Comédia e espetáculos musicais integram a programação da segunda semana da Mostra Multiartes Cena Hum

Três espetáculos estreiam, nesta semana, na 54ª. edição da Mostra Multiartes Cena Hum, que acontece até o próximo dia 11 de dezembro, no Teatro Cena Hum, em Curitiba. Promovido pela Cena Hum Academia Multiartes, o evento é o maior de teatro acadêmico do Paraná.

Na quinta-feira (01), às 19 horas, acontece a apresentação do musical “Antes da (Má) Fama”, com direção de Thaísa Baby. Adaptação da obra “A Chorus Line”, a peça mostra as vilãs Cruela, Malévola e Úrsula disputando uma vaga em um espetáculo, mostrando as suas habilidades da (má) fama. Também acontecerão sessões no sábado (03) e domingo (04), às 17 horas.

Já a peça musicada “Universo Disney”, com direção de George Sada, mostra um grupo de exploradores que decide fazer uma excursão até uma montanha para estudar as rochas e estar mais próximo da natureza. Quando entram em uma caverna, algo mágico acontece e suas histórias se aproximam da essência do universo Disney. As apresentações acontecem no sábado e no domingo, às 19 horas.  

Às 21 horas de quinta-feira, sexta e sábado, será exibida a comédia “O Marido, a Noiva e o Velho Ciumento”, também com direção de George Sada, em parceria com Fran Gomes. A peça faz uma breve experimentação de três roteiros encontrados na obra do italiano Flaminio Scala, possibilitando o estudo, o humor e a interpretação de figuras marcantes da Commedia Dell’Arte, tais como Pantaleone, Dottore, Arlequim, Colombina, Pulcinella e alguns Enamorados.

Os ingressos para os espetáculos custam R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia). Para conferir a programação completa da Mostra Multiartes Cena Hum, acesse www.cenahum.com.br.

Serviço:

54ª. edição da Mostra Multiartes Cena Hum

Quando: até 11 de dezembro e 2022.

Onde: Teatro Cena Hum (Rua Senador Xavier da Silva, 166, São Francisco)

Ingressos: R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia)

Mais informações: (41)99943-9396.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Única apresentação do imperdível espetáculo ‘A Terceira Margem’

Cleide Piasecki e Ivan Moraes, artistas paranaenses de diferentes áreas de atuação, juntaram-se na direção de um espetáculo de música, teatro e literatura, com estreia no próximo dia 1º de dezembro, às 20h, no Teatro Zé Maria, em Curitiba.

Inspirado na Semana de Arte de 22, que neste ano completa 100 anos e em obras de autores e compositores brasileiros, ‘A Terceira Margem’ tem direção geral da atriz e coreografa, Cleide Piasecki e direção musical do tenor, maestro e professor, Ivan Moraes. No elenco além de Cleide e Ivan estão também: Leonardo Goulart, Ben Hur Cionek e João Albuquerque. Figurinos, Maquiagem e Caracterização são de Marcelino de Miranda e a Produção e Programação Visual de, Celso Arimateia.

“Todo o projeto foi pensado desde a sua concepção para oferecer ao público uma experiência artística que mostrasse que a arte é parte integrante de nossa vida e de nossa cultura em sociedade. Entendê-la e experimentá-la não é um privilégio apenas de artistas, mas um direito de todo ser humano”, diz a diretora do espetáculo, Cleide Piasecki.

A ideia nasceu durante o período de isolamento na pandemia, um período estudo, de pesquisa e de muita reflexão sobre a arte e suas origens. A arte é muito antiga e não nasceu dentro dos livros, dos museus ou dos teatros, surgiu de uma necessidade dos nossos ancestrais de expressar a sua subjetividade e sua espiritualidade. Surgiu na mente e tomou forma através do corpo e das mãos de seres humanos que viveram há muito tempo, numa sociedade pequena em relação ao que é hoje, uma sociedade que enfrentava condições severas de sobrevivência.  A arte é inerente ao ser humano, assim como a cultura, a ciência e a educação. Todas fazem parte do processo civilizatório, nasceram quase que ao mesmo tempo e nos ajudaram a sobreviver, evoluíram conosco e nos trouxeram até o momento presente.

Em ‘A Terceira Margem’ a intenção é ressaltar a importância da arte e da nossa cultura como elementos formadores do ser humano e afirmar através da música e dos textos de grandes autores e compositores, populares e eruditos, que a cultura não é apenas um aspecto da vida, mas o universo no qual estamos inseridos. “A cultura é a mãe da arte, é nossa ancestralidade, nossa identidade nacional, é o que nos faz sonhar e nos aponta para futuros possíveis”, ressalta Cleide.

Serviço:

“A terceira Margem”

Única apresentação em 1º de dezembro às 20h – Teatro Zé Maria em Curitiba

Ingressos: R$ 40,00 (inteira) e meia entrada para classe artística e estudantes

Exclusivo pelo endereço: https://www.ticketfacil.com.br/eventos/cctg-a-terceira-margem-direcao-de-cleide-piasecki.aspx

Classificação – 16 anos.

