Curitiba terá edição inédita do Comida di Buteco

O Comida di Buteco 2021 está mais diferente do que nunca. Pela primeira vez o concurso está acontecendo em formato híbrido. Além dos butecos estarem recebendo clientes (de maneira mais restrita em função da pandemia de Covid-19), os petiscos também podem ser degustados em casa, pelo delivery. Todos os petiscos têm preço fixo de R$ 27 e podem ser pedidos via 99 Food (app oficial do evento) ou pelo delivery dos próprios bares. O Comida di Buteco vai até o dia 22 de agosto. 

Neste ano, o tema do concurso é “raízes”. Ou seja, esse é um ingrediente obrigatório no prato, seja no preparo do petisco, no molho e até como elemento decorativo. E as opções são diversas. Tem petisco preparado com batata baroa, mandioca, inhame, gengibre, batata doce, e por aí vai.  

Os telefones dos butecos participantes estão no site do Comida di Buteco

Como vai funcionar o Comida di Buteco este ano?  

A principal diferença do Comida di Buteco neste ano é que apenas quem pedir o petisco e degustar no buteco poderá votar para eleger o melhor de Curitiba. Isso porque, na votação, além do sabor do prato, é avaliado de 0 a 10 também o atendimento, higiene e temperatura da bebida.   

 O peso da nota do petisco é o maior, com 70%, e as demais categorias tem o peso de 10% cada uma. O voto do público vale 50% do peso total e um grupo de jurados especialistas, críticos e butequeiros de plantão tem os outros 50%.      

 Após o término do concurso será eleito, assim como todo ano, o melhor buteco da cidade. O coroado ainda participará da segunda etapa: saber qual buteco é o melhor do Brasil. Nessa fase vale apenas a votação de uma nova comissão de jurados, escolhida especificamente para esse momento, que vai visitar os campeões de cada cidade avaliando sua performance nas mesmas quatro categorias (petisco, atendimento, temperatura da bebida e higiene). Cada campeão recebe três jurados (um da sua cidade e dois de outras cidades) e por fim elege-se o Melhor Buteco do Brasil.    

 O Comida di Buteco é 100% viabilizado com investimento de empresas que acreditam na sua CAUSA, como plataforma de desenvolvimento de suas marcas, pois nenhum buteco participante paga nada para participar nem é obrigado a consumir nenhum produto dos patrocinadores.  

  Empresas patrocinadoras em Curitiba    

 Apresentadores: Isabela | Piraquê   
Patrocínio: Coca-Cola | Santander/GetNet  

Promoção: RPCTV  

Apoio: MC Cain | Heinz | Reserva 51 | Chandon | Abrasel | Convention | SEHA | IMT | Paraná Turismo | Germer | Gazeta do Povo | Dickies/Santanense | Coletiva Mídia | TagMe | 99 Food | Zero Cal  

   

Saiba mais sobre o Movimento Salve os Butecos   

 E para quem deseja ajudar os butecos de outras maneiras foi ainda criado o movimento Salve os Butecos, cujo objetivo é gerar fluxo de caixa de forma que esses bares possam se reerguer. Todos podem participar através de doações: consumidores, empresas, veículos de comunicação e mídia. Elas podem ser em espécie, produtos (no caso de empresas que atendem diretamente os butecos) e espaços na mídia para divulgar a campanha.    

 A meta é arrecadar R$ 3 milhões entre julho e agosto e dividir igualmente entre os butecos participantes do concurso em todo o Brasil. O acompanhamento das doações será através do “butecômetro” no site comidadibuteco.com.br.  A conta para doações é:    

Banco Santander 033    

Agência: 1595    

Conta número: 130023050    

Comida di Buteco Produções Gastronômicas LTDA    

CNPJ: 06.204.569/0001-55    

SERVIÇO:   

Comida di Buteco em Curitiba   

De 30/07 a 22/08   

www.comidadibuteco.com.br   

Facebook: /comidadibuteco   

Instagram: _comidadibuteco   

Twitter: @_comidadibuteco   

Baixe o app ComidadiButeco   

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rede abre agendamentos para castrações de cães e gatos em novembro

