Longe de casa

Longe de casa


Longe de casa

Longe de casa

Não reparem a camiseta! O que importa é a intenção! Hahahahaha

E aííí, galera! Beleeeeeeeza?
Bom, não sei se todo mundo tá ligado, mas tô passando um tempo fora do Brasil e hoje separei este post pra compartilhar algumas das minhas experiências com vocês!
Essa foto aí de cima tirei hoje de manhã assim que acordei aqui onde eu moro na Alemanha. Agora começou a fazer um frio constante com neve e assim tudo fica mais bonito! Hahaha. Começou também a época de Natal e aqui a parada é muito forte! Além de os caras investirem muito nas feirinhas e nos enfeites das cidades, a questão do frio e da neve deixa você achando que tá naquelas cenas de filmes, sabem? É uma parada muito massa mesmo, hahaha!

Bom, vou começar falando um pouco de Praga, pois a República Tcheca foi o primeiro país pra qual eu fui fora da Alemanha aqui.
Assim que cheguei à cidade, me assustei! Todo mundo dizia que era a parada muito foda, bonita e tudo mais, mas a primeira impressão que tive foi péssima! Ainda bem que não foi essa que ficou. Vi tudo sujo, gente pobre, construções mal cuidadas, parada zuadaaassa mesmo! Como cheguei no final da tarde, logo anoiteceu e fui conhecer a noite da cidade… Daí a ideia já mudou! A cidade a noite é bem foda mesmo, muita gente bonita, chique, lugares fodas, gente jovem, luzes e essas coisas. Lá tem a maior balada da Europa central (muito foda) e também vi muitas drogas rolando pela cidade! Fiquei num flat de um cara do CouchSurfing (recurso que uso toda viagem que faço, haha) e assim que acordei estava nevando e fui conhecer a cidade… Daí sim… A cidade é muito bonita, tudo muito foda, gigantesco, antigo, muitos elogios! Recomendo!
Longe de casaLonge de casa

Aí depois de Praga eu voltei pra Alemanha e logo fui pra Bruxelas, na Bélgica, e lá meio que frustrei. Apesar de ter coisas legais e bonitas lá, nada chamou muuuuuuita a atenção assim, mas vale a pena também. Fiquei 3 dias e também recomendo. Tive a sorte de pegar o segundo dia com sol e bem bonito, já os outros foram chuvosos e bem curitibanos, hahaha.
Longe de casa
A última coisa -e, provavelmente, a mais legal- pra qual eu fui foi o Atomium. A parada é massa mesmo e lá sim eu vi vantagem! Hahaha
Longe de casa

Após a Bélgica fui direto pra Amsterdam, na Holanda! Apesar de estar cansado bagarai eu tava animado porque eu combinei de encontrar lá uns brother que estudam comigo em Curitiba na UTFPR.
Assim que desembarquei e comecei a minha andada pela cidade, o cheiro de maconha já deixava claro com que eu tava lidando! Hahaha, na moral! Era em todo lugar, em qualquer horário, as pessoas que você menos imagina estava fumando um! Hahahaha. Então logo encontrei a galera e fomos andar pela cidade, conhecer a Red Light, ver os coffee shops, as putas nas vitrines (incrível! hahahaha). Pena que era quinta-feira e umas 23h30 a cidade já estava morta! No outro dia, sexta-feira, saí pra conhecer a cidade toda, que por sinal não é muito grande, mas é muuuuuuuito maneira! Sério, curti muito a cidade, todas as ruazinhas, becos, os riozinhos, canais, barcos, casas, tudo! Essa é uma cidade que você tem que conhecer pelo menos uma vez na vida! A sexta-feira a noite foi louca, fui a 3 baladas… Vish, nem vou comentar! Só sei que recomendo muito também fazer tudo que você tem direito, afinal não é todo dia que você está em Amsterdam! Hahahaha.
Longe de casa
E por fim, a cidade pra qual eu fui há poucos dias foi Londres! Putaqueopariu que cidade tesão! A mais foda que já vi até agora, e agora que vai ser difícil alguma outra bater. Os telefones públicos, os ônibus dois andares, Big Ben, London Eye, tudo é muito fodástico! Fiquei lá por 4 dias e não tem como eu não recomendar, hahahaha. Tive muita sorte também de pegar um dia muito bonito com sol, sem nuvens e que me rendeu umas boas fotos! A única coisa ruim de lá é que é tudo muito caro, mas vale a pena também!
Longe de casa

