Calçadão da XV de Novembro é a segunda rua interativa de Curitiba. Conecte-se

O calçadão da Rua XV de Novembro recebe, diariamente, cerca de 100 mil pessoas em busca do comércio e serviços oferecidos ao longo da via que é o “coração” do Centro de Curitiba. A partir de agora, moradores da capital e turistas têm mais uma boa razão para circular pela rua exclusivamente de pedestres: o famoso calçadão agora é a segunda rua interativa de Curitiba.

A ativação de novas tecnologias que permitem à Rua XV de Novembro “conversar” com quem passa pelo local ocorreu, na terça-feira (18/12), e teve a presença da presidente da Agência Curitiba de Inovação, Cris Alessi; da presidente do Instituto Municipal de Turismo, Tatiana Turra; e do presidente da Associação Comercial do Paraná (ACP), Gláucio Geara.

Parceria da Prefeitura de Curitiba e da ACP com a startup curitibana MCities transformou o calçadão da Rua XV de Novembro na segunda Rua interativa de Curitiba, aonde usuários de telefone celular podem interagir usando os QR Codes espalhados pelo calçadão. Na imagem Cris Alessi, presidente da Agencia Curitiba, usando a nova tecnologia – Curitiba, 18/12/2018 – Foto: Daniel Castellano / SMCS

No mês passado, a Alameda Prudente de Moraes, no Centro, também passou a adotar soluções da chamada “Internet das Coisas”, uma rede inteligente, com sensores e conexões, capaz de coletar e transmitir dados para os smartphones dos usuários que passam por determinado local.

A tecnologia interativa do calçadão da Rua XV de Novembro é resultado de uma parceria da Prefeitura de Curitiba e da ACP com a startup curitibana MCities, especializada em comunicação urbana e responsável pela implantação da rede inteligente. “Estamos usando a tecnologia para transformar a vivência curitibana e incentivar que as pessoas saiam de casa e utilizem os espaços públicos da cidade”, afirma Paulo Hansted, fundador e CEO da MCities.

Duas soluções para promover a “conversa” da via com as pessoas estão sendo instaladas em sete quadras da XV de Novembro, entre a Rua Presidente Farias e o início da Praça Osório.  Fachadas e colunas de prédios do calçadão da Rua XV estão recebendo painéis com QR Code, que oferecem informações sobre a rua e eventos, passeios e experiências por toda a cidade.

Além disso, minúsculos dispositivos com tecnologia de localização – denominados beacons – transmitem para os smartphones, via Bluetooth, informações sobre serviços e comércio existentes no local. Tudo ocorre automaticamente. Ao todo, o calçadão do Centro está recebendo 13 placas de QR Code e cinco beacons.

Os painéis de QR Code ganharam três cores diferentes (azul, vermelho e verde) e cada uma delas convida o usuário do calçadão da Rua XV a viver experiências distintas. O procedimento de leitura é simples: basta direcionar a câmera do smartphone para o código de leitura do QR Code e, a partir daí, acessar pelo celular o conteúdo digital da MCities.

Ao se deparar com a placa azul, a pessoa pode conhecer curiosidades da Rua XV, como a história do calçadão, de suas galerias, do característico piso petit-pavé, de prédios como o Palácio Avenida e até daquela que é considerada a menor avenida do mundo, a Avenida Luiz Xavier, além de entender como funciona uma rua interativa.

Centro Histórico

Para quem gosta de explorar a história da cidade, as placas vermelhas de QR Code inspiram moradores e turistas a fazer um passeio inusitado pelo bairro vizinho, o nostálgico São Francisco, que integra o Centro Histórico.

O percurso, de 1,5 quilômetro, liga o bebedouro do Largo da Ordem ao Cemitério Municipal, mostrando inúmeras curiosidades e as belas atrações da região, como o Palácio Garibaldi, o Relógio das Flores, o Solar do Rosário, o Memorial de Curitiba, as várias igrejas (da Ordem e do Rosário, por exemplo) e até o gigantesco painel renovado de Poty Lazzarotto na Travessa Nestor de Castro.

