Audiência pública vai debater engorda da orla de Matinhos

A Assembleia Legislativa aprovou requerimento dos deputados Hussein Bakri (PSD), Ademar Traiano (PSDB) e Luiz Claudio Romanelli (PSB) convocando uma audiência pública para dia 21 (uma segunda-feira), às 19 horas, que vai debater o projeto de engorda da orla de Matinhos. Com custo estimado em R$ 660 milhões, a obra prevê microdrenagem, drenagem e aumento da faixa de areia na orla do município.

“Tendo em vista os investimentos a serem realizados no litoral paranaense na administração do governador Ratinho Junior, se faz mister (necessário) a participação da sociedade na discussão dessas obras”, afirmam os deputados no requerimento. “É uma reivindicação de 20 anos do litoral paranaense, é muito importante a participação de representantes da comunidade e sociedade”, completa Romanelli.

Maior projeto de reurbanização do Litoral e um dos maiores de infraestrutura do Paraná, a engorda da orla de Matinhos vem sendo debatida com o Ministério do Desenvolvimento Regional desde o ano passado, na busca de apoio financeiro da União devido ao alto custo. 

A primeira fase inclui, entre outras ações, a recuperação da orla de Matinhos e o engordamento da faixa de areia. A segunda fase tem a revitalização do canal de Matinhos para evitar enchentes, pontes na PR-412, desapropriações e compensação ambiental.  
Projeto – Além do alargamento da faixa de areia, a obra prevê área de contenção de ressacas, proteção da erosão marinha, construção e revitalização de canais para evitar enchentes, saneamento básico, paisagismo, novos quiosques, pistas de caminhada, ciclovias e preservação das áreas de restinga.

Pelo projeto, estruturas semirrígidas (barreiras que isolam a água que corre do mar para a areia) serão colocadas no canal da Avenida Paraná, no desemboque do Rio Matinhos, no espigão ao Norte da Praia Brava e nos headlands (estruturas de pedras para reter a areia) localizados nos balneários Saint Etienne e Riviera. Saint Etienne ainda ganhará um canal novo para ajudar na contenção das cheias, minimizando o impacto sobre o Rio Matinhos.

Também está prevista a colocação de estrutura flexível por meio da reposição de areia (engordamento artificial) proveniente de jazida na plataforma submarina. Com isso, espera-se dobrar a faixa de areia em Matinhos para mais de 80 metros. Obras do gênero já foram bem-sucedidas em Copacabana (RJ) e Piçarras (SC).

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Concessionária do ferry-boat de Guaratuba será definida pela menor tarifa

O Departamento de Estradas de Rodagem do Paraná (DER/PR) está recebendo propostas de empresas interessadas na nova concessão para explorar a infraestrutura e o transporte aquaviário de veículos e passageiros na travessia da Baía de Guaratuba, serviço conhecido como o ferry-boat de Guaratuba, no litoral paranaense.

A licitação para definir a nova concessionária prevê a realização de melhorias nos serviços e reformas das estruturas existentes.

“O governo Ratinho Junior estabeleceu o desenvolvimento do Litoral paranaense como uma das prioridades e estamos dando passos importantes nesse caminho. Temos o edital dos estudos ambientais e anteprojeto da ponte de Guaratuba em andamento, e também o edital do novo ferry-boat, que vai oferecer um serviço moderno, de qualidade, para atender todos os usuários enquanto trabalhamos na ponte”, afirma o secretário de Infraestrutura e Logística do Paraná, Sandro Alex.

Empresas interessadas devem entregar documentação de habilitação e proposta de tarifa, em envelopes separados, conforme edital, até 16 de novembro. A abertura dos envelopes de habilitação será no dia seguinte, às 14 horas, com transmissão pela internet.

O critério para escolher a vencedora será a menor tarifa. “O edital está aberto para empresas e consórcios para termos o maior número possível de participantes concorrendo, o que deve resultar em uma tarifa que seja baixa e viável para atender os usuários e realizar as melhorias necessárias” explica o diretor-geral do DER/PR, Fernando Furiatti.

Ele acrescenta que as propostas devem levar em consideração o desenvolvimento do litoral paranaense nos próximos anos, com os investimentos que estão sendo realizados pelo Governo do Estado. O valor máximo que pode ser proposto é de R$ 9,15, o que representa um contrato de mais de R$ 134 milhões.

