Com gol de cavadinha, Coritiba sofre a segunda derrota no brasileirão

O Coritiba visitou a equipe do Bahia, em Pituaçu, por jogo válido pela 2º rodada do Brasileirão.

Foto: Twitter/Coritiba

Em jogo bastante disputado, o Coritiba quase abriu o marcador após chute de fora da área de Robson que explodiu no travessão, logo aos 7′ minutos.

Mesmo com a equipe paranaense com mais posse de bola, era a equipe Baiana que crescia no jogo e chegou ao gol após pênalti cometido por Sassá. Com cavadinha, Rodriguinho cobrou e fez 1 x 0 Bahia.

Na segunda etapa o Coritiba voltou a assumir o controle do jogo, chegando a 61% de posse de bola. O jogo aéreo do Coxa deu trabalho, mas não conseguiu furar o bloqueio do Bahia. Com o resultado, o time dirigido por Eduardo Barroca entra na zona de rebaixamento, sem nenhum ponto conquistado.

O próximo compromisso da equipe é no sábado (15) contra o Flamengo, no Couto Pereira.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Zagueiro espanhol não é punido após Neymar o acusar de racismo

Liga Francesa diz que não encontrou provas

 comissão disciplinar da Liga de Futebol Profissional da França (LFP) anunciou nesta quarta (30) que não punirá o zagueiro espanhol Álvaro González, que foi acusado, pelo atacante brasileiro Neymar, de realizar atos racistas no jogo entre PSG e Olympique de Marselha disputado no dia 13 de setembro.

“Depois de examinar o processo, ouvir os jogadores e os representantes dos clubes, a Comissão constata que não dispõe de elementos de prova convincentes suficientes que lhe permitam estabelecer a materialidade dos fatos das observações discriminatórias do jogador Álvaro González contra Neymar Júnior durante a partida, nem de Neymar Júnior contra Álvaro González”, diz a nota.

Punições por briga

Apesar de a acusação de racismo não ter levado a qualquer tipo de sanção, anteriormente Neymar foi punido com dois jogos de suspensão pela expulsão no jogo da segunda rodada do Campeonato Francês. O brasileiro recebeu o cartão vermelho após o árbitro de vídeo (VAR) identificar um tapa do jogador no zagueiro espanhol Álvaro González durante confusão que marcou os minutos finais do clássico.

Informações Agência Brasil.

CBF e clubes mantêm proibição de torcedores em jogos do Brasileirão

Medida se estende à partida da seleção, pelas Eliminatórias, em SP

Os torcedores de futebol deverão permanecer fora dos estádios durante os próximos jogos da Série A do Campeonato Brasileiro. Em decisão anunciada na tarde do último sábado (26), a Confederação Brasileira de Futebol (CBF) manteve o veto à presença de público nos estádios, conforme previsto nos protocolos de prevenção à pandemia do novo coronavirus (covid-19). A decisão foi tomada por unanimidade, após reunião por videoconferência entre a entidade, e representantes dos 19 clubes da Série A e presidentes das federações estaduais. 

De acordo com nota oficial, o presidente da CBF, Rogério Caboclo, e os presidentes do clubes “declararam-se favoráveis ao retorno gradual do público aos estádios, desde que com aval das autoridades de saúde locais, de forma isonômica e guiado por todas as medidas previstas no estudo encaminhado pela CBF ao Ministério da Saúde”.

A entidade admite em nota que isso ainda não é possível, e adiantou que “retomará o debate sobre o assunto a cada 15 dias para reavaliação do cenário em âmbito nacional”.

A CBF afirmou ainda que, de acordo com a decisão de sábado (26), também não haverá presença de torcedores na partida da seleção brasileira contra a Bolívia, no próximo dia  9 de outubro, em São Paulo (SP), pelas Eliminatórias da Copa do Mundo do Catar 2022. 

Informações Agência Brasil.