Já a placa de QR Code verde mostra as experiências de entretenimento e consumo no próprio calçadão da Rua XV de Novembro. Até o começo de janeiro, por exemplo, será possível conferir a programação natalina na região, como a árvore de Natal “viva” de 11 metros com cinco mil vasos de sálvias vermelhas. O usuário poderá conhecer as ofertas de presentes natalinos e as promoções do comércio local.

Bluetooth

Além das placas, foram instalados também os beacons. Os pequenos dispositivos usam a tecnologia Bluetooth para interagir com as pessoas, mandando informações ao usuário sobre o calçadão da Rua XV de Novembro. Todos os conteúdos e experiências remetem ao sistema de inteligência da MCities, que produz as informações relacionadas à cidade.

Os QR Codes e os beacons serão atualizados periodicamente para garantir que o “diálogo” entre a cidade, moradores e visitantes seja sempre renovado.

Para o presidente da ACP, Gláucio Geara, a adoção de tecnologias que tornam o calçadão da Rua XV interativo deverá inspirar as pessoas a descobrir ou redescobrir a região central, bem como ajudar o comércio e serviços do local a gerar emprego e renda. “Ficamos muito honrados com a parceria porque essa tecnologia vai ajudar a divulgar também a história da Rua XV de Novembro”, salienta ele.

Geara também prevê que a nova tecnologia deverá atrair mais moradores e turistas para o Centro. “As pessoas deverão aproveitar mais o calçadão, saber das programações e das lojas. Essa interatividade deverá motivá-las a saírem de casa e visitarem a rua, fomentando o varejo”, reforça o presidente da entidade, que estava acompanhado de Eduardo Aichinger, coordenador do Instituto ACP de Inovação.

Vale do Pinhão

Cris Alessi, presidente da Agência Curitiba, afirma que a adoção de tecnologias interativas no calçadão da Rua XV de Novembro e na Alameda Prudente de Moraes coloca Curitiba, mais uma vez, na vanguarda de adoção de soluções inovadoras de cidades inteligentes. Além disso, observa ela, as iniciativas reforçam a importância do Vale do Pinhão, o movimento da Prefeitura e do ecossistema (universidades, empresas e parceiros) para incentivar ainda mais o ambiente da inovação da cidade.

“Desde o início da gestão do prefeito Rafael Greca, Curitiba tem apoiado empreendedores que buscam criar soluções agregando o uso de tecnologias atuais e de fácil acesso pelo cidadão. As soluções criadas pela MCities seguem este conceito, sendo aplicadas na divulgação de informações relacionadas a serviços, permitindo que as pessoas participem de forma ativa e colaborativa nas ações realizadas na cidade”, salienta a presidente da Agência Curitiba, órgão ligado a Prefeitura e responsável pela política de inovação da cidade.

Turismo

A presidente do Instituto Municipal de Turismo, Tatiana Turra, acredita que a interatividade proporcionada pela tecnologia adotada na Rua XV de Novembro deverá ser um atrativo a mais para quem viaja à capital. “As pessoas estão cada vez mais conectadas e, através do smartphone, o turista poderá ter acesso a informações de serviço, lazer e sobre os roteiros da cidade disponibilizados pela MCities”, frisa ela.

Tatiana também espera que a interatividade ajude a aumentar o movimento do comércio e serviços do Centro. “Através das informações oferecidas, os turistas poderão conhecer os espaços gastronômicos tanto do Centro como do São Francisco, bem como ter informações sobre hospedagem, varejo e transporte”, completa a presidente do Instituto Municipal de Turismo.

Aplicativo

A MCities também lançou, na terça-feira (18/12), seu aplicativo para smartphone. O app oferece todo o conteúdo disponível na plataforma da empresa e algumas novidades. Quem acessar o aplicativo poderá receber notificações com experiências diversas do que se pode fazer na rua e em outras partes da cidade, selfies com filtros especiais de Curitiba e ainda uma divertida solução de realidade aumentada para que as pessoas possam interagir com personagens da cidade. O app já está disponível para smartphones com sistema Android e, a partir do dia 28 de dezembro, para iOS.

