Chamou pra briga e se deu mal

Publicidade
Publicidade

Chamou pra briga e se deu mal

Daquelas clássicas brigas em que um vai se pagar de GALO e acaba se ferrando. Foi épico isso, só não recomendamos e não incentivamos isso aí, mas foi MUITO ENGRAÇADO! HUEHEUHEUHEUHE

Vi no Jesus Manero

0 Comments

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Asteroide gigante vai passar “raspando” na Terra em março

Publicidade
Publicidade

A rocha espacial batizada de 231937 (2001 FO32) será o maior e mais rápido asteroide a passar pela terra em 2021

Um asteroide tão largo quanto a Ponte Rio-Niterói e com 1 quilômetro de diâmetro deve passar próximo da Terra no dia 21 de março. Apesar de ser classificado como “potencialmente perigoso” pela Nasa, o risco de colisão com o nosso planeta é praticamente inexistente. A rocha espacial batizada de 231937 (2001 FO32) será o maior e mais rápido asteroide a passar pela terra em 2021. As informações são do UOL.

Mas por que o asteroide é considerado perigoso se não tem nenhum risco de colidir com a Terra?

Objetos próximos à Terra, da Nasa, para ganhar o status de perigoso, é necessário que a órbita de um asteroide cruze com a da Terra com uma distância inferior a 7,5 milhões de quilômetros. Além disso, a rocha precisa ter um diâmetro superior a 140 metros.

Para ler a matéria completa no UOL clique aqui. Informações Banda B.

Universidades federais têm até dezembro para adotar diploma digital

Publicidade
Publicidade

As 69 universidades federais e as 41 instituições da rede federal de educação profissional e tecnológica do país terão até 31 de dezembro de 2021 para passar a emitir diplomas digitais. O prazo consta da Portaria n° 117/2021 do Ministério da Educação (MEC), publicada nesta segunda-feira (1) no Diário Oficial da União.

A versão digital do diploma universitário foi anunciada em 2019 e regulamentada em dezembro passado. A expectativa do MEC é de que o documento reduza a burocracia no processo de geração e emissão de diplomas e ajude a impedir fraudes e falsificações.

O tempo de emissão do documento também será menor, deve passar de 90 para 15 dias. O certificado digital deve beneficiar 8 milhões de estudantes. No Brasil as primeiras instituições a adotar esse formato foram a Universidade Federal da Paraíba e a Universidade Federal do Rio Grande do Norte.