Covid-19: Itaipu repassa R$ 2 milhões em equipamentos e insumos para municípios do Oeste do Paraná

Investimento faz parte das ações da Itaipu para auxiliar no combate ao coronavírus.

A Itaipu Binacional, por meio do Hospital Ministro Costa Cavalcanti (HMCC), vai repassar testes rápidos para identificação de pacientes com coronavírus e equipamentos como monitores cardíacos e macas, além de insumos e equipamentos de proteção individual (EPIs), para 53 municípios integrantes da Amop (Associação dos Municípios do Oeste do Paraná).

O investimento é superior a R$ 2 milhões e será distribuído per capita, cabendo às Secretarias Municipais de Saúde a logística de retirada dos materiais e encaminhamento às respectivas unidades de atendimento ao público.

O único município integrante da associação que não será beneficiado é Foz do Iguaçu, que já foi contemplado anteriormente. A relação dos municípios foi repassada ao superintendente do HMCC, Fernando Cossa, na manhã desta quinta-feira (10), pelo presidente da Amop, Rineu Menocin. A entrega deverá se iniciar em breve.

Segundo Fernando Cossa, “É uma satisfação para o Hospital Ministro Costa Cavalcanti e também à Itaipu Binacional poder contribuir com importantes ações de saúde dos municípios e no enfrentamento da pandemia”.

“Os municípios associados à Amop agradecem a generosidade de Itaipu, ao seu diretor-geral brasileiro, general Joaquim Silva e Luna, e, extensivamente, a todos os colaboradores”, disse Menoncin.

Investimentos

A Itaipu Binacional investiu R$ 24 milhões na Fundação Itaiguapy para a criação de uma ala exclusiva de atendimento de covid-19, hoje com 25 leitos de UTI, dois leitos de semi-intensiva e 20 leitos de unidade de transição, além da aquisição de testes de Reação em Cadeia de Polimerase (PCR), medicamentos e respiradores para atender a demanda da região.

O auxílio eventual da margem brasileira de Itaipu foi ampliado para R$ 5,5 milhões em 2020, permitindo o atendimento a entidades assistenciais, sem fins lucrativos, que sofreram impacto econômico causado pela pandemia de covid-19. O valor é mais de três vezes a mais que o previsto antes da crise sanitária. Os recursos já beneficiaram quase 30 mil pessoas (21.775 diretamente e 6.824 indiretamente), de todo o Oeste do Paraná.

Todas as ações seguem as diretrizes do governo federal para ajudar os públicos mais vulneráveis.

Com informações da Assessoria de Imprensa da Amop

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Veja os direitos previdenciários e trabalhistas de quem contraiu a Covid-19

Entre os benefícios que podem ser conquistados pelo segurado do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), por exemplo, estão auxílio-doença, pensão por morte e aposentadoria por invalidez


Trabalhadores contaminados pela Covid-19, doença causada pelo novo coronavírus, ou dependentes que tiveram parentes mortos em decorrência do vírus, têm uma série de direitos trabalhistas e previdenciários.

Entre os benefícios que podem ser conquistados pelo segurado do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS), por exemplo, estão auxílio-doença, pensão por morte e aposentadoria por invalidez.

O trabalhador que foi infectado pelo vírus também poderá usufruir dos seguintes direitos constitucionais: estabilidade no emprego, recolhimento do FGTS, convênio médico e, em alguns casos, indenização.

“Os direitos previdenciários e trabalhistas serão preservados nas duas hipóteses: se a pessoa contraiu Covid-19 no ambiente de trabalho ou fora dele”, diz o advogado Peterson Vilela, do L.O. Baptista Advogados.

Auxílio-doença

O INSS prevê o pagamento do auxílio-doença ao segurado que esteja temporariamente incapacitado para o trabalho. Logo, o benefício poderá ser concedido ao funcionário infectado pelo novo coronavírus.