Um dos diferenciais da página e do aplicativo da MCities é o sistema de filtros que organiza a cidade em dez diferentes experiências: Tá tendo, Sabor Curitiba, Descubra Curitiba, Mais com Menos, Na Ativa, Na Torcida, Em Família, Rotas, Onde Ficar, Cidade Pet e Network.

É possível acessar ainda oito filtros de perfil para o usuário: Casal Baladeiro, Casal Clássico, Casal Descolado, Casal Preguiçoso, Família com Pet, Solteiro Baladeiro e Solteiro Preguiçoso. Todos esses filtros facilitam que o usuário tome decisões rápidas e amplie sua zona de interferência na cidade.

 

Extraído de Prefeitura de Curitibahttp://www.curitiba.pr.gov.br/noticias/calcadao-da-xv-de-novembro-e-a-segunda-rua-interativa-de-curitiba-conecte-se/48766

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Academia do Boleiro inaugura segunda unidade em Curitiba

Metodologia criada pelo preparador de goleiras da Seleção Brasileira Feminina de Futebol é voltada para os peladeiros e peladeiras que odeiam academias tradicionais, mas gostam de futebol e buscar praticar uma atividade física

Um formato inovador de treinos, ideal para quem não é adepto das academias tradicionais de musculação, mas gosta de futebol e buscar praticar uma atividade física: essa é a proposta da Academia do Boleiro, fundada pelo professor de educação física e treinador de goleiras da Seleção Brasileira de Futebol Feminino, Thiago Mehl.

Divulgação

Fundada em maio de 2019, com sua matriz localizada na Rua Alferes Poli, a academia desde então vem atraindo centenas de boleiros e boleiras amadores com interesse em conhecer a metodologia da academia. Em 2021, a marca iniciou sua expansão, inaugurando sua primeira franquia em setembro, em São Caetano do Sul, São Paulo. E agora chegou a vez de Curitiba ganhar a segunda unidade da Academia, localizada na Cidade Industrial.

Com inauguração prevista para o próximo sábado, a nova unidade está localizada dentro da Arena Coliseu Sports, referência em Fut7 no cenário nacional. Com uma área de 160m², o espaço vai comportar até 150 alunos divididos em turmas com até oito alunos. As mensalidades têm valores variados, de acordo com o período contratos, mas podendo chegar a apenas R$ 115,90 por mês para frequentar a academia quantas vezes quiser.

METODOLOGIA DIFERENCIADA

Com quase 20 anos de experiência no futebol, Thiago Mehl conhece todos os detalhes que envolvem a preparação física de um atleta profissional. Com passagens pelas categorias de base da Seleção Brasileira, clubes como Athlético Paranaense, Coritiba, Paraná Clube, Vasco da Gama e Bahia e atualmente na Seleção Brasileira Feminina, Mehl decidiu criar a Academia do Boleiro para trazer a metodologia de treinos do futebol profissional adaptado para peladeiros e peladeiras.

Divulgação

O treino que dura em torno de 50 minutos é composto por três etapas: Aquecimento, Pré-Treino e Treino com Bola. Cada uma das etapas foi criada pensando em fortalecer condicionamento físico e a musculatura, através de exercícios com pesos, elásticos, bola suiça, cordas e, claro, com a redonda, treinando fundamentos como chutes, cabeçadas, posicionamento, condução e outros.

Existem cinco tipos de treinos para cada etapa e no caso dos treinos com a bola, cada um voltado para um objetivo específico: o Agibol é focado em desenvolver a agilidade com a bola; o Cardiobol tem o objetivo de fortalecer a resistência e o condicionamento do aluno; o Circuitbol envolve todas as capacidades físicas do aluno em um circuito físico/técnico; o Powerbol é voltado para o ganho de potência e explosão muscular; por fim, o Velobol desenvolve a velocidade do atleta em diferentes situações de jogo.

