Corre Molusco 3D – Coletar propinas e fugir do Japonês

Corre Molusco 3D – Coletar propinas e fugir do Japonês

O Sr. Molusco era um grande político – ao menos era o que todos pensam -, mas andou aprontando e agora a República de Curitiba quer ele na cadeia.

JOGUE NO NAVEGADOR!

JOGUE NA PLAYSTORE!

Corre Molusco 3D – Coletar propinas e fugir do Japonês

Desenvolvido pela divisão de games da Agência Braising, Raptors Lab, usando a tecnologia Unity e ilustrações próprias da equipe. O Corre Molusco 3D está disponível para dispositivos Android e também em uma versão online para ser jogada em qualquer navegador.

No game você entra na pele do Sr. Molusco, um famoso político fictício que está correndo para não ser preso pela Policia Federal e mesmo em fuga o figurão não deixa de coletar algumas propinas pelo caminho. Quanto mais longe você correr, melhor será sua classificação no ranking interno e juntando dinheiro suficiente é possível trocar as roupas do personagem. Com certeza o uniforme de presidiário é o que cai melhor para ele!

corre-molusco-3D-5

Esse game é parte de um projeto interno da Agência e tem como objetivo principal apresentar as nossas capacidades de desenvolvimento de games digitais rápidos, além de trazer um pouco de humor para a atual situação do nosso belíssimo pais.

São diversas as possibilidades de aplicação de games como esse, desde uma sátira até envolvendo campanhas publicitárias especificas como foi o caso do Boticário em 2013. O game Quasar Quest seguiu a mesma linha do Corre Molusco 3D e teve como foco trazer uma visão moderna para o perfume da marca, que leva o mesmo nome do jogo.

Ficou interessado em conhecer um pouco mais sobre jogos digitais e suas aplicações no mercado atual? Envie um e-mail para contato@raptorslab.com.br e tire suas dúvidas conosco, mesmo que sejam apenas curiosidades.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Governador propõe reajuste de 3% para os servidores públicos em 2022

O governador Carlos Massa Ratinho Junior vai mandar um projeto de lei para a Assembleia Legislativa do Paraná propondo reajuste de 3% aos servidores públicos. A lei revê os termos da programação implementada em 2019 e interrompida em 2020 e 2021 em função da pandemia, como condição para o recebimento de verbas federais para a manutenção dos serviços básicos para a população. O texto tramitará em regime de urgência.

O reajuste leva em consideração o cenário econômico pós-pandemia. A fim de promover o pagamento do valor ainda em débito, fora editado a Lei n° 19.912, de 2019, porém, sobretudo em função da crise econômica, apenas a primeira parcela (2%) foi paga. Na época, o pagamento da reposição salarial, escalonado até 2022, seria de 2% em 2020 e 1,5% 2021 e 2022, com impacto global estimado em R$ 1,8 bilhão.

No entanto, com a pandemia e a lei federal (lei complementar 173/2020) que instituiu os repasses emergenciais aos estados com veto ao aumento da folha até dezembro de 2021, os pagamentos foram interrompidos. Agora, sem essa amarra, o Governo do Estado propõe a retomada dos pagamentos. Se aprovado, o reajuste será implementado em janeiro.

O impacto financeiro é estimado em R$ 786,3 milhões por ano – R$ 459 milhões em ativos e R$ 327 milhões em inativos. O Estado tem cerca de 150 mil servidores ativos e 133 mil inativos (aposentados e pensionistas).

“O Governo tem como meta manter as contas em equilíbrio, o que possibilita atrair investimentos que geram milhares de empregos e fazer investimentos públicos para melhorar a vida nos municípios. Também estamos batalhando para aumentar a arrecadação para sanar o déficit projetado para o Orçamento deste ano, ainda fortemente impactado pela pandemia. Enfrentamos nos últimos anos uma das maiores crises da nossa história e agora começamos a trabalhar com o planejamento de reajuste para os nossos servidores, que tanto se empenharam para manter os serviços públicos nos últimos anos”, afirmou o governador Ratinho Junior.

Segundo o projeto, o pagamento do índice restante de revisão geral anual previsto na Lei n° 18.493, de 24 de junho de 2015, dependerá do desempenho da arrecadação ao longo do exercício de 2022.

Fim de semana ensolarado termina com 31 atendimentos ao mar; adolescente de 15 anos morreu

O fim de semana ensolarado, com temperaturas próximas dos 30°C, levou muita gente ao Litoral do Paraná. Assim, o número de incidentes no mar também foi alto, segundo balanço divulgado pelo Corpo de Bombeiros nesta segunda-feira (29). De acordo com os dados, foram 31 atendimentos, com uma morte na cidade de Guaratuba.

A vítima fatal era moradora de Curitiba e estava com a família no Balneário Nereidas. O Corpo de Bombeiros alerta que a área não era atendida por guarda-vidas.

Em Pontal do Paraná, uma adolescente de 13 anos foi socorrida em estado grave após se afogar. Ela foi encaminhada ao Hospital Regional do Litoral.

Segundo o tenente Malaquias, do Corpo de Bombeiros, é fundamental procurar por lugares seguros ao entrar ao mar. “No Litoral do Paraná temos diversas correntes de retorno, então se ele não conhecer a área e ficar preso ao fundo, a probabilidade de afogamento é grande”, descreve.

Os atendimentos do fim de semana aconteceram em Morretes (2), Pontal do Paraná (7), Matinhos (11), Guaratuba (9) e Ilha do Mel (2).

Informações Banda B