As inscrições para a 35ª Oficina de Música de Curitiba estão abertas

Estão abertas as inscrições para os 100 cursos da Oficina de Música de Curitiba. O prefeito Rafael Greca participou da reunião que marcou o início das inscrições. Serão ofertadas aproximadamente duas mil vagas para alunos de diversos níveis, de iniciantes a profissionais, nas categorias erudita, antiga e popular, além dos cursos nas Regionais Administrativas. As inscrições para a Oficina, que acontece de 27 de janeiro a 8 de fevereiro de 2018, devem ser feitas no site www.oficinademusica.org.br.

O prefeito destacou que o tradicional evento sempre movimenta a cidade no início do ano. “A partir de hoje estão abertas as inscrições. Esperamos que essas três Oficinas que ocorrem juntas tragam alunos de todo o Brasil para compartilhar esses 12 dias intensos de programação”, disse Greca.

As inscrições poderão ser feitas até o dia 10 de dezembro de 2017. Para os cursos que terão pré-seleção o resultado será divulgado até o dia 15 de dezembro e o pagamento das inscrições poderá ser efetuado até o dia 22 de dezembro.  Outro diferencial desta edição é a parceria com a Universidade Estadual do Paraná – UNESPAR – que irá emitir o certificado de extensão dos participantes da Oficina, pela Universidade da Belas Artes.

Com curadoria de Abel Rocha (coordenador de Música Erudita), Rodolfo Richter, (Música Antiga) e João Egashira (Música Popular Brasileira), a novidade da 35ª edição é que as três categorias acontecerão de forma simultânea, fortalecendo os laços da música e suas novas interfaces.  A medida faz com que os alunos transitem entre espaços, explica Janete Andrade, coordenadora geral da Oficina de Música.

“Estamos otimizando o pessoal e a estrutura para garantir a qualidade da programação e cursos. Assim, mantemos nossa excelência. As pessoas irão ver que música não tem fronteira, tem as suas especificidades, uma fonte pode beber da outra”, garante Andrade.

Ao todo são 101 professores de todas as partes do Brasil e de outros países para ministrar os 39 cursos de música erudita, 9 da fase antiga, 16 do Projeto MusicaR e 36 de Música Popular Brasileira. A programação musical está sendo concluída, e já apresenta nomes de renomados músicos, como Emmanuele Baldini, Cristina Ortiz, James Johnstone, entre outros.

A Oficina de Música terá como sede principal a Pontifícia Universidade Católica do Paraná (PUCPR), além de cursos de musicalização infantojuvenil nas Administrações Regionais com o Projeto MusicaR. A taxa de inscrição varia de acordo com o número de cursos e a modalidade: R$ 160 (um curso), R$ 225 (dois cursos) e R$ 264 (três cursos). Os cursos do MusicaR serão gratuitos.

MusicaR

O projeto MusicaR, que teve início nesse semestre nas regionais Cajuru e Tatuquara, será expandido durante a Oficina. Cerca de 200 crianças e adolescentes de até 17 anos poderão se inscrever nas 10 regionais da cidade e realizar cursos sob a supervisão dos professores Ângela Sasse, Luis Bourscheidt, Cris Alexandre, Guilherme Romanelli e um curso especial de Enny Parejo.

“Há 35 anos a Oficina de Música posiciona Curitiba no cenário brasileiro e mundial como referência na formação musical. Centenas de alunos se deslocam para cá, incentivando o turismo. Professores visitantes levam ao mundo a referência vanguardista de nossa cidade estabelecendo e fortalecendo laços culturais”, afirmou o diretor executivo do Instituto Curitiba de Arte e Cultura, Marino Galvão Jr.

Participaram também da reunião a presidente do Instituto Municipal de Turismo, Tatiana Turra, e o presidente da Fundação Cultural de Curitiba, Marcelo Cattani.

Parceiros – Promovida pela Prefeitura Municipal e Fundação Cultural de Curitiba, por meio do Instituto Curitiba de Arte e Cultura (ICAC), a Oficina de Música 2018 tem o patrocínio da Caixa Econômica Federal, apoio master da PUC – Pontifícia Universidade Católica do Paraná e apoio cultural do Centro Cultural Teatro Guaíra, Consulado Geral da República da Polônia em Curitiba, Família Farinha, E-Paraná, Escola de Música e Belas Artes do Paraná – UNESPAR, Faculdade de Artes do Paraná, Secretaria de Estado da Cultura, SESC da Esquina e Paço da Liberdade, UFPR/Pró-Reitoria de Extensão e Cultura, Sanepar, Itaipu Binacional e Petrobras.

Serviço

Oficina de Música de Curitiba – de 27 de janeiro a 8 de fevereiro de 2018
Inscrições abertas de 13 de novembro a 10 de dezembro. Para os cursos que terão pré-seleção o resultado será divulgado até o dia 15 e o pagamento das inscrições poderá ser efetuado até o dia 22 de dezembro.

Taxa de inscrição (incluindo kit composto de camiseta e bolsa): R$ 160 (um curso), R$ 225 (dois cursos) e R$ 264 (três cursos). Os cursos do MusicaR serão gratuitos.

