Buffet abre vagas para mulheres de 65 anos ou mais em Curitiba

Alô, avós! Há vagas de emprego sobrando! Pelo menos é o que o buffet de festas Dreamland coloca como uma das exigências (ser avó) em duas oportunidades de trabalho que estão disponíveis. O dono da empresa curitibana, Paulo Pinheiros, falou à Banda B, nesta terça-feira (30), que esta busca no mercado se deve, primordialmente, a um olhar pensando no futuro. Veja mais detalhes sobre a vaga, abaixo.

Estes formatos de contatações não são recentes dentro da empresa curitibana. A procura por mulheres mais velhas já tinha começado há, no mínimo, dois anos.

“Nós já contratamos duas. Uma para cada buffet que fazemos. Só que agora nós estamos precisamos de mais porque nós temos duas festas por dia nos finais de semana […]. A gente as coloca para trabalhar por apenas quatro horas por dia. Então, eu preciso de mais duas ‘vovozinhas’, uma para cada uma dos buffets”, iniciou.

As intenções iniciais do buffet de festas Dreamland com a contratação das “vovozinhas” foi levantar uma questão social: a inserção e continuidade de pessoas mais velhas dentro do mercado de trabalho. Paulo refletiu sobre o tema e falou que estas pessoas ainda estão aptas ao trabalho, mas sofrem bastante preconceito por conta das idades mais avançadas.

“Até porque, cada vez mais, estamos envelhecendo com mais saúde. No futuro, nós vamos ter um contingente de pessoas com essa ‘melhor idade’ em grande quantidade”, argumentou.

Sobre as vagas de emprego do buffet de festas Dreamland

Mas afinal, além de ser avó, do que você precisa para participar da vaga da empresa curitibana? Segundo Paulo, as interessadas, além da condição ressaltada durante toda esta reportagem, precisam enviar uma mensagem ao número (WhatsApp) (41) 9 9209-5489.

“A gente não tem exigência de faculdade, língua estrangeira, curso qualificatório. A única coisa que nós pedimos é: estamos direcionando para cima de 65 anos, mulheres e que sejam legitimas vovós. Que gostem de crianças, que sejam carinhosas, que sejam comunicativas porque atuarão em ambientes públicos. Então, exigência nenhuma, é só ser ‘vovozinha’, eu acho”, explicou.

Uma das vagas às mulheres de 65 anos ou mais, será voltada para os buffets só de festas infantis que serão feitos pela empresa curitibana. A outra oportunidade, por sua vez, está destinada a festas de casamento, 15 anos, eventos corporativos, entre outros.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Semana começa com 10.733 vagas ofertadas nas Agências do Trabalhador do Paraná

As 216 Agências do Trabalhador e postos avançados no Paraná abrem a semana com a oferta de 10.733 vagas. O grande número de vagas com carteira assinada reflete a retomada da economia do Estado com a redução dos números da pandemia e também com as vagas temporárias abertas no comércio, serviços e indústria no final de ano.

Nas agências de Curitiba e Região Metropolitana estão sendo ofertadas 2.044 vagas. As principais são para operador de telemarketing, com 335 ofertas, e para auxiliar de linha de produção são outras 216 oportunidades.

Nas Agências do Interior do Estado o destaque é a regional de Toledo, no Oeste, com 1.494 vagas, a maioria para auxiliar de linha de produção – 523. A regional de Cascavel (Oeste) oferece 1.285 empregos, sendo as principais vagas para auxiliar de linha de produção, com 337 oportunidades.

De acordo com o secretário estadual da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost, a gestão do governo Carlos Massa Ratinho Junior tem se esforçado para estabelecer parcerias com as empresas para aumentar a empregabilidade no Estado.

“Gerar empregos é uma obsessão da nossa gestão. O emprego é o melhor programa social que um governo pode oferecer aos seus cidadãos. O emprego dá autonomia para que o trabalhador possa levar o sustento para a sua casa, sem depender de programas sociais”, afirma Leprevost.

ATENDIMENTOS – Os interessados em alguma das vagas ofertadas devem buscar orientações junto à Agência do Trabalhador do município. Na Capital, a Agência do Trabalhador de Curitiba voltou a atender o público de forma presencial, das 9h às 17h. Para evitar aglomeração, e respeitando todas as orientações das autoridades sanitárias, a sugestão é agendar um horário. Os interessados devem fazer o agendamento pelo site da secretaria através deste LINK.

