma cirurgia para drenar uma pequena hemorragia no cérebro.

O médico Leopoldo Luque afirmou na ocasião que a cirurgia era considerada simples, mas havia preocupação pela condição de saúde do ex-jogador.

As informações são do G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Porta dos Fundos recebe críticas após sátira a vereadora eleita de Curitiba

O canal de humor no YouTube “Porta dos Fundos” postou um vídeo ontem, às 11h, no Twitter, mostrando uma personagem que é a vereadora mais votada em Curitiba pelo Partido Novo. Assista ao vídeo:

A reação foi imediata de Indiara Barbosa, a vereadora mais votada em nossa cidade:

Entre as várias pessoas que se manifestaram, Felipe Neto e Arthur do Val, deputado de SP que se candidatou a Prefeitura da capital paulista, deram seu ponto de vista na rede social. Confira:

CENÁRIO

Indiara Barbosa foi eleita com 12.147 votos em Curitiba, sendo a primeira mulher a ser eleita a mais votada da cidade. A vereadora, nascida em Umuarama, é mãe e formada em Administração e Ciências Contábeis. Além disso, foi a primeira candidata do Partido Novo à Câmara dos Vereadores a ser eleita.

Primeira vereadora negra eleita em Curitiba, Carol Dartora (PT) quer lutar contra violência racial e baratear passagem de ônibus

A primeira mulher negra eleita vereadora na história de Curitiba, Carol Dartora, do PT, quer lutar para combater a violência contra jovens negros e também baratear o custo da passagem de ônibus em seu mandato na Câmara Municipal de Curitiba, que começa em 1º de janeiro de 2021.

“Eu vou tentar denunciar ao máximo o preço da passagem de ônibus e lutar para que a gente tenha a diminuição do preço. Isso está muito pesado para a classe trabalhadora, ainda mais nesse momento de pandemia, de desemprego na cidade. O combate à violência da juventude negra também é uma urgência. Jovens negros morrem todos os dias em Curitiba e isso tem que ser melhor debatido e conversado. A gente tem que criar política para combater isso”, reforçou.

Aos 37 anos, a professora do PSS na rede pública estadual garante que fará um mandato de “muita fiscalização e muita denúncia”.

Leia mais no G1