Agências do Trabalhador ofertam 3.051 vagas em várias regiões do Paraná

As 216 Agências do Trabalhador, vinculadas à Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho, disponibilizam nesta semana 3.051 oportunidades de empregos com carteira assinada em empresas do Paraná. Do total, 1.156 vagas estão disponíveis nas agências de Curitiba e Região Metropolitana.

Já no Interior, as Agências que ofertam mais vagas na semana são dos municípios de Cascavel (603), Cianorte (230), Umuarama (187), Assis Chateaubriand (162) e Marechal Cândido Rondon (152 vagas).

 

A maioria das vagas ofertadas nas unidades do Paraná é para os setores da indústria, serviços e comércio. As principais oportunidades são para auxiliar de linha de produção (1.892 vagas), operador de telemarketing ativo e receptivo (298), alimentador de linha de produção (152) e auxiliar de limpeza (114).

 

A Secretaria da Justiça, Família e Trabalho estimula a busca ativa de oportunidades de empregos junto aos empresários e empresas do Paraná, incrementando a intermediação de mão de obra e captação de vagas nas 216 Agências do Trabalhador do Estado.

“Esses números positivos que o Paraná tem na área de empregabilidade são um reflexo direto do esforço do Governo para atrair novas empresas para o Paraná e da nossa gestão proativa de captação de novas vagas de emprego junto aos empresários. É um trabalho conjunto de planejamento e organização”, afirma o secretário da pasta, Ney Leprevost.

 

Atendimentos

Por conta da pandemia, os atendimentos presenciais nas Agências do Trabalhador estão suspensos. Os interessados em alguma vaga devem buscar orientação pelo site www.justica.pr.gov.br/trabalho, pelo aplicativo Sine Fácil (disponível gratuitamente para celulares Androide e iOS) ou pelo site www.empregabrasil.mte.gov.br

Em Curitiba, o atendimento também está sendo feito pelo chat http://sac.trabalho.pr.gov.br ou pelos fones (41) 3883.2214 e 3883.2252 e 3883.2256, de segunda a sexta-feira, das 9h às 17h

Empresários e trabalhadores de todo o Paraná que ofertam vagas e que estiverem com dificuldade de finalizar o atendimento nas ferramentas digitais, tais como Portal Emprega Brasil e aplicativos da Carteira de Trabalho Digital, Sine Fácil e Paraná Serviços, podem receber o suporte técnico por meio do Chat do Trabalhador, no site da Secretaria da Justiça, Família e Trabalho.

Para acessar o chat, basta entrar no link: www.justica.pr.gov.br/trabalho. Em Curitiba, a oferta de vagas também pode ser feita através dos telefones (41) 3883.2220, 3883.2228, 3883.2239 e 3883.2236.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Agência do Trabalhador de Colombo oferece 300 vagas para telemarketing para trabalhar em casa

A Agência do Trabalhador de Colombo, na Região Metropolitana de Curitiba, abriu nesta segunda-feira (9) um processo seletivo com 300 vagas para operador de telemarketing. A divulgação de novas oportunidades de emprego faz parte das ações da Secretaria de Indústria, Comércio Turismo e Trabalho.

As oportunidades são para home office (trabalho em casa), e a remuneração é de R$ 1.100,00, com os benefícios de vale-refeição, assistência médica e plano odontológico.

As vagas disponíveis são destinadas ao seguinte horário de trabalho: 08h40 às 15h ou 15h às 21h20 em regime de escala de 6×1 (seis dias trabalhados por um de folga).

Os interessados devem atender os seguintes pré-requisitos:

  • Ensino médio completo;
  • Experiência mínima de 6 meses em teleatendimento;
  • Ter internet de no mínimo 15 mega e um local reservado isento de barulhos;
  • Boa dicção, pró-atividade, vontade de ajudar, paciência, empatia, responsabilidade, dinamismo, facilidade para lidar com as pessoas, facilidade de expor situações, capacidade de organização, capacidade de trabalhar sobre pressão e ter raciocínio rápido;
  • Conhecimentos básicos de informática.

É necessário agendar o atendimento pelo site do Governo do Paraná.

