Curso on-line e gratuito ensina empreendedorismo aos jovens

Jovens de 17 a 29 anos moradores de Curitiba terão a oportunidade de fazer um curso on-line gratuito sobre empreendedorismo, o Juventude Empreendedora. As aulas serão transmitidas ao vivo de 24 a 28 de maio, das 18h às 22h, pelo site www.juventudeempreendedora.com.br. As inscrições podem ser feitas pelo mesmo site. 

A iniciativa é promovida pelo Conselho Nacional da Juventude (Conjuve), em parceria com a Besouro Agência de Fomento Social e com o Fórum da Juventude da CPLP. Em Curitiba, a Assessoria da Juventude, vinculada à Secretaria Municipal do Esporte, Lazer e Juventude (Smelj), é parceira da iniciativa e ajuda na divulgação do curso.

No curso on-line os jovens vão ter conteúdos sobre finanças, comunicação on-line e off-line, gestão de pessoas, redes de relacionamentos, marketing e vendas. O programa é dividido em 11 etapas. 

O objetivo do curso gratuito é orientar os jovens a como abrir e manter negócios com baixo investimento, no meio da crise causada pela pandemia do novo coronavírus. 

Oportunidade

Segundo dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua), a taxa de desemprego entre jovens ficou em 28% no fim de 2020, mais que o dobro da taxa média entre a população geral. 

No curso Juventude Empreendedora, os jovens vão encontrar a metodologia “by necessit”, criada pela Besouro Agência de Fomento Social. O empreendedorismo é trabalhado a partir da vivência do aluno. 

O método aborda o modelo tradicional de planos de negócios, adaptando para a utilização de pequenos empreendedores e que possibilitem a execução em até cinco dias. 

Desde a sua criação, em 2019, o programa Juventude Empreendedora teve 30 mil inscritos; 27 mil alunos certificados como empreendedores; e impactou mais de 100 mil pessoas direta e indiretamente no Brasil, em Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique, Portugal e São Tomé e Príncipe e Timor-Leste.

Conselho Nacional 

O Conjuve é a plataforma oficial de representação juvenil do Brasil. Ele foi criado como órgão autônomo em 2005 pela Lei 11.129, e reúne algumas das principais organizações da sociedade civil e lideranças juvenis do país, além de representantes do Poder Público. 

Assessoria da Juventude

O endereço da Assessoria da Juventude de Curitiba é Rua Augusto de Mari, 2.150, no bairro Guaíra, no Centro de Referência da Smelj. Os contatos são pelo telefone 3350-3700 ou no email juventude@curitiba.pr.gov.br.
 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Órgão do Ministério Público decide demitir procurador da Lava Jato por outdoor em Curitiba

O CNMP (Conselho Nacional do Ministério Público) decidiu nesta segunda-feira (18) aplicar pena de demissão ao procurador Diogo Castor de Mattos, membro da antiga força-tarefa da Lava Jato em Curitiba, pela contratação de um outdoor em homenagem à operação.

Por 6 votos a 5, o plenário do conselho entendeu que o procurador cometeu ato de improbidade administrativa. Segundo o entendimento, a infração impõe a pena de demissão.

O corregedor nacional Rinaldo Reis Lima e o conselheiro Sílvio Amorim Júnior propuseram a conversão da pena em suspensão –o primeiro sugeriu 90 dias e o segundo, 16. Contudo, foram vencidos na discussão sobre a possibilidade de aplicação dessa pena.

Após a decisão, o procurador-geral da República, Augusto Aras, precisa designar um procurador para ajuizar ação de perda de cargo.

A decisão do CNMP ocorre em meio ao debate sobre a PEC (proposta de emenda à Constituição) que altera a composição do órgão.

A propaganda foi colocada na saída do aeroporto de Curitiba no início de 2019.

“Bem-vindo a República de Curitiba. Terra da Operação Lava Jato, a investigação que mudou o país. Aqui a Lei se cumpre”, afirmava o outdoor por ocasião dos cinco anos da investigação.

O procurador disse que teve a iniciativa “em financiar a contratação de uma mídia para elogiar e levantar o moral do grupo, que não viu nenhum problema nessa sua conduta, que pagou com recursos próprios algo em torno de R$ 4.000”.

Embora tenha reconhecido que assumiu os custos da propaganda com recursos próprios, Castor de Mattos alegou que não participou de detalhes da contratação.

O conselheiro Amorim Júnior afirmou que considerava atenuantes o fato de o procurador sofrer, à época dos fatos, de grave quadro depressivo, além de ter confessado o pagamento pelo outdoor.

A conselheira Fernanda Santos, relatora do caso, entendeu, porém, que a norma não permitiria a conversão da pena em casos em que o cometimento de improbidade administrativa foi reconhecido.

“Entendo que o ato foi grave pelos danos ao Ministério Público como um todo”, afirmou ela.

Com chuva, rodízio de água pode ser aliviado no final de novembro em Curitiba e RMC

A sequência de dias chuvosos no mês de outubro aliviou os efeitos da estiagem ao Sistema de Abastecimento de Água Integrado de Curitiba e Região Metropolitana. Em entrevista à Banda B nesta segunda-feira (18), o diretor de Meio Ambiente e Ação Social da Sanepar, Julio Gonchorosky, afirmou que no final de novembro uma flexibilização do rodízio de abastecimento poderá ser novamente discutida dependendo de como se mantiver o tempo.

Segundo Gonchorosky, o volume de chuvas em outubro está na média histórica e com isso o nível dos reservatórios subiu mais de 7%. Porém, em novembro e dezembro o prognóstico meteorológico é de poucas chuvas.

“Então o que vamos fazer é esperar um pouco a chegada da previsão para o mês de novembro e tendo uma perspectiva de chuvas pelo menos próximas da média histórica a tendência é da gente discutir uma flexibilização para o final do mês. Mas claro, tudo depende das chuvas de novembro, de qualquer maneira, o cenário é mais favorável”, explicou o diretor da Sanepar à Banda B.

Economia

Gonchorosky ainda elogiou a economia de água realizada pela população paranaense e disse que um conjunto de ações será responsável pela estabilidade no nível dos reservatórios.

“Nós desejamos aliviar o modelo de rodizio o mais rápido possível, porque todo esse processo é prejudicial para a Sanepar também. Quando a tendência de chuva é de manter a média ou ficar próximo da média histórica para o mês o cenário é extremamente favorável. A economia da população tem ajudado muito. Mês passado nos aproximamos novamente dos 20% de redução no consumo. Então esse conjunto de ações vão levar a uma estabilidade nos reservatórios e com isso será possível flexibilizar o rodízio”, afirmou ele.

Até o final da noite desta segunda-feira, o nível dos reservatórios estava em 57,50% e o rodízio no esquema de 36h com abastecimento e 36h sem água segue valendo.

Informações Banda B