domingo, março 3, 2024
spot_img
InícioNotíciasPolíticaAssembleia Legislativa decreta luto oficial de três dias em razão da morte...

Assembleia Legislativa decreta luto oficial de três dias em razão da morte do ex-deputado Fabiano Braga Côrtes – De olho nos deputados


O presidente da Assembleia Legislativa do Paraná, deputado Ademar Traiano (PSD), em nome da Mesa Executiva, lamentou profundamente a morte do ex-deputado estadual e ex-presidente da Casa, Fabiano Braga Côrtes, aos 90 anos, ocorrida neste sábado (13), em Curitiba, em decorrência de leucemia, e decretou luto oficial de três dias no Poder Legislativo

“O Paraná perde um homem público que deu sua contribuição no Legislativo e no Executivo com retidão e eficiência. Fez muitos amigos por onde passou e deixou sua marca na Assembleia, na Câmara Federal e no governo do Paraná. Nossos mais sinceros sentimentos à família”, declarou Traiano.

O primeiro-secretário da Assembleia, deputado Alexandre Curi (PSD), também lamentou a morte do ex-parlamentar. “Morreu hoje meu bom amigo Fabiano Braga Côrtes. Foi presidente na Assembleia Legislativa do Paraná.  Além de deputado estadual, foi também deputado federal e secretário de Estado. Fui vereador com dois filhos dele, Fabianinho (falecido) e Felipe Braga Cortes. Também fui vereador com a prima dele, Julieta Reis”, afirmou Curi.

Perfil

Fabiano Braga Côrtes nasceu no dia 14 de maio de 1933, na Lapa (PR). Seus pais foram Napoleão Côrtes e Maria Braga Côrtes. Diplomou-se em Ciências Jurídicas e Sociais em 1959 pela Faculdade de Direito de Curitiba. No desempenho de suas atividades profissionais foi procurador do Estado e, como político, vereador de Curitiba. Em 1963 foi eleito deputado estadual e ocupou a presidência da Casa entre os anos de 1979 e 1980.

Na Assembleia, fez parte das seguintes Comissões: Comissão Permanente de Reforma a Constituição; Terras, Colonização e Imigração; Orçamento; Agricultura, Indústria e Comércio; Saúde Pública; entre outras.

Fabiano Braga Côrtes também foi deputado federal entre os anos 1983 e 1987. Além disso, foi Chefe da Casa Civil do Governo do Paraná (1980-1981, diretor da Itaipu Binacional (1989-1992) e administrador da Itaipu Binacional (1995).



Leia mais informações no site da Alep

MATÉRIAS RELACIONADAS
- Publi -spot_img
- Publi -spot_img
- Publi -spot_img

As últimas do Busão