Cerveja é liberada nos estádios do Paraná

“A cerveja voltou a ser liberada nos estádios paranaenses. Em votação realizada na tarde desta segunda-feira (20), no Tribunal de Justiça do Paraná, por conta de uma ação no Ministério Público, foi derrubado o veto à Lei que autoriza o comércio e consumo de bebidas alcoólicas nos estádios do Estado do Paraná.”

Leia a matéria completa na Tribuna do Paraná 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Assembleia Legislativa vota R$ 100 milhões para compra de vacinas contra Covid19

O presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Ademar Traiano (PSDB), disse hoje (21), em entrevista coletiva, que vai acelerar a votação da proposta de emenda que altera a Lei de Diretrizes Orçamentárias para 2021 de modo a garantir ao governo do Estado recursos para a compra de vacinas e assegurar a imunização da população paranaense contra a Covid-19. A emenda destina R$ 100 milhões para a aquisição de vacinas.

“É uma emenda de iniciativa do governador, que tem de ser submetida a Comissão de Orçamento, que uma vez aprovada e elaborado o parecer, será encaminhada ao presidente que vai pautar a matéria”, disse Traiano.

“Eu espero que a Comissão de Orçamento possa apreciar rapidamente essa emenda ao projeto inicial e, em seguida eu vou pautar. Eu espero votar essa matéria já no mês de agosto”, completou.

Para Traiano, as perspectivas de que uma vacina seja anunciada em breve explicam a prevenção adotada pelo governo Paraná. “A proposta do governo do Estado antecipa a perspectiva de um anúncio de uma vacina eficaz contra o coronavírus. Por isso o remanejamento do Orçamento prevendo recursos para que a compra do medicamento possa ser feita com agilidade pelo Paraná”.

Traiano destacou que a vacina, além da saúde pública, terá grande importância para a retomada econômica. “Ela devolverá a segurança aos empreendedores, empresários e seus funcionários, para que reativem a atividade econômica o mais cedo possível, tornando possível iniciar, com a maior brevidade, a recuperação dessa catástrofe humanitária e econômica, imposta pela pandemia. A decisão do governo do Paraná é prudente, oportuna e contará com o apoio da Assembleia”, destacou.

Morre em Belo Horizonte a décima vítima intoxicada por cerveja

Mais uma vítima da intoxicação por dietilenoglicol, substância encontrada em lotes da cerveja Belorizontina, da Cervejaria Backer, morreu neste sábado (18), em Belo Horizonte, aumentando para dez o número de mortes.

Marco Aurélio Gonçalves Cotta, de 65 anos, estava internado há mais de seis meses, e em coma há 40 dias, em um hospital particular da capital mineira. No início deste mês, os médicos fizeram uma ressonância magnética e constataram que o caso era irreversível. 

Segundo a Polícia Civil, o corpo foi encaminhado ao Instituto Médico-Legal de Belo Horizonte. Até o fechamento dessa reportagem, a Backer não havia se manifestado sobre assunto.

Na última quarta-feira (15), José Osvaldo de Faria, de 66 anos, que estava internado há mais de 500 dias, no Hospital Madre Teresa, em Belo Horizonte, também não resistiu às complicações causadas pela intoxicação.

Source link