Curitiba vai receber um dos maiores espetáculos artísticos do Planeta

Sucesso de crítica e público em todo planeta, o grupo argentino Fuerza Bruta vai desembarcar em Curitiba entre os dias 21 de outubro e 27 de outubro. A companhia, que já se apresentou em mais de 40 países, com mais de 6 milhões de espectadores, trará seu espetáculo para um dos palcos e pontos turísticos mais famosos da capital paranaense: a Pedreira Paulo Leminski, que vai receber uma infraestrutura inédita.

Com produção da Planeta Brasil Entretenimento, a passagem do Fuerza Bruta por Curitiba promete emocionar por meio de uma experiência de teatro dinâmica e imersiva, que propõe o uso de diversas demonstrações artísticas e interações para sensibilizar o público presente, que acompanha tudo de dentro do espetáculo. Na apresentação na capital paranaense, os artistas e espectadores vão dividir o palco da Pedreira Paulo Leminski.

Na Argentina e pelas centenas de cidades do mundo que passou desde sua criação, no ano de 2003, o grupo é conhecido por transmitir experiências inovadoras e que mexem com todos os sentidos humanos. Apresentado em 360 graus, o Fuerza Bruta contém a união perfeita entre música, cenografia, dança e efeitos especiais e muita espontaneidade. Nas apresentações, tudo evoca rapidez e uma euforia excitante em meio a uma estética contemporânea que envolve os artistas.

A temporada curitibana do Fuerza Bruta será realizada entre os dias 21 e 27 de outubro, na Pedreira Paulo Leminski. Os ingressos custam a partir de R$ 140 e estão disponíveis no sitewww.aloingressos.com.br/fuerzabruta. Mais informações nas redes sociais oficiais da Planeta Brasil Entretenimento ou no sitewww.fuerzabrutaglobal.com.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Câmara de Curitiba aprova suspensão de reajuste e limita correção do IPTU em 2022

O projeto da Prefeitura que adia a revisão da Planta Genérica de Valores e garante que o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) não sofra reajuste em 2022 foi aprovado, por unanimidade, nesta segunda-feira (06/12) em primeiro turno na Câmara Municipal de Curitiba (CMC). A proposta, que recebeu 38 votos favoráveis, será votada em segundo e último turno nesta terça-feira (07/12).

Confirmada a aprovação, a atualização da Planta Genérica de Imóveis fica adiada para outubro de 2022, sendo que o reajuste que será aplicado valerá para 2023.

Dessa forma, os reajustes que estavam em vigor nos últimos anos, de 4% para imóveis residenciais, e de 7% para terrenos (mais a inflação), não serão praticados no IPTU 2022, que terá apenas a correção pela inflação, medida pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo).

A revisão da Planta Genérica de Valores atualizaria o valor venal dos imóveis da cidade, de acordo com o mercado. Com isso a cobrança do IPTU poderia variar acima da inflação para aqueles imóveis com valor venal defasado.

“A atual pandemia de Covid-19 teve repercussão no campo econômico, diminuindo a renda de muitas famílias e a receita de muitas empresas, que foram obrigadas a paralisar suas atividades. Fazer essa correção, neste momento, traria inúmeros prejuízos para população”, diz a mensagem da Prefeitura no projeto.

A revisão da Planta Genérica é prevista pela legislação. A Lei Complementar nº 40, de 18 de dezembro de 2001 determina, no § 2º do art. 36, que o Poder Executivo deve encaminhar ao Poder Legislativo, até o dia 15 de outubro do primeiro ano do mandato, projeto de lei com proposta de atualização dos valores unitários de metro quadrado de construção e de terrenos, constantes na Planta Genérica de Valores Imobiliários

No entanto, a valorização imobiliária observada nos últimos quatro anos e a entrada em vigor da nova Lei de Zoneamento, em agosto de 2020, provocaram consideráveis alterações na ocupação urbana, com reflexos diretos no valor venal dos imóveis na capital.

Banda da Guarda Mirim do Paraná faz Concerto de Natal no sábado (11)

A Banda Marcial da Guarda Mirim do Paraná – Mudart apresenta neste sábado (11), o seu tradicional especial concerto de Natal. A atração é gratuita e ocorre a partir das 19:30, na sede do Colégio Estadual Guarda Mirim (Avenida Anita Garibaldi, 2395 – Curitiba).

O repertório da apresentação, sob regência do maestro Kevin Moltocaro, contará com músicas variadas de estilo natalino e religioso, além de apresentação do corpo coreográfico. O concerto ocorre após dois anos de pausa devido a pandemia.

Presença em diversos eventos cívicos e competições, a Banda Marcial da Guarda Mirim do Paraná é uma das bandas marciais mais tradicionais do Brasil, já sendo premiada em diversas competições Brasil agora. Em mais de 20 anos de estrada, o grupo já esteve em apresentações em vários estados brasileiros e também no Chile.

A BMGM-Mudart é parte da Guarda Mirim do Paraná, instituição com mais de 50 anos de atuação. Hoje vinculado à Secretaria de Estado da Educação (Seed-PR), o colégio possibilita a jovens de ambos os sexos, com idade entre 14 e 18 anos, residentes em Curitiba e/ou nos municípios que compõem a sua Região Metropolitana, o ingresso formal no mundo do trabalho através da aprendizagem.