Curitiba vai ganhar restaurante francês especializado em Crepe e Tartare

A gastronomia francesa é mundialmente conhecida por sua delicadeza e suas composições exóticas de ingredientes e sabores. Assim como a moda e a arquitetura, a culinária vinda da França torna-se referência atemporal. Na segunda quinzena de fevereiro, os amantes da cultura e dos típicos preparos franceses com uma pegada descolada, inspirada nos bistrôs do tradicional bairro Marais, terão um novo endereço na cidade de Curitiba: o Juliette.

O restaurante, que vai funcionar no FRESH Live Market, novo polo de entretenimento da capital paranaense, vai importar todo o charme da França e terá sua temática baseada em um dos pontos turísticos mais famosos do mundo: a Torre Eiffel. A decoração contará com grades que simulam as partes da torre, com luzes espalhadas pelo ambiente e uma bicicleta na entrada. Todo o projeto foi desenvolvido pela IMÃ Brands para transportar os clientes diretamente à França.

O cardápio do Juliette trará diversos preparos típicos do país europeu, entre eles os tradicionais crepes franceses, que serão servidos em diversos sabores:  Nutella, Salted caramel, Caramelo artesanal com flor de sal, Apple compote, Compota de maçã verde e canela, Banana and chocolate, Banana flambada e ganache de chocolate, Strawberry queen, Geleia de morangos frescos, Salted caramel and chocolate e Caramelo Salgado com ganache de chocolate e avelãs.

Juliette trará, também, os clássicos crepes salgados franceses, conhecidos como galettes, desenvolvidas com massas finas que lembram panquecas. Entre os destaques do cardápio estão as galettes de ovos, queijo ementhal, presunto de parma e alho poró; ovos, peito de peru, queijo ementhal, cogumelos, azeite de trufas; pesto; ovos, queijo ementhal, tomate cereja Confit e homemade pesto; ovos, salmão defumado, sour cream, cebolinha, alcaparras; e ovos, bacon crocante, catupiry e cebolinha. Os galletes serão acompanhados por uma saborosa cidra orgânica desenvolvida no bistrô, que serão servidas em garrafas exclusivas para que os clientes tenham uma experiência única.

Outro destaque do menu ficará por conta do delicioso Steak tartar, que terá diversas releituras, com destaque para o preparado com Filé mignon Angus cortado na ponta, brunoise de cebola roxa, alcaparras, amêndoas, picles de pepino, ceboulette, mostarda de dijon e azeite extra virgem. Além disso, o Juliette terá versões de Steak tartar com foie gras e, também, com Mushroom. Para completar, o cardápio do Juliette trará escargot, que será servido em porções de 6 unidade, e ovas com souer cream apresentadas em potinhos com design especial, que poderão ser consumidos no local ou lavados para casa.

Sobre o FRESH Live Market

Juliette vai funcionar no FRESH Live Market, um espaço que vai reunir gastronomia, arte, design e diversas outras opções de entretenimento na cidade de Curitiba. Em uma estrutura de 3 mil m², o local contará com 38 operações, quatro praças de alimentação, uma academia boutique, um pet shop, um espaço kids, espaço para cursos em geral e um grande estacionamento.

Juliette vai funcionar no complexo gastronômico FRESH Live Market, localizado na Alameda Doutor Carlos de Carvalho (nº 1502), no bairro batel. O empreendimento abrirá as portas na segunda quinzena de fevereiro, com funcionamento de segunda a quinta, das 11h às 23h; nas sextas e sábados, das 11h às 24h; e aos domingos, das 11h às 21h. Mais informações no site www.chezjuliette.com ou pelo perfil do empreendimento no Instagram (@juliette.tartare).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Curitiba ilumina pontos turísticos de laranja pela prevenção ao câncer de pele

Nesta terça-feira (7/12), a Praça do Japão e a Torre de Cronometragem do Parque Náutico estarão iluminados de laranja, em alusão à adesão de Curitiba ao Dezembro Laranja, a campanha nacional de Prevenção ao Câncer de Pele, promovida pela Sociedade Brasileira de Dermatologia (SBD).

