Circuito Mundial de Surfe inicia com etapa no Havaí

Publicidade
Publicidade

Após longa espera, causada pela pandemia do novo coronavírus (covid-19), o Circuito Mundial de Surfe finalmente começará. E o evento terá como palco inicial justamente o Havaí, onde Ítalo Ferreira se sagrou como último campeão da modalidade, no final de 2019.

E a temporada que inicia nesta sexta-feira (4), com a disputa do Maui Pro (primeira etapa do circuito feminino, que vai até o dia 15 de dezembro de 2020 em Honolua Bay, Havaí), terá final apenas em setembro de 2021. Assim, o circuito mundial de surfe não terá campeões em 2020.

Disputa feminina

Na disputa entre as mulheres, o Brasil conta com apenas uma representante na elite, Tatiana Weston-Webb. A gaúcha não terá problemas de ambientação nesta etapa, pois mora na ilha de Maui desde criança.

“Eu adoro competir. É quando me sinto bem e, com a proximidade da competição, a cabeça fica melhor ainda, mais focada. Não vejo a hora de chegar o dia”, diz uma ansiosa Tatiana.

Brasileiros favoritos

Se entre as mulheres o Brasil tem na elite apenas uma representante que ainda busca o seu primeiro título mundial, entre os homens o país é o grande favorito no circuito. Nomes como o atual campeão Ítalo Ferreira, o bicampeão mundial Gabriel Medina e Felipe Toledo dão esperanças de que a Brazilian Storm (tempestade brasileira) busque mais um caneco.

A primeira etapa do circuito masculino também terá como palco o Havaí, mas a ilha de Oahu, onde acontece, entre os dias 8 e 20, o Billabong Pipe Masters.

Etapa brasileira

Caso tudo corra bem, e a pandemia não cause mudanças no calendário, a atual temporada chegará ao final somente em setembro de 2021, quando acontece, entre os dias 8 e 17, o Lower Trestles, etapa na Califórnia (Estados Unidos) que contará com os dez melhores atletas do circuito (cinco homens e cinco mulheres).

Além disso, está programada a etapa brasileira do circuito, a Rio Pro, entre os dias 11 e 20 de junho em Saquarema.


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Brasileiros começam bem no circuito mundial de surfe

Publicidade
Publicidade

O Brasil começou muito bem a disputa do Billabong Pipe Masters, primeira etapa do circuito mundial de surfe masculino. Na competição realizada na ilha de Oahu (Havaí), três surfistas brazucas foram direto da primeira para a terceira fase da competição.

Um deles foi o atual campeão mundial Ítalo Ferreira, que somou 10,53 pontos para superar o sul-africano Matthew McGillivray (10,16) e o peruano Miguel Tudela (3,44). Quem também mandou bem foi Filipe Toledo, com 7,63 pontos para deixar para trás o português Frederico Morais (7,50) e o australiano Mikey Wright (6,90). O terceiro foi o bicampeão mundial Gabriel Medina.

O Brasil ainda tem a possibilidade de ter mais três representantes na terceira fase da competição caso Adriano de Souza, Alex Ribeiro e Peterson Crisanto superem a repescagem.

Mudança de sede

Um dia após ser registrado um ataque de tubarão antes da disputa das baterias do Maui Pro, primeira etapa do Circuito Mundial de Surfe feminino, a WSL (Liga Mundial de Surfe) anunciou que procura um novo local para a competição.

Segundo a WSL, um tubarão atacou um surfista amador em Honolua Bay antes do início das baterias da competição.


Estudantes da UFPR constroem protótipos de carros eficientes e se classificam para competição mundial

Publicidade
Publicidade

O objetivo do projeto é construir veículos que percorram a maior distância possível com o menor consumo energia

Estudantes dos cursos de Engenharia Mecânica e Engenharia Elétrica da Universidade Federal do Paraná (UFPR) se classificaram para a etapa mundial da Shell Eco-marathon após construírem protótipos de carros eficientes. Denominado Eco Octano, o projeto dos estudantes desenvolve carros que visam a preservação do meio ambiente e focam na sustentabilidade. A equipe já tem dois protótipos, um elétrico e um movido à gasolina.

Segundo o capitão da equipe, Thiago Marodin, o objetivo do projeto de extensão é construir veículos que percorram a maior quilometragem possível com a menor quantia de energia. “Já somos bicampeões da competição que participamos todos os anos, a Shell Eco Marathon, que é realizada pela própria Shell”.

A competição, que fomenta a pesquisa energética, promove várias competições de protótipos de carros ultra eficientes com estudantes de vários países. A Shell Eco-marathon deu os primeiros passos em 1939, quando funcionários da Shell Oil Company dos Estados Unidos fizeram uma disputa de quem conseguiria percorrer o caminho mais longo com a mesma quantidade de combustível.

“Em 2018, conseguimos ocupar o terceiro lugar no ranking da competição com o nosso carro movido à gasolina. Ele atingiu a marca de 89 km por cada litro de combustível”, disse Marodin, que também é um dos gestores da Eco Octano.

No ano seguinte, em 2019, outro protótipo que fez história na disputa foi o elétrico. O carro conseguiu percorrer 213 km por cada kWh, e garantiu aos estudantes o segundo lugar na etapa nacional.

Para se ter ideia do feito dos futuros engenheiros, Thiago fez uma comparação: “Um Tesla faz 8 quilômetros a cada kWh”.

Tesla é uma empresa automotiva e de armazenamento de energia dos Estados Unidos, que, além de vender, desenvolve e produz automóveis elétricos de alto desempenho. O fundador é o empresário Elon Musk, hoje o terceiro homem mais rico do mundo.

Agora, a equipe concorre em etapa mundial, depois de ter garantido uma posição entre os melhores protótipos das Américas: “Estamos competindo com equipes da Ásia e da Europa, e parte da competição tem votação popular”. A classificação ocorreu após apresentação em inglês à própria Shell.

Votação

O site onde ocorre a votação está em inglês. Clique aqui para acessá-lo.

Para votar na Eco Octano, siga o passo-a-passo abaixo ou veja as imagens:

– Clique no botão azul “Vote now” [Vote agora] ao lado da frase: Vote na sua ideia de equipe favorita para vencer o Desafio de Frete de Descarbonização. Você tem até 23:59 de domingo, 22 de novembro de 2020 para votar!

– Aparecerão três opções. Para votar nos estudantes da UFPR, selecione a foto com a bandeira do Brasil: Eco Octano UFPR Elétrico from Universidade Federal do Paraná e clique em Vote.

– Na sequência, preencha seu cadastro com:

  • First name: primeiro nome
  • Last name: sobrenome
  • Email
  • Digite seu email novamente para confirmar

– Selecione as duas opções abaixo de seus dados para confirmar com os termos.

Informações Banda B.