De acordo com levantamento de veículos pagantes, em dezembro e janeiro cerca de 200 mil veículos utilizam a travessia, com o número variando de 70 mil a 100 mil nos demais meses. A tarifa deve levar em consideração as reformas necessárias no local e a previsão de tráfego de veículos no trecho pelos próximos 10 anos.

REFORMAS – Ao assumir a travessia, a empresa deverá revitalizar todo o pavimento e a sinalização da área concessionada; reformar e adequar os quatro conjuntos de atracadouros; e implantar ciclovias de concreto. Também serão revitalizadas as edificações da concessão, incluindo as bilheterias, lanchonete e instalações do Serviço de Atendimento ao Usuário.

O edital estabelece os prazos para execução destas melhorias e critérios para serviços de manutenção, garantindo que a área de concessão permaneça em excelentes condições para atender o público.

INOVAÇÕES – A nova concessionária de travessia poderá desenvolver soluções tecnológicas e explorar comercialmente os espaços disponíveis, mediante aprovação do DER/PR.

No caso da venda de bilhetes, por exemplo, podem ser propostas alternativas para a compra via internet ou aplicativo para celular, com o objetivo de reduzir as filas de espera nas bilheterias.

Ela pode propor a exploração comercial, com abertura de lojas ou colocação de publicidade nos terminais, acessos ou áreas de serviço e lazer. Nestes casos, metade da receita líquida dos contratos será utilizada para reduzir a tarifa da travessia e a outra metade será destinada para a concessionária.

Outras novidades na travessia incluem a instalação de um sistema de monitoramento por câmera implantado nas bilheterias, visando fiscalizar os veículos que serão transportados. Isso vai garantir transparência total quanto à contagem e categorização nos embarques, gerando relatórios, ficando disponível para visualização no portal do DER/PR.

Também deverá ser disponibilizada barreira flutuante para contenção na eventualidade de vazamento de óleo ou material semelhante na área de docagem, com aproximadamente 130 boias, ou quantas forem necessárias para atender toda a extensão da área.

Caso a concessionária opte por utilizar os três ferry-boats de propriedade do DER/PR, deverá instalar em cada embarcação um mecanismo metálico antiqueda, que trave as rodas dos veículos, evitando o deslocamento durante a travessia.

ISENÇÃO E DESCONTOS – Ficam isentos do pagamento de tarifa os veículos emplacados e pertencentes a proprietários que residem no município de Guaratuba, para uma viagem de ida e volta, uma vez ao dia, conforme estabelecido na lei estadual n.º 15.749/07. Também terão trânsito livre nas embarcações veículos oficiais do Batalhão de Polícia Rodoviária, do Corpo de Bombeiros e ambulâncias a serviço, das forças militares em instrução ou manobra, e do Governo do Paraná, devidamente credenciados pelo DER/PR e a concessionária.

De acordo com levantamento, aproximadamente 20 mil veículos utilizam a travessia gratuitamente todos os meses.

A concessionária também poderá oferecer descontos e promoções na tarifa, visando aumentar o número de usuários do ferry boat durante períodos, dias e horários com baixa demanda, bem como estender benefícios semelhantes para usuários frequentes da travessia, como moradores e comerciantes que habitam outros municípios do Litoral. A iniciativa é de responsabilidade da empresa, com aprovação do DER/PR, não gerando desequilíbrio econômico e financeiro do contrato.

PONTE – O edital prevê opções para a concessionária quando a Ponte da Baía de Guaratuba for concluída. Atualmente está em andamento a licitação para elaborar os estudos ambientais e anteprojeto da obra.

Inicialmente a empresa deverá elaborar, com participação do DER/PR, estudos de impacto econômico-financeiro relativos à presença da ponte. Caso eles apontem a inviabilidade de continuar a concessão, ela pode propor a extinção do contrato. Os três ferrys boats do DER/PR ficam disponíveis para serem transferidos à empresa como alternativa para reduzir o impacto econômico-financeiro.

PRAZO – O prazo original foi modificado para garantir tempo hábil ao DER/PR para responder questionamentos, e para realizar ajustes no edital.

Informações AEN.

Na pandemia, saiba como será a festa da Padroeira no Santuário do Rocio em Paranaguá

O Santuário Estadual do Rocio em Paranaguá, divulgou no último dia 27 a programação da 207ª Festa em Louvor à Nossa Senhora do Rocio. Como já era esperado, por causa da pandemia, a parte social – quermesse, parque a área gastronômica – não vão acontecer este ano.

