China tem primeiro caso no mundo de gripe aviária H10N3 em humanos

Autoridades sanitárias chinesas informaram nesta terça-feira, dia 1º, a detecção do primeiro caso no mundo de gripe aviária H10N3 em humanos. Em nota, a Comissão Nacional de Saúde assegura que até agora nunca houve contágio humano deste vírus, que se trata de uma transmissão “acidental” e que o risco de propagação em larga escala é “muito baixo”.

“Nenhum caso humano de H10N3 foi relatado no mundo (até então), e o vírus entre as aves é de baixa patogenicidade. Este caso é uma transmissão ocasional de aves para humanos, e o risco de disseminação em grande escala é extremamente baixo”, lê-se no comunicado.

O paciente é um homem de 41 anos da província oriental de Jiangsu. Ele começou a sentir febre e outros sintomas no dia 23 de abril e foi hospitalizado cinco dias depois, após o agravamento de seu estado.

A comissão afirma que o quadro da pessoa infectada melhorou a ponto de atingir os requisitos para receber alta. Autoridades dizem ter realizado um acompanhamento de emergência em todos os contatos próximos do paciente, entre os quais não foram encontradas “anormalidades”.

O H10N3 é um subtipo do vírus Influenza A, também conhecido como vírus da gripe aviária. Yang Zhanqiu, vice-diretor do Departamento de Biologia Patogênica da Universidade de Wuhan, disse ao jornal Global Times que o vírus é normalmente letal para aves.

Ele explicou que o H10N3 pode se espalhar por meio de gotículas respiratórias – processo semelhante ao do Sars-CoV-2, coronavírus causador da covid-19.

Yang disse que provavelmente foi por meio de gotículas que o homem foi infectado. Ele afirmou que não há evidências de que exista a transmissão entre humanos. Além disso, ele ressaltou que o vírus apresenta baixo risco para os humanos.

A comissão pediu aos cidadãos que evitem o contato diário com aves mortas e não abordem as aves vivas, bem como que cuidem da higiene alimentar e consultem imediatamente um médico em caso de sintomas como febre ou problemas respiratórios. (Com agências internacionais).

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Vulcão capaz de gerar tsunami no Brasil entra em alerta amarelo de erupção

Autoridades espanholas elevaram para o nível amarelo o alerta de erupção do vulcão Cumbre Vieja, localizado na ilha de La Palma, na costa do continente africano. Segundo pesquisadores, o vulcão poderia provocar um tsunami que atingiria todas as Américas, com maior impacto sobre os litorais das regiões Norte e Nordeste do Brasil. As informações são do UOL.

O vulcão está adormecido há décadas e começou a dar sinais de atividade moderada nos últimos dias.

“Ele não estava dando sinais de erupção, mas agora ele chegou a um segundo nível. São quatro níveis de alerta. Ele pode vir a ter uma erupção, mas não significa que essa erupção vai gerar um tsunami, mas é uma possibilidade, mesmo que mínima”, explica o pesquisador do Instituto de Ciências do Mar da UFC (Universidade Federal do Ceará), Carlos Teixeira.

Para ler a matéria completa no Portal UOL clique aqui.

Guinness divulga cão com orelhas mais longas do mundo e outros recordes

O Guinness World Record divulgou na madrugada desta quinta-feira (16) alguns dos recordistas que aparecerão na edição 2022 de sua publicação. A organização registra desde 1955 realizações de humanos notáveis, animais de estimação, veículos e também eventos extremos da natureza.

Um dos recordistas estreantes é Lou, um cãozinho americano de 3 anos. Ele recebeu o título de cachorro com as orelhas mais longas do mundo. São 34 centímetros, de acordo com a publicação.

Segundo Paige Olsen, a dona de Lou, as orelhas de Lou não requerem manutenção especial por causa do comprimento. Porém, no inverno ela diz que costuma usar um aquecedor de orelhas para que elas não fiquem se arrastando na neve.

Outros recordistas são o cachorro Lollipop e o gato Sashimi, do Canadá. Eles se tornaram a dupla animal que conseguiu fazer o percurso de 5 metros de forma mais rápida usando um patinete. Foram apenas 4,37 segundos.


Melissa Millett, a dona, disse que os dois criaram o truque sozinhos. Ambos gostavam de fazer isso separadamente, mas um dia resolveram subir juntos na motinha.


Também ganharam destaque o mexicano Jorge Arias, que tem a maior coleção de memorabilia do filme “Carros”, da Pixar. São 1.200 itens, que ele vem juntando desde o lançamento do primeiro filme (que já teve duas sequências), em 2006.

Jorge Arias e a coleção

Já o americano Zion Clark, 23, que nasceu sem as pernas por causa de uma síndrome rara, aparece como o recordista em caminhada mais rápida de 20 metros com as mãos. Ele fez o percurso em 4,78 segundos.


Também entraram no livro o indiano Pratik Mohite, 25, que é o fisiculturista competitivo mais baixo do mundo (com 102 centímetros); o canadense Olivier Rioux, que é o adolescente mais alto vivo (com 226,9 centímetros); e o também canadense Morgan Parsley, que tem os maiores pés em um adolescente (30,9 centímetros).