‘A Terceira Margem’ tem o patrocínio e incentivo da iniciativa privada. Gráfica Rádial, Graf Digital e Galeria Simões de Assis (Patrocinadores). No apoio TMK Eventos Sustentáveis, ZIGG Comunicação Corporativa e Rodrigo Ziolkowski (RZ Luz Iluminação)

Nova companhia de ópera de Curitiba faz sua estreia com o espetáculo “La Sonnambula”

Curitiba acaba de ganhar uma nova companhia de ópera. Trata-se da Companhia Santa Cecília, que faz sua estreia com o espetáculo “La Sonnambula”, que será apresentado no próximo dia 27 de novembro (domingo), às 20 horas, no Guairinha (auditório Salvador de Ferrante).

Com direção musical de Thiago Plaça Teixeira, o concerto lírico será estrelado pela soprano ítalo-brasileira Ornella de Lucca, que acaba de voltar para a capital paranaense após uma temporada de trabalhos e estudos na Itália. Formada pela conceituada Universität Mozarteum de Salzburg, da Áustria, ela já participou de vários concertos, óperas e operetas tanto no Brasil quanto no exterior, cantando papéis principais.

Em “La Sonnambula”, Ornella será acompanhada pelo tenor Vitorio Scarpi, pelo barítono Cláudio de Biaggi, pela também soprano Melissa Bergonso e pela mezzo-soprano Diana Danieli. Com formações variadas e diversos trabalhos já realizados, todos eles integram a Companhia Santa Cecília, sendo naturais do Paraná e residentes de Curitiba. 

O coro será formado pelos cantores líricos convidados Lívia Ribeiro, Maria Julia Mello e Paloma López (sopranos); Maico Sant’Anna, Mario Malinconi e Odair Sebaniski (tenores); e Divonei Scorzato, Johann Kamien e Roberto Guimarães (baixos). A narração será feita pelo ator Renet Lyon.

A orquestra que tocará na montagem de estreia é composta por músicos de Curitiba que também participam de outros grupos da cidade, como Orquestra Sinfônica do Paraná, Camerata Antiqua de Curitiba e Orquestra Filarmônica da UFPR. Eles contarão com a regência do maestro Felipe Biesek.

La Sonnambula

A ópera La Sonnambula, do compositor italiano Vicenzo Bellini, é dividida em dois atos, tendo sido apresentada pela primeira vez no Teatro Carcano, em Milão, em 1831. A ação acontece em uma vila suíça no início do século XIX. Amina (que será interpretada por Ornella de Lucca) – filha adotiva de Teresa (Diana Danieli), dona do moinho da vila – comemora seu noivado com Elvino (Vitorio Scarpi), um jovem e rico fazendeiro.

Durante os festejos, chega um misterioso estrangeiro, que é, na verdade, o Conde Rodolfo (Cláudio de Biaggi), que retorna à vila de sua infância depois de muitos anos. O Conde hospeda-se naquela noite na hospedaria da vila, cuja proprietária é Lisa (Melissa Bergonso), apaixonada por Elvino.

Ninguém sabe, mas Amina é sonâmbula e justamente naquela noite perambula pela vila chegando até o quarto do Conde. Vendo a moça em estado de sonambulismo, o Conde discretamente se retira, mas a presença dela no quarto é descoberta por Lisa e revelada, dando origem a um grande conflito.

FICHA TÉCNICA:

Direção musical e correpetição: Thiago Plaça Teixeira.

Solistas: Ornella de Lucca, Vitorio Scarpi, Cláudio de Biaggi, Melissa Bergonso e Diana Danieli.

Coro: Lívia Ribeiro, Maria Julia Mello, Paloma López, Maico Sant’Anna, Mario Malinconi, Odair Sebaniski, Divonei Scorzato, Johann Kamien e Roberto Guimarães.

Ator/narrador: Renet Lyon.

Regência: Felipe Biesek.

Violino I: Ângelo Martins da Silva (spalla), Pablo Malagutti,  Paulo André Hübner,

Pedro Ferreira, Vinícius Henrique Batista e Vitor Andrade.

Violino II: Dan Tolomony (chefe de naipe), Cesar Augusto Vieira, Everton Escorissa Santos e Vinicius Marini Woicolesko.

Viola: Jader da Cruz (chefe de naipe) e Fabiane Nishimori Ferronato.

Violoncelo: Samuel Pessatti (chefe de naipe) e Bruno Vinicius Rosa.

Contrabaixo: Vitor Vieira da Costa.

Flauta: Denusa Castellain.

Oboé: Maicon Alves Nogueira.

Clarinete: Elvis Willian Ferreira Tosta e Karine Leticia Fragoso.

Fagote: Juliano Pontes.

Trompa: João Gustavo Schmidt Braz e Weber Alesandro Gomes.

Trompete: Otavio Rasera.

Tímpano: Ivan Souza Lemes.

Iluminação: Lucas Amado.

Projeções: Lumen Audiovisual.

SERVIÇO:

Ópera “La Sonnambula”

Quando: 27 de novembro (domingo)

Onde: Teatro Guaíra(Auditório Salvador de Ferrante – Guairinha). Rua XV de Novembro, 971, Centro, Curitiba.

Horário: 20 horas

Duração do espetáculo: uma hora e trinta minutos

Ingressos: R$ 40,00 (inteira) e R$ 20,00 (meia)

Classificação etária: 7 anos

Venda de ingressos: site Ticket Fácil (https://www.ticketfacil.com.br/eventos/cctg-concerto-lirico-la-sonnambula-de-bellini.aspx)

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com