Banda Curitibana Fogo Caminha Comigo lança seu primeiro álbum

Formada no início de Agosto/2018, Fogo Caminha Comigo é uma banda curitibana composta por Rawph Rodrigues, Richardyson Marafon, Rômulo Dea e Julio Donato – influenciados por bandas como: Mineral, Built to Spill, Dinosaur Jr. e Modest Mouse, entre outras que passeiam pelo Emo 90’ s, Grunge, Post-Rock e Shoegaze.

O álbum chamado “O Lamentoso cair de pétalas dança dentro da primavera de minha cabeça”, é uma passagem presente em Cartas a Milena, de Franz Kafka. Rege a linha tênue entre a posse e ausência de esperanças, amor e dor no mesmo trajeto, sonhos e pesadelos na mesma direção.

A marcante capa do álbum foi feito pela talentosa Nicole Gonçalves.

 

1 – Capablanca

2 – Lítio

3 – Catábase

4 – Kafka, carta ao pai

5 – Nenonena (part. Júlia Roos

6 – Werther

7 – Monachopsis

8 – 2015

 

Ouça na íntegra: https://open.spotify.com/album/1wgac3I1raKMxdIYJf14pu

Conceito que segue presente durante os 25 minutos desse registro, conduzido por melodias que se convertem em distorções, atmosferas, chorus e cartas guardadas. O Lamentoso cair de pétalas dança dentro da primavera de minha cabeça é contemplação de todos os tempos árduos. Gravado ao vivo, em casa, afim de trazer maior naturalidade e sinceridade que se possa.

 

  • Ficha Técnica

Gravado ao vivo no Estúdio Sabine nos dias 15 e 16 de Junho/2019.

Produzido, Captado, Mixado e Masterizado por Michael Wilseque.

Arte Visual: Nicole Gonçalves

Participação especial: Júlia Roos em ‘nenonena’

Selo: NapNap Records.

 

Fogo Caminha Comigo é:

Rawph Rodrigues – Guitarra/Vocal.

Richardyson Marafon – Guitarra/Vocal.

Julio Donato – Baixo/Vocal.

Rômulo Dea – Bateria.

 

Se quiser saber mais sobre a banda, acesse:

Facebook: https://www.facebook.com/fogocaminhacomigo/

Twitter: https://twitter.com/fccnoiser

Instagram: https://www.instagram.com/fogocaminhacomigo/

YouTube: https://www.youtube.com/channel/UCP71QvHh7AY4NP34lBd23ww

E aí, gostou? Deixe seu comentário.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

RBD voltará ao Brasil em 2022, diz produtor da banda

Os fãs de RBD podem se preparar para a chegada da banda em solo brasileiro a partir do primeiro semestre de 2022. A informação foi dada por um dos produtores responsáveis por outras turnês do grupo no País, William Crunfli “É certo que o RBD virá o ano que vem, mas não está definido o promotor. Mas vem! Para o público o que interessa é isso”, afirmou durante entrevista a José Norberto Flesch.

De acordo com o produtor, os músicos do RBD estarão no Brasil a partir do primeiro semestre do ano que vem. William Crunfli esteve com o grupo por 14 Estados brasileiros na última turnê. Porém, desta vez, ele disse que irá se concentrar em São Paulo.

Em novembro do ano passado, a banda lançou a música Siempre He Estado Aquí, com Anahí, Christopher von Uckermann, Christian Chávez, Maite Perroni. Alfonso Herrera e Dulce María não participaram.

Karol Conká lança nova música após final do BBB 21

Karol Conká anuncia o lançamento da nova música dela, Dilúvio, nesta terça-feira (4), nas redes sociais. A primeira canção da rapper após a participação polêmica no Big Brother Brasil 21 estará disponível a partir da meia-noite nas plataformas de streaming.

A cantora compartilhou a capa da faixa no Instagram e, na legenda do post, escreveu:”Dilúvio, meu novo single, hoje meia-noite”. A música foi produzida em conjunto com a gravadora Sony Music.

Dilúvio vai ao ar logo após o resultado da final do BBB 21, onde a artista irá se apresentar na noite de hoje. Além de Karol, a Globo já confirmou que os ex-brothers Projota, Pocah e Rodolffo, juntamente com sua dupla Israel, também irão cantar.

Uma prévia do single já havia sido exibida no documentário A Vida Depois do Tombo, na Globoplay. O longa, que estreou no dia 29 de abril, mostra a história da curitibana antes, durante e depois do reality show. Ela teve uma rejeição recorde de 99,17% dos votos do público.

Sobre a produção, a cantora revelou: ” O grande desafio foi seguir sendo ‘vigiada’ depois de tanta exposição, num período em que eu ainda estava no processo de compreensão das razões por trás do meu comportamento no BBB e entendendo o tamanho e a natureza da repercussão pública em torno dele”, disse ela ao Estadão.