Mais informações na Agência do Trabalhador de Colombo, que fica localizada na Estrada da Ribeira, 55 – Guaraituba. E pelos telefones 3666-3697 / 3666-6066 ou pelo e-mail: agcolombo@sejuf.pr.gov.br

Informações Banda B

Com 49 mil contratações, Agências do Trabalhador do Paraná lideram ranking nacional no 1º semestre

melhor resultado do emprego para o primeiro semestre desde 2011 foi alcançado com ajuda das Agências do Trabalhador. De acordo com o relatório nacional de desempenho da intermediação de mão de obra da Rede SINE, divulgado pelo Ministério do Trabalho, as unidades do Paraná, vinculadas ao Governo do Estado, lideraram o ranking nacional na categoria trabalhadores efetivamente contratados, com 49.114 novos empregos.

O Estado ficou à frente de Ceará (20.739), São Paulo (13.535) e Mato Grosso do Sul (10.223), com mais do que o dobro dos encaixes efetivos do que o segundo colocado. Os melhores meses foram abril (10.317), março (9.583), maio (8.878) e junho (8.214).

O resultado indica que as Agências do Trabalhador foram responsáveis por 6,5% das 752.694 admissões do primeiro semestre no Paraná e quase 30% das colocações de todo o País (o relatório leva em consideração sistemas estaduais e municipais de encaminhamento para o mercado de trabalho).

“Vemos pelas movimentações nas Agências do Trabalhador de todo o Estado que o clima é de otimismo com a retomada da economia e o avanço da vacinação contra a Covid-19. Há muitas vagas abertas, o que indica crescimento do emprego e mais segurança nos investimentos”, disse o secretário de Estado da Justiça, Família e Trabalho, Ney Leprevost.

O sistema do Paraná, que conta com 216 agências, também foi o que mais encaminhou candidatos a vagas durante os seis primeiros meses do ano. Neste primeiro semestre foram 202.754 pessoas apresentadas às vagas de emprego. Esse indicador mede as pessoas que efetivamente tiveram uma conversa com um potencial empregador.

Agências do Trabalhador do Paraná lideram ranking nacional na oferta, encaminhamento e colocação de profissionais no mercado de trabalho. Foto: Ari Dias/AEN

O Paraná ficou à frente de São Paulo (146.214), Minas Gerais (118.898) e Ceará (63.975). No Sul, bateu Rio Grande do Sul (74.537) e Santa Catarina (48.949). O Estado também representou 15% do total nacional (1.350.384). Os melhores meses foram janeiro (37.246), fevereiro (36.943) e maio (35.605).

Suelen Glinski, chefe do Departamento do Trabalho e Geração de Renda da Secretaria de Justiça, Família e Trabalho, destaca o treinamento e a capacitação contínua do pessoal que recebe os trabalhadores nas agências e postos avançados como um dos fatores. Ela também elencou programas como Emprega Mais Paraná e a criação de postos avançados de atendimento em municípios menores como plataformas que darão continuidade a esse bom momento.

“O Paraná tem um trabalho consolidado na intermediação de empregos e assistimos uma recuperação contínua em 2021, mesmo com as dificuldades da segunda onda da pandemia no começo do ano. Conseguimos manter a agilidade com o atendimento virtual e a confiança do setor produtivo, que aposta nas Agências do Trabalhador para buscar novos funcionários”, disse.

EMPREGO NO SEMESTRE 

O Paraná foi o quarto estado brasileiro que mais gerou empregos no primeiro semestre de 2021, com um saldo de 118.316 vagas abertas entre janeiro e junho. É o melhor desempenho do Estado para o período desde 2011, e também a primeira vez que o saldo nos primeiros seis meses do ano ultrapassa a marca de 100 mil vagas formais.

O saldo do semestre se refere à diferença entre as 752.694 admissões e 634.378 desligamentos no período. Já no mês passado, 117.295 pessoas foram contratadas do Paraná, enquanto 101.437 foram demitidas, com saldo de 15.858 postos de trabalho. No acumulado dos últimos 12 meses, o saldo de empregos formais no Estado é de 219.370 vagas.

Confira o relatório completo AQUI.