Assembleia Legislativa do Paraná | Notícias > Semana Agosto Lilás é dedicada à prevenção, conscientização e enfrentamento da violência contra as mulheres

Primeira semana do mês de agosto é dedicada à prevenção, conscientização e enfrentamento da violência contra as mulheres.

A lei estadual 19.972/2019, aprovada pelos deputados na Assembleia Legislativa do Paraná, determina que a primeira semana do mês seja dedicada às ações de prevenção, conscientização e enfrentamento à violência contra a mulher e divulgação da Lei nº 11.340, de 7 de agosto de 2006, a Lei Maria da Penha.

A iniciativa também instituiu como símbolo da Semana de Agosto Lilás um laço de fita na cor lilás, para ser utilizado nas campanhas institucionais. De acordo com a norma legal paranaense, durante toda a Semana, o Poder Público, em parceria com a iniciativa privada e entidades civis organizadas, promoverão campanhas de esclarecimento, ações de mobilização, palestras, debates, encontros, panfletagens, eventos e seminários, visando à divulgação da Lei Maria da Penha para o público em geral.

Dados demonstram que mais de 4.600 casos de violência doméstica contra a mulher são registrados por mês no Paraná. Nos primeiros seis meses de 2021, por exemplo, foram 27.881 ocorrências no estado, ou, uma média de 4.646 todos os meses. O aumento é de 1% nos registros, na comparação com o mesmo período do ano anterior.  Em janeiro de 2022, as estatísticas apontaram que os casos de violência contra a mulher subiram 46% em Curitiba.

A cada hora mais de 500 mulheres são vítimas de algum tipo de violência no Brasil. Os números são da pesquisa do Fórum Brasileiro de Segurança Pública com o Instituto Data Folha e mostram a importância de intensificar as ações em defesa da mulher.

Segundo TJ-PR, em todo o Estado, são quase 30 mil mulheres com medidas protetivas de urgência aplicadas pela Justiça. Em 2022, mais de 9 mil delas estão na capital.

Nem sempre a violência deixa marcas visíveis. Há muitas formas de agredir uma mulher, seja com atitudes, palavras ou comportamentos abusivos. E a maioria das mulheres vítimas de violência sofre calada. Pode ser por vergonha, medo ou por não saber a quem pedir socorro. É preciso campanhas e ações como as previstas na Semana de Agosto Lilás para que todos possam ficar atentos para identificar situações de violência contra a mulher, inclusive, para os sinais de agressão não declarada que também podem ser um pedido silencioso de ajuda.

Assim como nos períodos de maior isolamento social, provocados pela pandemia da covid-19, as férias também tendem a aumentar o tempo de convivência diária entre as pessoas. O consumo de álcool e drogas também se elevam e surgem divergências, conforme destaca a Polícia e gestores da Patrulha Maria da Penha.

As ações previstas na lei e que integram a Semana de Agosto Lilás têm início na próxima segunda-feira em todo o Estado do Paraná.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Campo Largo passa a notificar irregularidades do Estar Digital via app

O estacionamento rotativo está presente na cidade de Campo Largo/PR há três anos. Até dezembro de 2021, ativar o uso de uma das 1.500 vagas era possível de duas maneiras: pela compra de créditos de maneira virtual, via aplicativo da Estar Digital, ou através da compra dos tickets de papel, com os valores correspondentes ao tempo de estacionamento.

Desde junho, a Prefeitura e a empresa Cidatec, que administram o serviço regulamentado, iniciaram a retirada total do papel, eliminando o formato híbrido para uso das vagas.

Na prática, isso altera também a forma de regularizar as eventuais notificações. “A partir de agora, será 100% digital. O motorista precisa baixar o aplicativo e é através dele que será informado se há alguma irregularidade, e não mais através de papel colocado no carro pelos agentes”, explica o Secretário de Ordem Pública, Samir Moussa.

Para que sejam esclarecidas todas as dúvidas, a Prefeitura e a empresa estão treinando os agentes do Estar Digital e orientando os motoristas pelos próximos dias e, até o final deste período, as irregularidades ainda serão comunicadas em papel, no caso de quem ainda não dispõe do app. Mas, o percentual de quem não faz uso da tecnologia é pequeno. Conforme a Prefeitura, mais de 90% (mais de 30 mil motoristas) já fizeram download da ferramenta e, portanto, conhecem o seu funcionamento.

“Através do aplicativo, o usuário pode gerenciar seus créditos de forma remota, também, regularizar as notificações sem a necessidade de ir presencialmente aos pontos de venda, sair da vaga antecipadamente e ter o saldo de hora retornado para a sua conta”, ressalta Adriano Krzyuy, representante da Cidatec. Além disso, é possível adquirir créditos para uso no estacionamento rotativo, em qualquer local e momento. “O mesmo motorista pode cadastrar mais de um veículo, já que os créditos são vinculados ao CPF. O usuário recebe os avisos também pelo e-mail”, lembra Adriano.

Após o período de orientação, a prática de notificações será integralmente digital. O motorista tem até dez dias para regularizar sua notificação, pagando R$ 15 (R$ 12 volta ao usuário como bônus), através do próprio aplicativo ou nos pontos de venda espalhados pela cidade. Caso contrário, a irregularidade vira multa de trânsito, com perda de cinco pontos na Carteira de Habilitação. “É preciso ficar atento ao app e, quem ainda não fez o download, que o faça o quanto antes”, orienta Samir Moussa.