Quem sabe numa próxima vez eu entre em mais detalhes sobre as minhas aventuras e compartilhe mais algumas com vocês! Hahaha, espero que tenham apreciado um pouco aí o post!
Pra concluir: já conheci muuuuitas cidades pelo mundo e pelo Brasil, e posso garantir que apesar de tudo de ‘não-bom’ que Curitiba tem, ainda é uma cidade top e que merece muito respeito… Todas as cidades possuem os seus problemas. Todo mundo que não é daí paga pau e vê a nossa cidade como uma parada europeia mesmo. #CuritibaÉFoda

Ps: Tô indo passar férias no Brasil, em Curitiba, nos próximos dias e fico até janeiro. Então aproveitem, porque depois disso é só em 2014 na Copa! Hahahahaha

0 Comments

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Saiba qual cruzamento em que os motoristas mais avançam o sinal vermelho em Curitiba

Em menos de quatro meses, o cruzamento das ruas Antônio Gasparin e Pedro Gusso, no bairro Novo Mundo, foi o que mais registrou avanço do sinal vermelho (entre os cruzamentos com novo radar instalado), num total de 7.973 infrações.

Por mês, a média é de cerca de 2 mil infrações somente por avanço de sinal neste ponto bastante movimentado da cidade, que concentra grande fluxo de veículos, pedestres e ciclistas, e que ainda faz a intersecção com uma via local, a Rua Henrique Schuta.

“A Antônio Gasparin é uma via rápida de escoamento do tráfego para o bairro e importante via de ligação para a CIC. Neste cruzamento com geometria mais complexa e dificuldade de visibilidade, o respeito à abertura do semáforo é ainda mais necessário”, alerta a superintendente da Setran. 

A Rua Pedro Gusso conta com estrutura cicloviária e há grande fluxo de conversão para quem segue sentido CIC/Capão Raso. Além disso, ao lado do cruzamento está localizada a Igreja do Capão Raso, considerada um polo gerador de tráfego e, a poucos metros dali, há uma estação-tubo. Entre os anos de 2015 e 2019, o local registrou 44 acidentes de trânsito, de acordo com dados do Batalhão de Polícia de Trânsito (BPTran).

Multas e pontos acumulados na CNH

Confira as multas e pontos acumulados na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) para cada infração fiscalizada pelos radares, conforme previsão do Código de Trânsito Brasileiro (CTB):

Transitar em velocidade superior à máxima permitida em até 20% 
Infração média: 4 pontos e multa de R$ 130,16

Transitar em velocidade superior à máxima permitida em mais de 20% até 50%
Infração grave: 5 pontos e multa de R$ 195,23

Transitar em velocidade superior à máxima permitida em mais de 50%
Infração gravíssima (multiplicada por três): 7 pontos e R$ 880,41

Parar sobre faixa pedestres na mudança sinal
Infração média: 4 pontos e multa de R$ 130,16

Transitar em local/horário não permitido pela regulamentação – caminhão
Infração média: 4 pontos e multa de R$ 130,16

Executar operação de conversão em local proibido pela sinalização
Infração grave: 5 pontos e multa de R$ 195,23

Avançar sinal vermelho do semáforo
Infração gravíssima: 7 pontos e multa de R$ 293,47

Deixar de conservar o veículo na faixa a ele destinada pela sinalização 
Infração média: 4 pontos e multa de R$ 130,16

Com descontos de até 50%, Xiaomi inaugura primeira loja em Curitiba nesta sexta

A gigante da tecnologia, Xiaomi, terá sua primeira loja em Curitiba inaugurada no Park Shopping Barigui com um evento que irá durar desta sexta-feira (24) até domingo (26). Para comemorar a estreia, os clientes terão descontos de até 50% em vários produtos, além do recebimento de brindes exclusivos.

Por conta da pandemia, a entrada de pessoas na loja será controlada para evitar aglomerações. Quem quiser participar da inauguração precisa agendar um horário e chegar 15 minutos antes, sendo o voucher de agendamento pessoal e intransferível.

Além disso, o uso da máscara é obrigatório em todos os momentos, e é necessária a apresentação de um documento de identificação original com foto.

Confira todas as regras do evento clicando aqui.

Xiaomi

A Xiaomi é uma empresa de tecnologia fundada em 2010 pelo empreendedor serial Lei Jun com base na visão de “inovação para todos”. A empresa está no ramo de criação de hardware, software e serviços de internet, e entre alguns itens da linha de produtos incluem smartphones Mi e Redmi, TVs e Set-top-boxes, roteadores, dispositivos inteligentes, tecnologia vestível e outros acessórios.

Os usuários são comumente conhecidos como Mi Fãs e a presença da marca já atinge mais de trinta países ao redor do globo.