A iluminação nesses locais foi feita para essa segunda-feira (6/12) e hoje ainda pode ser contemplada pela população. O objetivo é chamar a atenção dos curitibanos sobre a importância do diagnóstico e do tratamento precoce, além de orientar sobre os cuidados que devem ser incorporados à rotina diária.

O câncer de pele é o tipo de neoplasia mais incidente no Brasil, com cerca de 180 mil novos casos ao ano. Em Curitiba, dados do Instituto Nacional do Câncer (Inca) apontam a projeção de 1.820 novos casos por ano. A boa notícia é que a maior parte, 95%, é do tipo não melanoma, menos agressivo. Além disso, quando descoberto no início, tem mais de 90% de chances de cura.

“Por isso é importante que a população fique atenta aos sinais e sintomas, e procure logo um serviço de saúde”, afirma a dermatologista do Centro de Especialidades de Santa Felicidade da Secretaria Municipal da Saúde de Curitiba, Simone Viola Ampuero Gehlen.

Prevenção

De acordo com a médica, a orientação é para que as pessoas fiquem atentas a lesões na pele que não cicatrizam, principalmente nas áreas que comumente ficam expostas ao sol. Sangramentos e pruridos neste tipo de lesões também são sinais de alerta. Segundo Simone, é importante observar pintas com mudança na cor e bordas irregulares.

Em qualquer um desses casos, a orientação é procurar o mais breve possível, um serviço de saúde, para uma avaliação. No SUS Curitibano, a porta de entrada é a unidade de saúde. Caso seja necessário, a unidade faz o encaminhamento do paciente para um especialista.

Além de observar os sinais de alerta, é importante também se prevenir. Medidas básicas do dia a dia que podem ajudar são o uso de filtro solar nas áreas que ficam expostas (com mínimo de fator de proteção solar de 30); evitar o sol entre as 10h e 16h; além de usar chapéu e roupas que protejam a pele o máximo possível da exposição direta ao sol.  

Câmara de Curitiba aprova suspensão de reajuste e limita correção do IPTU em 2022

O projeto da Prefeitura que adia a revisão da Planta Genérica de Valores e garante que o Imposto Predial e Territorial Urbano (IPTU) não sofra reajuste em 2022 foi aprovado, por unanimidade, nesta segunda-feira (06/12) em primeiro turno na Câmara Municipal de Curitiba (CMC). A proposta, que recebeu 38 votos favoráveis, será votada em segundo e último turno nesta terça-feira (07/12).

Confirmada a aprovação, a atualização da Planta Genérica de Imóveis fica adiada para outubro de 2022, sendo que o reajuste que será aplicado valerá para 2023.

Dessa forma, os reajustes que estavam em vigor nos últimos anos, de 4% para imóveis residenciais, e de 7% para terrenos (mais a inflação), não serão praticados no IPTU 2022, que terá apenas a correção pela inflação, medida pelo IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo).

A revisão da Planta Genérica de Valores atualizaria o valor venal dos imóveis da cidade, de acordo com o mercado. Com isso a cobrança do IPTU poderia variar acima da inflação para aqueles imóveis com valor venal defasado.

“A atual pandemia de Covid-19 teve repercussão no campo econômico, diminuindo a renda de muitas famílias e a receita de muitas empresas, que foram obrigadas a paralisar suas atividades. Fazer essa correção, neste momento, traria inúmeros prejuízos para população”, diz a mensagem da Prefeitura no projeto.

A revisão da Planta Genérica é prevista pela legislação. A Lei Complementar nº 40, de 18 de dezembro de 2001 determina, no § 2º do art. 36, que o Poder Executivo deve encaminhar ao Poder Legislativo, até o dia 15 de outubro do primeiro ano do mandato, projeto de lei com proposta de atualização dos valores unitários de metro quadrado de construção e de terrenos, constantes na Planta Genérica de Valores Imobiliários

No entanto, a valorização imobiliária observada nos últimos quatro anos e a entrada em vigor da nova Lei de Zoneamento, em agosto de 2020, provocaram consideráveis alterações na ocupação urbana, com reflexos diretos no valor venal dos imóveis na capital.