Pontal do Paraná recebe a segunda edição do Festival de Gastronomia Caiçara

A tradicional culinária caiçara será celebrada, de 15 a 24 de julho, na segunda edição do Festival de Gastronomia Caiçara. O evento vai exaltar a Cambira, iguaria que tem como data comemorativa, no município de Pontal do Paraná, o dia 18 de julho. Para degustar a Cambira tradicional e outras delícias típicas, o público poderá escolher entre os trinta restaurantes inscritos. A relação dos estabelecimentos que participam e os pratos disponíveis durante o festival estão no site https://gastronomiacaicara.com.br/ .

O prefeito de Pontal do Paraná, Rudisney Gimenes Filho, conta que a segunda edição do Festival de Gastronomia Caiçara busca consolidar Pontal do Paraná como centro gastronômico do litoral. “O evento que já foi um sucesso de público em 2021, será ainda maior este ano”, comemora o prefeito.

Para Gilberto Keserle, secretário municipal do turismo e desenvolvimento econômico de Pontal do Paraná, o festival é uma grande oportunidade para o turista conhecer a diversidade da culinária caiçara. “Além do resgate cultural das nossas tradições, o evento tem como objetivo movimentar a economia do município fora da alta temporada”, ressaltou.

Valorização da pesca artesanal – A ONU declarou o ano de 2022 como o Ano Internacional da Pesca e da Aquicultura Artesanais como forma de tornar visível a importância do setor para o cumprimento dos objetivos estabelecidos na Agenda 2030 para o Desenvolvimento Sustentável.

O objetivo deste ano internacional é valorizar socialmente as contribuições da pesca artesanal e da aquicultura, em termos alimentares e econômicos, e promover o diálogo e a cooperação para fortalecer as famílias que dependem dessas atividades.

O Paraná tem registradas 60 comunidades de pescadores e um total de cerca de quatro mil famílias que vivem da pesca artesanal. Patrimônio Cultural Imaterial de Pontal do Paraná, a pesca artesanal da tainha reúne todos os anos os caiçaras para a prática ancestral.

Cambira, a grande estrela – Patrimônio da cozinha brasileira, a Cambira é originalmente preparada com peixe seco e defumado, acompanhada da banana e pirão. Há mais de 300 anos, os portugueses introduziram o sal na região, que passou a ser utilizado na conservação do peixe – especialmente da Tainha que é abundante no litoral do Paraná. O nome (Cambira) remete ao cipó muito presente no litoral, conhecido por sua flor de cor roxa, que era a base do varal usado para a defumação. Uma vez seco, o peixe vai para a panela de barro com água e especiarias (tomate, pimentão, coentro, pimenta e bananas), e vira um caldo grosso. O prato é servido com pirão, salada e arroz.

Concurso desafiador – Em paralelo ao festival, também acontece o concurso gastronômico que premiará estabelecimentos pelos melhores pratos caiçara. Entre as categorias estão o Prato Feito Caiçara, o Petisco Caiçara e a melhor Cambira Tradicional. A ideia da promoção é desafiar a criatividade de comerciantes e cozinheiros para estimular as vendas e apresentar ao público a qualidade da culinária local. 

O Festival de Gastronomia Caiçara é realizado pela Prefeitura Municipal de Pontal do Paraná com apoio da Adetur Litoral, Governo do Estado, Sebrae e Comtur.

SERVIÇO:

Festival de Gastronomia Caiçara
Data: 15 a 24 de julho de 2022
Conheça todos os Pratos e restaurantes: https://gastronomiacaicara.com.br/
Instagram: https://www.instagram.com/gastronomiacaicara/

Restaurantes Participantes

PRAIA DE LESTE

Restaurante Café Caiçara

(41) 99554-9757

Restaurante Kabanas

(41) 99886-9815

Bora bora pizza & sushi bar

 (41) 99631-4377

Restaurante 277

(41) 99171- 8973

Cataia Lanches

(41) 99263-4577


COME’AS

(41) 99123-4269

Restaurante Amigu’s

(41) 3458-5433


Família Copacabana

(41) 99569-6788

La Rossi Praia de Leste

(41) 3458-2814

Sistema x Choperia e pizzaria

(42) 99846-0266

La Tutti Restaurante Grill
(41)3458-5162

PerTutti Pizzaria e Casa de Massas

Telefone: (41)3458-1949

BALNEÁRIOS
D’Rose Gastronomia

(41) 98882-2452

O Braseiro

(41) 99952-3847


Point do Pastel

(41) 99942-1624


La Rossi Pizzaria

(41) 99672-2347

Bistrô com Flores

(41) 98521-8482

Gaivotas Burguer Beers

(41) 98460-1539

Restaurante Ipanema Beach

(41) 99899-9005

Ponto do Petisco

(41) 98440-2672

PONTAL DO SUL

Restaurante Caiçara da Néia

(41) 99937-3391

Lanchonete Beira Rio

(41) 98475-0598

Restaurante Cantinho do Adilson

(41) 99982-7081

Restaurante Cantto das Pedras

(41) 3455-3275

Makai Beach Bar

(41) )99205-1114


Karranka Pizzaria

(41) 3455-2592

Cordeiro na Lata

(41) 99778-9744

Boguitus

(41) )995223300

La´Rossi Pontal do Sul

(41) 99937-2233