Com gol de cavadinha, Coritiba sofre a segunda derrota no brasileirão

O Coritiba visitou a equipe do Bahia, em Pituaçu, por jogo válido pela 2º rodada do Brasileirão.

Foto: Twitter/Coritiba

Em jogo bastante disputado, o Coritiba quase abriu o marcador após chute de fora da área de Robson que explodiu no travessão, logo aos 7′ minutos.

Mesmo com a equipe paranaense com mais posse de bola, era a equipe Baiana que crescia no jogo e chegou ao gol após pênalti cometido por Sassá. Com cavadinha, Rodriguinho cobrou e fez 1 x 0 Bahia.

Na segunda etapa o Coritiba voltou a assumir o controle do jogo, chegando a 61% de posse de bola. O jogo aéreo do Coxa deu trabalho, mas não conseguiu furar o bloqueio do Bahia. Com o resultado, o time dirigido por Eduardo Barroca entra na zona de rebaixamento, sem nenhum ponto conquistado.

O próximo compromisso da equipe é no sábado (15) contra o Flamengo, no Couto Pereira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Paraesgrima do Paraná tem novos desafios no Brasileiro e no Regional das Américas

Os atletas da equipe de paraesgrima da Associação dos Deficientes Físicos do Paraná (ADFP) intensificaram os treinamentos nas últimas semanas, em preparação para três importantes competições dos calendários nacional e internacional, marcadas para agosto e outubro, em São Paulo.

O primeiro compromisso é a II Copa Brasil, que se inicia em 4 de agosto e reúne equipes estaduais. A seguir, o Campeonato Brasileiro, em outubro, no Centro de Treinamento Paralímpico de São Paulo, e, logo depois, o Campeonato Regional das Américas, com seleções de países das Américas do Sul, Norte e Central.

“Vamos com força, sabemos que a disputa será grande, porque o esporte cresce cada vez mais no Brasil e no exterior, mas vamos confiantes de nossa capacidade para trazer os resultados positivos que buscamos”, diz Clodoaldo Zafatoski, um dos três diretores técnicos da equipe.

Criada em 2004, a equipe de esgrima em cadeira de rodas da ADFP coleciona títulos e medalhas nas mais importantes competições da modalidade, como as Paralimpíadas, e forma a base da seleção do Brasil, com atletas como Jovane Guissone, que conquistou em Londres 2012 a primeira medalha de ouro da esgrima nacional, medalha de prata em Tóquio 2020/21, e Carminha Oliveira, três vezes campeã brasileira invicta.

Competitivos no esporte, os atletas de esgrima da ADFP também fazem apresentações e palestras em escolas e instituições, recebem e treinam iniciantes na modalidade. “Demonstramos que superar limitações, sonhar e conquistar é possível”, afirma Carminha.

A equipe de paraesgrima da ADFP tem apoio da Copel, por meio do Programa Estadual de Fomento e Incentivo ao Esporte (Proesporte) do Governo do Paraná, da Prefeitura de Curitiba e da Academia Mestre Kato.

Cidade da Luta tem desafios internacionais em sua 8ª edição

Duas defesas de cinturão no MMA vão marcar a 8ª edição do Cidade da Luta, entre elas a disputa entre Paulão “Imperador” Bueno, ex-lutador do MECA, e o argentino Eneas “Gringo” Gonçalves, que é dono do cinturão WUFC. A outra defesa de título ficará por conta do Rani Rex Zenidin, da Família Zenedin, de Ponta Grossa, e que vem a ser filho de Paulão, que vai enfrentar o atleta Rangel dos Santos.

Também haverá a defesa do cinturão de K1, luta entre Fernando Mineiro, contra o Vitor Gabriel. O evento tem 20 lutas programadas e ocorrerá no próximo dia 10, no Espaço Torres, da Avenida Kennedy. Os portões serão abertos a partir das 14h e o evento pode ser acompanhado também por transmissão por pay per view. Os ingressos já estão disponíveis no Sympla.

Desafios

“Essa edição terá grandes combates e grandes desafios, com muitas possibilidades de nocautes”, adianta Fábio Falkenbach, um dos organizadores e matchmaker do evento. Segundo ele, além de MMA e K1, nas modalidades amador e profissional, a edição contará com lutas de Jiu Jitsu, tradicional e No Gi (sem kimono). “Teremos a participação de atletas como Mateus Correia, que foi campeão do Iron; Leonardo Bauab, campeão brasileiro; e Leandro Santos “Laco” que é campeão internacional, com vários títulos. Além de grandes lutas femininas também”, adianta. Falkenbach conta que a categoriaamador também terá um desafio internacional, a luta de MMA entre o atleta senegalês, Luiz “Faia Man” Bezerra, com Elton Yamaguti, atleta de Apucarana.

“O Cidade da Luta nasceu para revelar os novos ícones do esporte, incentivando também o trabalho desenvolvido as academias”, frisa Ademar Pereira, um dos idealizadores do evento. Ele adianta ainda que uma presença confirmada no evento será do campeão de MMA, Wanderley Silva. Estarão participando atletas das mais renomadas academias, como, por exemplo: Teixeira Team, NFT, Team Krull, Garra, Falken Fighters, Gracie Barra, Combat Time, Chute Boxe, Gile Ribeiro, Zito Figth Team, Team Bronx, CM System, Evolução Thai, a renomada W maior equipe do mundo, a American Top Team entre outras.