O benefício – hoje chamado de auxílio por incapacidade temporária – é pago a partir do 16º dia em que o segurado se afastou da ocupação. Até então, o salário da vítima deve ser garantido pela própria empresa.

O valor do auxílio por incapacidade temporária pago pela Previdência Social é o equivalente a 91% do resultado da média aritmética simples dos maiores salários correspondentes a 80% do período contributivo.

Informações Metrópoles, via Banda B.

Em obras: Mirante do Vertedouro da Itaipu começa a ganhar um novo visual

Equipe do PTI-BR desenvolveu todo o projeto, com base em relatos dos visitantes, para garantir um passeio ainda mais agradável na usina

Não tem como competir: aberto, o vertedouro da Itaipu é incomparável como atrativo da usina. E o seu mirante, agora, está passando por uma grande revitalização para fazer jus ao seu atrativo principal. O projeto de repaginação do local, feito pelo Parque Tecnológico Itaipu (PTI-BR), vai proporcionar aos turistas e moradores de Foz do Iguaçu e região uma experiência ainda mais única do espaço. O “novo” mirante do vertedouro deve ficar pronto em março de 2021.

Foto: Divulgação Projeto

Desde o início do ano, o local está passando por mudanças: todo o piso, por exemplo, foi substituído e agora é do tipo paver, pensando em uma melhor acessibilidade aos visitantes – esta parte das obras foi executada pela Itaipu. Em setembro, o PTI, que é responsável pela administração dos atrativos turísticos da hidrelétrica em conjunto com a Itaipu, iniciou um novo conjunto de melhorias no espaço.

Foto: Divulgação Projeto

Todo o projeto foi elaborado pela equipe de profissionais de engenharia e arquitetura da área de Infraestrutura, Segurança e Serviços do Parque Tecnológico. Conforme explica a engenheira Daniele Gotardo Martinez, as ações foram planejadas com base em relatos dos próprios visitantes, para assegurar a excelência no atendimento dos turistas na maior geradora de energia elétrica do mundo.

A área total que está sendo revitalizada é de aproximadamente 400 m², com um investimento de pouco mais de R$ 1,5 milhão. Atualmente, a área próxima ao vertedouro tem uma infraestrutura simples e, por isso, o tempo de parada dos visitantes era restrito – apenas para alguns registros, principalmente no pórtico fotográfico.

Com a revitalização, a intenção é que os turistas desfrutem mais esse espaço, onde estão sendo construídos uma rampa para uma visão mais ampla do vertedouro, com dois metros de altura, bancos, lanchonetes itinerantes, banheiros e estruturas para proteção em dias de chuva, a fim de propiciar um tempo maior de permanência no espaço. Também será edificado um palco que poderá ser utilizado para shows e eventos organizados pela Itaipu e pelo PTI.

Foto: Divulgação Projeto

Novos pontos de ônibus com cobertura serão instalados, com infraestrutura de wi-fi para aos turistas, e os fluxos do transporte serão otimizados, garantindo maior autonomia do visitante durante sua passagem pela Itaipu.

A reforma do Mirante do Vertedouro dá início a uma série de ações que o Parque Tecnológico Itaipu, como gestor do Complexo Turístico Itaipu, pretende promover para incrementar a experiência dos turistas na usina. Estão previstas também obras no Mirante Central, adequações no Centro de Recepção de Visitantes e a inserção de novas tecnologias.

“Entre as atuações do PTI-BR está o desenvolvimento de soluções para o aprimoramento do turismo, atividade que tem importância fundamental para a economia de Foz do Iguaçu e região. Como gestores dos atrativos da usina, estamos comprometidos com a melhoria contínua dos serviços oferecidos aos nossos visitantes”, diz o diretor-superintendente do PTI, general Eduardo Garrido.

Para o diretor-geral brasileiro de Itaipu, general Joaquim Silva e Luna, “essas melhorias vão garantir uma experiência única da nossa gente e de viajantes do mundo inteiro na usina de Itaipu”.