Nesta sexta-feira (15/10), às 12h, começam os agendamentos para 325 castrações de cães e gatos em clínicas contratadas pelo município. As cirurgias fazem parte do Programa Municipal de Castração Gratuita e podem ser marcadas pelo site da Rede de Proteção Animal da Prefeitura de Curitiba

Para escolher a data, o cidadão, protetor ou responsável pela ONG deve estar logado em seu cadastro. “Apenas dessa forma é possível ter acesso às vagas disponíveis”, reforça o diretor do departamento de Pesquisa e Conservação da Fauna, Edson Evaristo. 

Outras 2,7 mil vagas ainda serão ofertadas no mês de novembro, no mutirão de castração da Regional Pinheirinho. Agendamentos serão abertos a partir do dia 8 de novembro (segunda-feira). 

Cuidados

A Rede de Proteção Animal reforça que os tutores devem ir sozinhos ou com, no máximo, um acompanhante ao agendamento e respeitar a antecedência recomendada para evitar aglomerações e manter o distanciamento necessário para prevenção ao contágio da covid-19. 

O uso de máscaras e a higienização frequente das mãos também são obrigatórios durante todo o tempo de permanência nos locais. Quem apresentar sintomas de infecção respiratória, deve pedir para outra pessoa levar o animal ou cancelar o atendimento.
 

Bruxas contadoras de histórias animam a programação especial para os curitibinhas

As bruxas contadoras de histórias, que em agosto voltaram a encantar os visitantes do Bosque Alemão (Vista Alegre), também animam a programação especial em comemoração do Dia da Criança.

Elas divertiram os visitantes do bosque nesta quarta-feira (13/10) e aguardam as famílias no próximo dia 18, às 14h30, no Parque dos Tropeiros, na CIC.

Além desta data, no dia 20 as bruxas estarão na Praça Rui Barbosa, no Centro, e no dia 29 na Praça do Japão, no Batel, ambas a partir das 14h30.

Depois de um período distante de público, por causa das medidas restritivas contra a covid-19, as bruxas – professoras da rede municipal que se fantasiam para estimular a leitura – voltaram a circular pelo bosque em agosto. Os cuidados são reforçados devido à pandemia do novo coronavírus, por isso as histórias são contadas ao ar livre, ao longo da trilha de João e Maria, e não mais dentro da Casa Encantada.

A coordenadora de Projetos da Secretaria Municipal da Educação, Andrea Barletta, explica que quem quiser visitar a Casa Encantada pode entrar, mas respeitando as novas regras: distanciamento, uso de máscara e higienização das mãos com álcool em gel 70%.

Letícia da Silva, 5 anos, estava com os amigos no bosque nesta quarta-feira e se surpreendeu com o agito das bruxas. “Eu estava com saudade das bruxas, elas são boazinhas”, disse a menina.

Na tevê

As bruxas do Bosque Alemão também continuam a contação de histórias no formato remoto, para quem preferir. Elas estão todas as segundas-feiras, às 15h, no Facebook da Secretaria Municipal da Educação.

Também podem ser vistas na TV Escola Curitiba, pelos canais da tevê aberta 4.2 (Rede Massa), 9.2 (Paraná Turismo) e 16.4 (TV Evangelizar), além do canal da TV Escola no YouTube.

A Casa Encantada

Inaugurada em março de 1996, na primeira gestão do prefeito Rafael Greca, a Casa Encantada é uma biblioteca e espaço para contação de histórias. Permaneceu fechada para o público desde o ano passado, por causa da pandemia, mas desde agosto voltou a funcionar.

A biblioteca da Casa Encantada é uma das 195 unidades da Rede Municipal de Bibliotecas Escolares, com um acervo de 2,4 mil livros destinado ao público infantil.

Você sabe quem são as bruxas?

Todas as 19 bruxas são professoras da rede municipal de ensino de Curitiba e se dedicam a levar cultura e conhecimento por meio da literatura.