Taxa de inscrição (sem o kit): R$ 130 (um curso), R$ 195 (dois cursos) e R$ 234 (três cursos)

Inscrições no site: www.oficinademusica.org.br

 

FONTE: Prefeitura de Curitiba (Agência de Notícias)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Carrosséis e roda-gigante voltam a ser montados para celebrar os 330 anos de Curitiba

Carrosséis e roda-gigante voltam a ser montados para celebrar os 330 anos de Curitiba

Três atrações do Natal de Curitiba – Luz dos Pinhais 2022 estão voltando para as celebrações dos 330 anos de Curitiba este ano. São os carrosséis venezianos do Passeio Público e do Parque Tanguá e a roda-gigante da Praça Santos Andrade, no Centro. O brinquedo do Passeio Público começou a ser montado na quinta-feira (26/1) e o do Tanguá será na próxima semana. A roda-gigante está sendo montada nesta sexta-feira (27/1).

As atrações serão gratuitas. A Prefeitura está definindo um cronograma de funcionamento, que será divulgado em breve. A intenção é cobrir todos os dias da semana, com exceção das segundas-feiras, quando deverá ocorrer a manutenção dos equipamentos.

De acordo com o superintendente de Obras da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (SMMA), Jean Brasil, a previsão é de que os brinquedos funcionem por um período de quatro meses.

“Além de serem uma atração para o aniversário da cidade, os carrosséis e a roda gigante também poderão ser usados pelas crianças no período de férias escolares e também pelos turistas que visitam a nossa cidade”, explicou ele.

Como ocorreu na temporada natalina, os carrosséis venezianos irão receber crianças de até 12 anos. Adultos poderão acompanhar crianças de 0 a 2 anos. Já a roda-gigante irá receber crianças e adultos (a altura mínima será de 1 metro). Além disso, os brinquedos terão acessibilidade para o público com dificuldade de locomoção.

330 anos de Curitiba

O aniversário dos 330 anos de Curitiba será celebrado com uma ampla programação descentralizada e os eventos e entrega de obras farão parte dela. O aniversário será só no dia 29 de março, mas vários eventos estão agendados.

A programação de aniversário da capital já começou, este mês, com a 40ª Oficina de Música de Curitiba. Além dos cursos voltados para artistas e professores, BNegão, Vanessa da Mata e Gilsons são alguns dos destaques do line up de shows da 40ª edição do evento da Prefeitura de Curitiba.

Já em março ocorre o Smart City Expo Curitiba 2023, versão brasileira do maior evento de cidades inteligentes do mundo. Serão três dias, 22, 23 e 24 de março, do congresso e feira organizados pelo hub de negócios e soluções iCities e com apoio da Prefeitura de Curitiba, da Secretaria Municipal de Administração, da Agência Curitiba de Desenvolvimento e Inovação, Gestão de Pessoal e TI (Smap) e do Vale do Pinhão.

Veja a matéria no site da Prefeitura de Curitiba

Campanha da Prefeitura de Curitiba alerta sobre o assédio sexual no carnaval

Campanha de Direitos Humanos alerta sobre o assédio sexual no Carnaval.

Brincar o carnaval faz parte da tradição brasileira e para conscientizar os foliões, a Prefeitura de Curitiba, por meio da Assessoria de Direitos Humanos (ADH) e Políticas para as Mulheres, começa, neste domingo (29/1), a implementar diversas ações para evitar a importunação sexual durante os dias de carnaval.

Domingo, a partir das 15hs, na Praça Santos Dumont, no encontro entre as Ruas Saldanha Marinho, Ébano Pereira e Cruz Machado, a assessoria irá fazer a distribuição de leques com orientações com o tema” Respeite o meu espaço – importunação sexual é crime” na concentração e no trajeto do Bloco Garibaldis e Sacis.

Conscientização

A assessora de Direitos Humanos e Políticas para Mulheres da Prefeitura, Elenice Malzoni, alerta que todos devem ter cuidado e atenção nas festas de carnaval.

“Desejamos brincar alegremente o carnaval, sem sofrer nenhum tipo de importunação sexual. Desrespeito não pode ser entendido como mera brincadeira”, salienta Elenice.

Crime e consequência

A Lei 13.718/2018 trata do crime de importunação sexual, que é a prática de ato libidinoso contra alguém sem o consentimento dessa pessoa, com o objetivo de satisfazer o próprio desejo ou o de terceiros, ou seja, tocar o corpo de outra pessoa, sem o consentimento dela, para obter prazer sexual. A pena é de reclusão de 1 a 5 anos.

O que caracteriza o crime

Os principais exemplos do crime de importunação sexual são beijo roubado, puxão pelo braço, agarrar pela cintura, passadas de mão no corpo, tocar o órgão sexual, lambidas, mordidas, ejaculações, entre outros.

As denúncias podem ser feitas pelo número 153 da Guarda Municipal. Em caso de flagrante, os envolvidos serão encaminhados para a Casa da Mulher Brasileira para realizar o boletim de ocorrência na Delegacia da Mulher.

Veja a matéria no site da Prefeitura de Curitiba

WP Twitter Auto Publish Powered By : XYZScripts.com