No dia 1º começa a Festa, com a missa da “Troca do Manto” e o reitor do Rocio, Missionário Redentorista Padre Dirson Gonçalves promete uma boa surpresa: “É uma demonstração de carinho para a Mãe, um gesto de cuidado e devoção e este ano será muito bonito” afirmou. Na noite do dia 1º, o cantor Thiago Brado faz uma live especial com transmissão pelo Youtube (Santuário do Rocio Paranaguá).

O novenário, (9 dias de oração para a padroeira) começa no dia 6 e segue até o dia 14. Para atender melhor os devotos, as missas e novenas, do modo presencial e on-line terão oito horários: 5, 6, 8, 10, 14, 16, 18 e 19 horas.

Para a Missa e Novena das 19 horas virão Bispos de todo estado do Paraná, convidados para presidir a celebração. O Bispo de Paranaguá, Dom Edmar Peron celebra a missa solene às 10 horas no dia 15. As missas com os bispos serão transmitidas, além das páginas do Santuário, também pela página Diocese de Paranaguá.

Todas as providências estão sendo tomadas para seguir as normas de saúde imprescindíveis neste período e garantir a segurança. Por este motivo, os organizadores pediram que as caravanas/excursões programadas para a festa agendem na secretaria do Santuário. Reservando o lugar poderão assistir presencialmente as celebrações, pois a capacidade de lotação do Santuário está bastante reduzida para manter o afastamento social.

No dia da Padroeira do Paraná, 15 de novembro, serão celebradas muitas missas presenciais. Para proteger os devotos, a “Procissão dos Milagres” como é chamada a caminhada com a imagem da santa do Santuário até a Catedral foi modificada e será em carreata iniciando às 17 horas.

Em frente ao Santuário há uma praça onde os veículos poderão se concentrar para seguir o carro principal com a imagem original de Nossa Senhora do Rocio. O trajeto será o mesmo da tradicional procissão: a Rua Professor Cleto que liga as duas igrejas em linha reta.

Na chegada os missionários redentoristas vão abençoar todos os veículos e pessoas. “Os redentoristas ficarão abençoando até o último veículo passar em frente a imagem, só depois levaremos a santa para dentro da catedral onde permanece até o dia seguinte conforme a tradição” explicou o reitor, Padre Dirson.

Quem acompanhar as transmissões, as publicações ou vier em algum dos dias poderá ver também o novo presbitério (lugar do altar) do Santuário. O espaço foi refeito e modificado em comemoração aos 100 anos de construção da Igreja, comemorados em maio deste ano.

Promoção de prêmios

Uma das rendas que ajudam na manutenção da Igreja do Rocio é a arrecadação da Festa, este ano sem a parte social, os noveneiros e a administração do local estão ofertando as cartelas para o sorteio de vários prêmios como carro zero quilômetro, motocicleta, televisor e smartphone. A cartela custam R$ 15,00 podem ser adquiridas na secretaria do Santuário e em vários pontos de venda. O sorteio será no dia 22 de novembro (domingo).

Serviço:

207ª Festa Estadual em Louvor à Nossa Senhora do Rocio

Tema: “Mãe do Rocio, Intercedei por nós”

Dia 1/11 – 19h Missa de abertura e a troca do manto.

Dia 1/11 – 20h Live com Thiago Brado no YouTube – Santuário do Rocio Paranaguá

De 6 a 14 – Novenário : 5, 6, 8, 10, 14, 16, 18 e 19 horas

As novenas das 6, 16 e 19 tem a transmissão na página do face book e YouTube do Santuário. As missas/novenas com os Bispos do Paraná 19 horas serão transmitidas também na página do face book Diocese de Paranaguá

Dia 15 – 5, 6:30, 8, 10, 12, 13:30, 15 e 16:30 horas Missas presenciais

A Missa Solene 10 horas com o Bispo de Paranaguá Dom Edmar Peron será também transmitida.

Dia 15 – 17 horas Procissão (carreata) do Rocio até a Catedral

Dia 16 – 18:30 horas Missa na Catedral e retorno da Imagem ao Santuário, também em carreata.

Local: Santuário Estadual de NSra do Rocio

Praça Thomáz Sheehan, 211

Bairro do Rocio – Paranaguá – PR

Contato: (41) 3423-2020 (41) 98730-6701

Informações Banda B.