EXPANSÃO

A rede iniciou sua expansão por franquias em 2021 em parceria com a holding Avant Franquias e até o momento estão previstas a inauguração de mais 13 unidades em 10 estados diferentes nos próximos seis meses. As franquias tem um investimento inicial a partir de R$ 100 mil, com um faturamento previsto de R$ 30 mil um lucro de e 30% a 40% do faturamento mensal.

ACADEMIA DO BOLEIRO CIC

Endereço: Rua João Kalinowski, 211 – Cidade Industrial de Curitiba

Telefone: (41) 9 9131-3357

Site: academiadoboleiro.com.br/cic/ 

Saúde vai antecipar dose de reforço na próxima semana. Veja o cronograma

A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) divulga o cronograma da próxima semana para aplicação da dose de reforço da vacina anticovid. Deverão ser atendidas quase 78 mil pessoas que receberam a segunda dose entre 7 e 23 de julho (programação abaixo).

Com o novo cronograma, Curitiba antecipa a dose de reforço em até dez dias para os novos convocados. A decisão segue uma recomendação do Comitê de Técnica e Ética Médica da Secretaria Municipal da Saúde, que considerou a disponibilidade atual de doses em estoques, a chegada de uma nova variante de preocupação aos país (ômicron), além da proximidade das comemorações de festas de fim de ano e viagens.

“A dose de reforço ajuda a manter o sistema imunológico ativo contra a covid-19, o que é fundamental neste momento, considerando a chegada da nova variante e as festas e viagens do fim do ano. Como atualmente temos essas doses em estoque, tomamos a decisão de adiantar o reforço alguns dias para que nossa população fique mais protegida”, afirma a secretária municipal da saúde de Curitiba, Márcia Huçulak.

Os convocados para receber a dose de reforço na próxima semana receberão uma mensagem pelo aplicativo Saúde Já até esta sexta-feira (3/12), avisando que estão elegíveis para retornar aos pontos de vacinação.

Quem não puder comparecer no dia da convocação ou quem está com a dose de reforço em atraso pode buscar os pontos de vacinação, de segunda a sexta-feira. A Saúde tem mantido a repescagem contínua para primeira dose, segunda dose e dose de reforço.

Confirme os endereços

Os locais de vacinação podem sofrer alterações de acordo com o público estimado para receber vacina a cada dia. Antes de procurar uma unidade, confira as que farão a aplicação no site Imuniza Já.

Janssen

Pessoas vacinadas com imunizantes da farmacêutica Janssen ainda não poderão tomar a dose de reforço neste momento. A indicação atual do Ministério da Saúde é que estas pessoas recebam uma outra dose do mesmo imunizante num período entre dois a seis meses após a primeira aplicação. O município ainda aguarda o recebimento de doses para esta convocação.

Orientação para receber a dose de reforço

Para receber a dose de reforço, basta procurar um dos pontos de vacinação da cidade, das 8h às 17h, levar um documento de identificação com foto e CPF.

Quem pode receber a dose de reforço na próxima semana

– Segunda-feira, 6 de dezembro: todos com 18 anos ou mais vacinados com a segunda dose até 14 de julho;
– Terça-feira, 7 de dezembro: todos com 18 anos ou mais vacinados com a segunda dose até 17 de julho;
– Quarta-feira, 8 de dezembro: todos com 18 anos ou mais vacinados com a segunda dose até 20 de julho;
– Quinta-feira, 9 de dezembro: todos com 18 anos ou mais vacinados com a segunda dose até 21 de julho;
– Sexta-feira, 10 de dezembro: todos com 18 anos ou mais vacinados com a segunda dose até 23 de julho.

Outros grupos e repescagens

Os pontos de vacinação também seguem aplicando nos dias úteis:

Primeira dose
– Primeira dose para pessoas com 12 anos completos ou mais;

Segunda dose
– Segunda dose agendada;
– Repescagem de segunda dose de pessoas anteriormente convocadas;

Dose de reforço
– Dose de reforço agendada;
– Repescagem de dose de reforço de pessoas anteriormente convocadas.