Curitibano é o ganhador do prêmio de R$ 1 milhão do programa Nota Paraná

É de Curitiba o ganhador do prêmio de R$ 1 milhão do programa Nota Paraná. O novo milionário concorreu com apenas seis bilhetes e foi contemplado em sorteio realizado nesta quinta-feira (10), transmitido pela página do Facebook do programa. O segundo maior prêmio, no valor de R$ 200 mil, saiu para um contribuinte de Campo Mourão, no Centro-Oeste do Estado.

Além desses, foram sorteados 40 prêmios de R$ 10 mil e 40 mil prêmios de R$ 10. Ainda esta semana os vencedores serão notificados pela coordenação do programa e terão os valores depositados nas contas correntes cadastradas.

Programa do Governo do Estado, desenvolvido pela Secretaria da Fazenda, o Nota Paraná incentiva o consumidor a exigir o documento fiscal no momento de uma compra e, assim, pode receber parte do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) recolhido pelo estabelecimento. Além disso, o consumidor inscrito no programa também passa a concorrer a prêmios em dinheiro. Os créditos e prêmios podem ser compensados em conta bancária ou usados para abatimento do IPVA.

Através dos sorteios, o programa distribui mensalmente R$ 4,2 milhões – R$ 2 milhões entre consumidores que solicitam CPF na nota e R$ 2,2 milhões para entidades que cadastram o CNPJ ou recebem doações de notas fiscais. Outros R$ 800 mil serão sorteados entre os contribuintes que se credenciaram no Programa Paraná Pay.

COMO PARTICIPAR 

Para participar, basta se cadastrar no site do notaparana.pr.gov.br e aderir ao regulamento. Ao solicitar seu CPF na nota você ganhará um bilhete eletrônico pela primeira compra do mês. Depois, cada R$ 200,00 em notas fiscais dá o direito a um bilhete para o sorteio de seu respectivo período de adesão. Os prêmios do sorteio poderão ser utilizados para abater o IPVA ou creditados na conta bancária do premiado.

Para participar do Programa Paraná Pay é preciso acessar o cadastro no Nota Paraná e fazer o aceite. Mensalmente o programa sorteia vouchers de R$ 100 para serem utilizados no setor de turismo no Estado.

CRÉDITOS 

Além do sorteio, o Nota também liberou os créditos gerados nas compras do mês de março na última terça-feira (08/06).

Neste mês foram liberados R$ 14,1 milhões, sendo R$ 12,6 para consumidores com CPF identificado e R$ 1,4 milhão para organizações sociais cadastradas e que receberam doações de notas fiscais.

INSTITUIÇÕES 

Todo o mês o Nota sorteia R$ 2,2 milhões em prêmios para as instituições cadastradas no programa. As entidades sem fins lucrativos que contribuem para a assistência social, educação, saúde e geração de emprego no Estado concorrem a valores de R$ 100 e R$ 20 mil. Desde 2016, somente para a área da saúde, foram entregues R$ 42 milhões.

Confira as entidades sorteadas com 20 mil:

1º Prêmio – Assoc. de Pais e Amigos dos Excepcionais de Abatia
2º Prêmio – Assoc. Menonita de Assistência Social de Curitiba
3º Prêmio – Assoc. dos Deficientes Físicos de Cascavel
4º Prêmio – Hospital Nossa Senhora das Graças de Curitiba
5º Prêmio – Sociedade de Assistência aos Necessitados de Paranaguá
6º Prêmio – Assoc. de Promoção Humana Platinense de Santo Antônio da Platina
7º Prêmio – Instituto Presbiteriano Mackenzie de Curitiba
8º Prêmio – Lar de Idosos São Vicent de Paulo da Lapa
9º Prêmio – Assoc. de Pais e Amigos dos Excepcionais de Campo Mourão
10º Prêmio – Assoc. das Senhoras de Rotarianos de Andirá.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Bolsonaro anuncia novo Bolsa Família de R$ 300

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta terça-feira (15), que o novo Bolsa Família pagará R$ 300 em média para os beneficiários do programa. Em entrevista à SIC TV, afiliada da TV Record em Rondônia, ele citou que a inflação de produtos que compõem a cesta básica ficou “em torno de 14%”, e alguns itens chegaram a subir 50%.

“O Bolsa Família, a ideia é dar um aumento de 50% para ele em dezembro, para sair de média de R$ 190, um pouco mais de 50% seria (o aumento), para R$ 300. É isso que está praticamente acertado aqui”, disse o presidente.

O valor é maior, contudo, do que está sendo gestado dentro do próprio governo. Nesta segunda-feira, o Estadão apurou que o valor médio do benefício deve ser em torno de R$ 250.

Na entrevista, Bolsonaro afirmou que hoje “está na casa dos 18 milhões de famílias que recebem o Bolsa Família” (na verdade, são 14,7 milhões, segundo dados de maio do Ministério da Cidadania) e ponderou que se trata de um número “bastante grande”.

“Pesa para a União, mas nós sabemos da dificuldade da nossa população. Então a equipe econômica já praticamente bateu o martelo nesse novo Bolsa Família a partir de dezembro, de R$ 300 em média”, reafirmou.

Bolsonaro disse ainda que o auxílio emergencial deve ter uma prorrogação de “mais duas ou três parcelas” de R$ 250 em média e que a medida precisa ser feita “com responsabilidade”.

Caixa antecipa pagamento de terceira parcela do auxílio emergencial

A Caixa Econômica Federal anunciou que vai antecipar os pagamentos da terceira parcela do auxílio emergencial. O novo calendário tem início no dia 18 de junho, com os depósitos para os nascidos em janeiro, e vai até o dia 19 de julho para os nascidos em dezembro.

Tabela auxilio emergencial caixa

Divulgação Caixa Ecônomica Federal

Antes, os pagamentos seriam feitos até o dia 12 de agosto. De acordo com a Caixa, para os beneficiários do Bolsa Família, nada muda. Eles continuam a receber o auxílio emergencial 2021 da mesma forma e nas mesmas datas do benefício regular.

Assista na TV Brasil

Em maio, a Caixa já havia antecipado o pagamento da segunda parcela em cerca de duas semanas.

A Caixa disse ainda que quem recebe o auxílio por meio da conta digital, poderá movimentá-los pelo aplicativo Caixa Tem e na Rede Lotérica. O benefício também poderá ser sacado por meio do Cartão Bolsa Família ou Cartão Cidadão.