Curitiba segundo o MasterChef Brasil

MasterChef não é nenhuma novidade que vem sendo febre no Brasil há algum tempo já. Então pensei, que tal usar alguns memes para descrever comportamentos curitibanos? Veja no que deu:

Me convidam pra comer uma coxinha da Dois Corações

Uma das tradicionais lanchonetes aqui de Curitiba e sua coxinha recheada com frango e catupiry é algo de outro mundo.

Quando a pessoa fala “salsicha”

Claro que respeitamos quem fala salsicha, mas que fique dito: O CERTO É VINA!

Anunciam que vai começar a feirinha da Praça Osório

Comer um pastel e tomar um quentão no inverno é uma das melhores emoções que um curitibano pode viver. Quem já foi na feirinha da Osório, sabe o que estou falando.

Fontana, Tubão ou Campo Largo?

Para quem nunca tomou, fique a vontade. Mas lembro a todos que sou adepto ao tubão.

Quer comer Rollmops?

O “sushi curitibano” é algo realmente estranho. Muitos dizem que não é daqui, mas incorporamos a nossa cultura gastronômica. Normalmente você encontra esta iguaria em bares de baixíssima gastronomia (para mim os melhores).

Último ônibus está saindo e você está com os(as) amigos(as)

Para quem viveu uma situação dessas já sabe. Você sem dinheiro, voltando de um rolê e o último ônibus está quase saindo. O Madrugueiro só daqui uma hora, não aguenta mais e precisa ir pra casa.

Estaciono o carro na rua e falo que não tenho dinheiro pra dar

Vivemos sempre uma situação dessas nas ruas de Curitiba, principalmente em ruas com mais fluxo de pessoas. Os guardadores surgem do nada e querem que você dê “5 reais bem cuidado”, pagando adiantado e no fim da noite não estão mais lá. Não é nenhuma obrigação você dar e muitas vezes não tem dinheiro, fazer o quê?

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Em parceria com a Urbs, Exército começa sanitização dos ônibus na próxima segunda

O Exército vai auxiliar na sanitização dos ônibus da capital. Soldados da 5º divisão vão fazer, em parceria com a Urbanização de Curitiba (Urbs), a higienização com quaternário de amônio em toda frota operante do transporte coletivo de Curitiba a partir da próxima segunda-feira (10/8).

Na manhã desta quinta-feira (6/8) os soldados fizeram um treinamento de assepsia dos ônibus no terminal do Pinheirinho. Foram sanitizados quatro biarticulados. Nesta sexta-feira (7/8) será realizada mais uma etapa de treinamento.

O reforço na higienização é para evitar a propagação da covid-19 em locais de grande circulação, como espaços ligados ao transporte público da capital, segundo o presidente da Urbanização de Curitiba (Urbs), Ogeny Pedro Maia Neto. Por dia, 290 mil pessoas usam os ônibus na cidade.

“A pandemia exige que, além da limpeza tradicional, que continua a ser realizada em todos os pontos do transporte coletivo, façamos essas operações de desinfecção de forma a minimizar o risco de contágio da população pelo novo coronavírus”, afirma.

Serão 30 militares do Exército envolvidos no trabalho, que será realizado nos veículos em grandes estações e nos terminais, no intervalo de desembarque e embarque dos ônibus. Serão seis esquadras (com cinco militares cada) e seis fiscais da Urbs trabalhando no projeto.

O trabalho de sanitização dos veículos dura cerca de três minutos e será realizado logo após o ônibus desembarcar todos os passageiros no terminal. Os soldados usarão um atomizador costal para fazer a assepsia dentro dos ônibus.

Toda a frota operante da capital, de cerca de 900 veículos, será higienizada. A ação deve ir inicialmente até 21 de agosto, podendo ser prorrogada até 4 de setembro.

O trabalho será executado de segunda-feira a sexta-feira, das 9h às 12h. O sanitizante é aplicado nos pontos de apoio de mãos e contato nos ônibus.

Na segunda-feira, a sanitização será realizada nos ônibus que param na estação da Praça Rui Barbosa e nos terminais do Santa Cândida, CIC, Sitio Cercado, Capão do Imbuia e Caiuá.

Ações especiais

Para combater a propagação da covid-19, a Urbs já realizou várias higienizações especiais. Foram feitas sanitizações em todos os 22 terminais da cidade, nas estações-tubo e nos 2.640 pontos de ônibus metálicos da cidade, além da Rodoferroviária e do Centro de Controle Operacional Operações (CC0) da Urbs.

 “É o esforço da cidade para proteger vidas. Sabemos que o transporte público tem muitos locais de grande fluxo de pessoas e queremos dar maior segurança para os passageiros e evitar a contaminação pela covid-19”, diz o presidente da Urbs.

Obra da Sanepar interrompe abastecimento em 55 bairros de Curitiba

A Sanepar informa que em virtude de uma substituição de válvulas no Reservatório Cajuru precisa interromper o fornecimento de água na terça-feira (11), a partir das 6h, nos seguintes bairros de Curitiba e Almirante Tamandaré. 

CURITIBA: Cachoeira, Pilarzinho, Taboão, Barreirinha, Bacacheri, Boa Vista, Bigorrilho, Campina do Siqueira, Seminário, Batel, Mercês, Centro, Jardim Botânico, Rebouças, Centro, Cristo Rei, Hugo Lange, Prado Velho, Juvevê, Alto da XV, Abranches, Bom Retiro, Pilarzinho, São Francisco, São Lourenço, Vista Alegre, Cascatinha, São João, Santa Cândida, Tingui, Atuba, Ahú, Alto da Glória, Centro Cívico, Juvevê, Água Verde, Rebouças, Cabral, Jardim Social e Vila Izabel. 

ALMIRANTE TAMANDARÉ: Colônia Prado, Graziele, São Jorge, Cachoeira, Centro, Cíntia Mara, Tati, Jardim Gramados, Jardim Roma, Monte Santo, São Gabriel, Parque São Jorge, Prado, Jardim Graziele e Lamenha Grande. 

A normalização do sistema está prevista para o final da tarde de quarta-feira (12) e será de forma gradativa. Só ficarão sem água durante este período os clientes que não têm caixa-d’água no imóvel, conforme recomendação da ABNT (Associação Brasileira de Normas Técnicas).

A Sanepar sugere que cada imóvel tenha uma caixa-d’água de pelo menos 500 litros. Assim, é possível ter água por 24 horas, no mínimo.

O Serviço de Atendimento ao Cliente Sanepar é feito pelo telefone 0800 200 0115, que funciona 24 horas. Ao ligar, tenha em mãos a conta de água ou o número de sua matrícula. Para consultar esta e outras informações, utilize o aplicativo para celular e tablet Sanepar Mobile ou acesse o site da Sanepar: www.sanepar.com.br