Confira AQUI as principais vagas por regional

Empresa curitibana de TI oferece vagas para 60 pessoas e salários vão até R$ 30 mil; saiba como participar

Uma empresa curitibana de Tecnologia de Informação (TI) recrutará mais de 400 mil pessoas até 2024, com salários competitivos. O mercado de trabalho em TI está aquecido e a busca das empresas por profissionais capacitados é alta.

Com a possibilidade de home office ou da modalidade híbrida, os atrativos dessa área altamente competitiva são vários – da flexibilidade aos altos salários.

A curitibana Gateware tem filiais em São Paulo e Rio de Janeiro, na Argentina e nos Estados Unidos, com mais de 20 anos de mercado, está recrutando profissionais nas áreas de desenvolvimento, administração de sistemas, engenharia de dados, análise SRE, consultoria SAP, gerência de projetos (PMO), gestão de mudança (GMO), entre outras, com salários que podem chegar a R$ 30 mil.

Pesquisa da Associação Brasileira das Empresas de TI e Comunicação (Brasscom) aponta que a procura por profissionais de TI será de 420 mil pessoas até 2024 no Brasil. O diferencial da Gateware é justamente o caráter de contratação, por recrutar profissionais que serão alocados em projetos de TI.

Para trabalhar na empresa, o ideal é que o candidato esteja alinhado com propósitos de excelência, protagonismo e eficácia. O time de recrutamento e seleção é treinado para buscar esses profissionais focando o onbourding na missão da companhia. “Nossa entrevista comportamental é uma etapa em que verificamos o quanto o candidato está engajado nos nossos valores. Entendemos que o direcionamento dessas pessoas deve ser coerente com nosso fit cultural”, explica Karla Silva, gerente de RH da Gateware.

Outro ponto estruturante da mão de obra especializada, alvo das áreas de TI, é o equilíbrio entre capacidades técnicas e comportamentais, ou seja, entre as hardskills e as softskills. Karla explica que essa parte é a mais delicada, por se tratar de expertises raras de se encontrar. “Observamos mais o perfil comportamental, porque o técnico é mais fácil de ser treinado”, diz.

Focada no outsourcing (terceirização), a análise comportamental feita pela Gateware é minuciosa e utiliza um tempo que o cliente não tem para despender na busca de um profissional. “O tempo é o ativo mais importante do cliente e nós o economizamos ao fazer a análise completa de perfil do profissional que será alocado em outra empresa, entregando uma pessoa preparada para suprir as necessidades do cliente”, indica a gerente de RH.

Hub de oportunidades abre portas na área de TI

É alto o potencial de crescimento dos profissionais na Gateware. Isso vem acontecendo tanto que há situações em que o profissional se especializa no cliente, recebendo a oportunidade de trocar de empresa se quiser. “Muitos profissionais nossos foram internalizados nas empresas em que os alocamos, o que mostra a alta performance da mão de obra qualificada que está conosco e nos dá a certeza de estar no caminho certo”, avalia a recrutadora.

Esse é o caso do Vanderlei Gomes Júnior, ex-colaborador Gateware que, em dois anos, foi contratado pela Ambev, após ganhar o troféu de embaixador Gateware. “As oportunidades que a Gateware traz são incríveis, e evoluir só depende da gente”, afirma o profissional.

Outra vantagem apresentada pela empresa é a contratação por projeto, o que traz a comodidade ao cliente de não precisar arcar com obrigações trabalhistas, pagando menos impostos. Para o CEO da Gateware, Francisco Ferreira, esse é mais um destaque. “Além dos ganhos fiscais, a empresa contratante não aumenta o custo da folha de pagamento. Como se tratam de projetos, apresentamos pessoas especializadas com culturas de outras empresas que já passaram por situações semelhantes e necessidades diferentes que agregam valor onde chegam”, explica o CEO.

Nova plataforma de recrutamento da empresa curitibana de TI

A nova plataforma de oferta de vagas da Gateware oferece aos candidatos um site interativo leve e de fácil utilização. Das 60 vagas disponíveis, o maior número é para desenvolvedores em diversas linguagens, e mais de 10 vagas são para GMO. “A gestão de mudanças organizacional é nossa menina dos olhos, uma especialidade da Gateware. Buscamos profissionais voltados para a comunicação e o treinamento”, indica Karla. E ela finaliza: “Precisamos de pessoas com garra e vontade de aprender no nosso dinâmico ambiente de trabalho.”