sexta-feira, fevereiro 23, 2024
spot_img
InícioParanáCinco startups paranaenses são finalistas do Capital Empreendedor | ASN Paraná

Cinco startups paranaenses são finalistas do Capital Empreendedor | ASN Paraná


Durante quatro meses de capacitação e mentoria, integrantes de dez startups do Paraná foram submetidos a uma imersão nos temas de máquina de vendas, comportamental, financeiro e jurídico. Nesta segunda-feira (06), o Sebrae Nacional anunciou as cinco startups que garantiram seu lugar na etapa final do Programa Capital Empreendedor. O evento acontecerá nos dias 27 e 28 de novembro, em São Paulo, quando terão a oportunidade de se reunir com investidores durante rodadas de negócios.

Ao todo, 50 startups paranaenses iniciaram o programa. Destes, dez passaram para a segunda fase do programa. E, das dez, as cinco escolhidas para a final em São Paulo são: Caçambas Online (Curitiba), Unica Entregas (Curitiba), Zirconium (Fazenda Rio Grande), CustomerX (Toledo) e Voraz (Pato Branco). As mentorias abrangeram áreas como Educação, Saúde, Agro, Gestão Empresarial, Recursos Humanos, Tecnologia da Informação, Atendimento, Financeiro, Logística e até mesmo Pet e Governamental.

Segundo o coordenador de TIC e Startups do Sebrae/PR, Rafael Tortato, o Capital Empreendedor impulsiona o crescimento das startups, fornecendo conteúdo especializado e mentorias, ao mesmo tempo em que oferece acesso a uma ampla rede de contatos com aceleradoras, fundos de investimentos e mentores.

“A participação neste Programa amplia as oportunidades de investimento financeiro e, também, abre novos horizontes de negócios para as startups que dele fazem parte”, acrescentou.

Tortato reconheceu, ainda, os esforços dos integrantes das startups na jornada do Programa.

“Estamos orgulhosos das conquistas dessas startups e confiantes de que elas representam o potencial inovador do Paraná. O Sebrae continua comprometido em apoiar o desenvolvimento e o crescimento desses empreendedores, contribuindo para o fortalecimento do ecossistema empreendedor do nosso Estado”, disse.

Marlon Wesley Machado Cunico é CEO da Zirconium, uma das startups paranaenses selecionadas. A Zirconium está localizada no município de Fazenda Rio Grande e tem como principal diferencial a manufatura de próteses odontológicas.

“É uma sensação fantástica, pois além de a jornada ter sido maravilhosa, temos esse indicativo de estarmos na direção certa. Adicionalmente, podemos pleitear oportunidades de investimento para acelerar nosso negócio e impactar a vida das pessoas”, relatou Marlon.

Marlon Wesley Machado Cunico é CEO da Zirconium, uma das startups paranaenses selecionadas, que está localizada em Fazenda Rio Grande. Fotos: divulgação.

Ele conta que a empresa foi fundada no final de 2020, como resultado de mais de seis anos de estudos em manufatura avançada.

“Após uma ampla pesquisa de mercado, identificamos que a manufatura de próteses odontológicas era deficiente, tendo aproximadamente 60% de produção manual ao redor do mundo. Adicionalmente, os equipamentos atuais são estrangeiros e transformam 90% do material usado em resíduos não recicláveis. Isto torna o processo extremamente caro e de difícil implementação”, completou o empresário.

A tecnologia desenvolvida pela empresa permite a produção de próteses em porcelana 20 vezes mais barata e sete vezes mais rápida do que o processo atual.

“Nós também garantimos redução de 98% dos resíduos gerados por processos já existentes”, resumiu.

De acordo com Marlon, o apoio do Sebrae/PR foi fundamental para impulsionar e projetar o negócio, através de mentorias e orientações.

Acelerar a expansão

Eduardo Minozzo é CEO da startup Voraz, também finalista do Capital Empreendedor. A Voraz nasceu em 2017, no município de Pato Branco, com o objetivo de resolver a falta de gestão comercial estratégica que afeta muitas empresas do agronegócio.

Eduardo Minozzo é CEO da startup Voraz, que foi fundada em 2017, no município de Pato Branco.

“Ser finalista do Capital Empreendedor é um reconhecimento do trabalho e dedicação da equipe Voraz, e torna-se um marco importante na nossa história. Demonstra que estamos no caminho certo e que temos muito potencial para crescer e nos tornar uma referência no agronegócio com soluções de inteligência comercial”, comentou Eduardo.

Atualmente, a Voraz está concentrada em acelerar seu ritmo de expansão e levar nossas soluções ao território nacional.

“Nossos serviços são dimensionados para atender empresas de todos os portes, simplificando a gestão comercial e operacional e potencializando as vendas no agronegócio. Estamos imensamente orgulhosos das conquistas alcançadas pela Voraz, mas reconhecemos que ainda temos um longo caminho a percorrer. Com o apoio do Capital Empreendedor do Sebrae, estamos confiantes de que continuaremos a revolucionar a forma como as empresas conduzem suas operações de vendas”, completou.

Gestão de Pessoas

Rafael Távora Anaice, CEO da startup Caçambas Online, com sede na Capital do Estado, disse que, durante o programa, o maior desafio foi amadurecer o mindset para gestão de empresa e pessoas.

“Nós superamos isso investindo em capacitação, cursos, livros, consultorias. Então, o nosso caso foi com uma evolução conjunta, enquanto a nossa solução, o nosso produto ia evoluindo, nós como sócios também fomos evoluindo como empreendedores”, avaliou.

A startup Caçambas Online é uma solução especializada na gestão de empresas de tela e entulho, locação de caçamba, containers e máquinas. A empresa também atende prestadores de serviços, empresas de limpa-fossa, entre outros serviços.

“Nós estamos muito felizes por ter passado para a final. Esses meses da mentoria eles voaram, a gente sente assim que evoluiu muito no período. Evoluímos bastante e nos sentimos bem mais preparados para conversar com os investidores agora”, agradeceu.

Investimento

De acordo com uma pesquisa conduzida pelo Sebrae/PR, que abrangeu 70% das startups que participaram do Programa Capital Empreendedor em 2021, 90% conseguiram gerar receita no período que compreendeu janeiro a dezembro daquele ano. Além disso, a média de faturamento dessas startups ficou em torno de R$ 852 mil durante o mesmo intervalo de tempo.



Leia a matéria no site do Sebrae

MATÉRIAS RELACIONADAS
- Publi -spot_img
- Publi -spot_img
- Publi -spot_img

As últimas do Busão